Produzir conteúdo é um trabalho nobre, que pode ser executado por meio de diferentes canais, como a televisão, o rádio, os blogs, os websites, as redes sociais e até mesmo alguns materiais impressos. Trata-se de uma atividade essencialmente comunicacional, o que demanda do profissional da área o desenvolvimento de determinadas habilidades.

Mas será que você sabe quais habilidades são essas? Neste artigo, reunimos 7 traços essenciais que precisam ser desenvolvidos por quem produz conteúdo, independentemente do canal escolhido. Será que você tem o que preciso para seguir na área? Continue a leitura e descubra!

1. Inovação

Assim como você, há, neste momento, milhões de pessoas em todo o mundo produzindo diferentes conteúdos em várias plataformas. Nesse mar de concorrência, não vale a pena entrar no jogo para apenas fazer aquilo que todo mundo já faz, não é mesmo? É preciso encontrar algo que torne o seu conteúdo diferenciado e único.

Sendo assim, um criador de conteúdo deve ser alguém sempre disposto a testar coisas novas, ousar nos formatos, pensar em diferentes formas de abordar um tema, criar uma linguagem única para a sua página e tornar esse conteúdo informativo e divertido ao mesmo tempo. Inovar não é reinventar a roda, mas correr alguns riscos, fazer parcerias inesperadas, olhar para um fato conhecido sob um ponto de vista novo, questionar o senso comum, e por aí vai.

2. Flexibilidade

É fato que produtores de conteúdo precisam ser planejados, fazendo levantamentos de pautas e organizando um calendário de publicações. No entanto, é importante ressaltar que esses profissionais precisam deixar um espaço vago para os imprevistos. Assuntos super relevantes para a sua página podem vir à tona de uma hora para a outra, demandando que você crie algum conteúdo sobre eles rapidamente.

Além disso, também é fato que quem lida com a internet, por exemplo, pode ter que lidar com as instabilidades pelas quais os canais digitais às vezes passam. É um trabalho de paciência e flexibilidade. Como estamos reféns da tecnologia, ao mesmo tempo em que precisamos acompanhar as notícias do nosso segmento em tempo real, esse jogo de cintura se faz necessário.

3. Originalidade

PSC Renascimento

Quem produz conteúdo precisa se diferenciar dos outros, sobretudo os que abordam temas semelhantes. Sendo assim, é primordial criar uma identidade própria, que passa pelo aspecto visual, pela linguagem verbal, pelas imagens e pela sua própria voz. Sim, é importante que você mostre a sua cara de vez em quando para que as pessoas saibam quem está por trás daquele conteúdo.

Esse processo confere mais humanização às suas informações. Além disso, ser original não significa apenas fazer o que ninguém mais faz, mas também não fazer o que todo mundo está fazendo. Conheça a si mesmo e identifique quais tendências do momento podem ou não ser interessantes para o seu conteúdo, independentemente de os outros as estarem usando ou não.

4. Humildade

Todo produtor de conteúdo tende a ser um pouco vaidoso e, por isso, receber críticas e aceitar desempenhos ruins em determinados conteúdos publicados tende a ser um desafio enorme. Entretanto, o erro não precisa ser motivo de vergonha. Muito pelo contrário: as falhas nos fazem excluir das possibilidades o que não é bom, de modo que restem apenas as opções que nos farão acertar.

Em outras palavras, é errando que se aprende. A humildade é importante nesse sentido porque é ela quem permite que você reconheça que errou, que aquela ideia que parecia fantástica no papel não foi bacana na prática. Está tudo bem em errar, desde que nos prontifiquemos a extrair aprendizados e tentar de novo, de uma maneira diferente. O que não podemos é deixar que o orgulho e a teimosia persistam, fazendo com que cometamos sempre os mesmos erros.

5. Coragem

Produzir conteúdo significa estudar, apurar informações e mostrá-las às pessoas de um jeito só seu. Seja um conteúdo escrito ou falado, o fato é que você precisa de alguma dose de coragem para vencer a timidez e expor ao público a sua produção. É claro que qualquer ser humano tem medo do julgamento, mas você não precisa se preocupar com isso.

Todo mundo tem haters e recebe críticas de vez em quando. O que importa é que você desenvolva a capacidade de diferenciar as críticas destrutivas das construtivas, levando em consideração apenas o que for útil.  Com essa consciência em mente, você não terá medo de expor quem você é e de correr alguns riscos de vez em quando.

6. Análise de dados

Achou que produzir conteúdo era só criatividade e relacionamento, não é mesmo? É claro que esses fatores são importantíssimos, mas não são os únicos. Todo criador de conteúdo precisa também ter noções de análise de dados para planejar melhor as suas ações.

Quem trabalha com redes sociais, por exemplo, precisa sempre monitorar determinadas métricas, como: quantidade de seguidores, engajamentos, alcance das publicações, horários de mais acessos na página, perfil demográfico dos seguidores, entre outros. Monitorar continuamente esses dados é uma forma de avaliar a recepção do público diante do seu conteúdo, o que o fará identificar os melhores dias, horários, assuntos, formatos, estilos de linguagem, enfim todas as variáveis da sua produção.

7. Persistência

Por fim, não podemos deixar de falar que é preciso persistir nessa carreira. Há dias em que as ideias simplesmente não aparecem. Há outros em que temos insights incríveis, mas que não surtem o resultado desejado. Nessas horas, aparece a vontade de desistir de produzir conteúdo.

Todavia, não dê ouvidos ao pessimismo. Os dias ruins também fazem parte dessa atividade, especialmente no início. Muitos influenciadores digitais que hoje têm milhões de seguidores começaram fazendo posts simples para públicos infinitamente menores. No entanto, eles não desanimaram, continuaram produzindo, fizeram testes e adaptações, até que finalmente encontraram a sua audiência. Daí a importância de persistir e automotivar-se continuamente!

As 7 características acima: persistência, coragem, análise de dados, humildade, originalidade, flexibilidade e inovação compõem um profissional de sucesso na produção de conteúdo. Portanto, se esse é o seu objetivo, procure desenvolvê-las continuamente em seu dia a dia.

E você, querida pessoa, produz conteúdo de alguma forma? Quais temas você aborda? Sobre o que gostaria de falar se tivesse um canal só seu na internet? Deixe as respostas aqui embaixo. Estamos curiosos para lê-las. Além disso, que tal compartilhar este artigo nas suas redes sociais, com todos os seus amigos, colegas, familiares e com quem mais possa se beneficiar destas informações?