Vivemos em uma era em que, como diz a música de Lulu Santos, “o tempo voa, escorre pelas mãos”. É como se as 24 horas do dia já não fossem mais suficientes, o que nos leva a sacrificar até mesmo as nossas horas de sono. Se você vive nesse drama em que o tempo parece ser um inimigo a ser vencido, é hora de ser mais produtivo.

A produtividade é a capacidade que uma pessoa tem de aproveitar bem o tempo disponível e dar conta das suas atividades. Não existe um método mágico para desenvolver esse fator, mas há algumas dicas que, se colocadas em prática diariamente, fazem uma grande diferença. Preparado para descobrir quais são elas? Então, continue a leitura deste artigo!

1. Planeje o seu dia

Em primeiro lugar, é fundamental que você já comece o seu dia sabendo exatamente como ele será. É claro que imprevistos ocorrem, e faz parte da vida. No entanto, naquilo que estiver sob o seu alcance, planeje-se. O ideal é que, na noite anterior, você já organize as tarefas do dia, tendo alguma noção de horários.

Isso amenizará a sua ansiedade e o ajudará a ser mais produtivo. Além disso, fazer essa agenda diária também permite que você tenha uma noção adequada dos compromissos que tem assumido, de modo que você consiga administrá-los e dizer “não” quando necessário para não ficar sobrecarregado. Respeite os seus limites!

2. Mantenha o ambiente organizado

Não há nada pior para a produtividade do que encontrar-se em um ambiente bagunçado. Se você se senta para trabalhar e a sua mesa contém uma pilha de papéis, embalagens de alimentos, pastas jogadas e fios por todo lado, arrume tudo. Além de você demorar um tempão para encontrar os objetos de que precisa, a bagunça ainda produz um efeito negativo sobre a sua mente, aumentando a ansiedade.

O que se diz sobre o espaço físico vale também para o ambiente digital. É horrível trabalhar com 15 abas da internet abertas simultaneamente e com os arquivos jogados na área de trabalho sem qualquer categorização. Organize os seus documentos em pastas, de modo que você consiga encontrar o que deseja em poucos segundos. Dá algum trabalho no início, mas, depois, você verá como a vida ficará mais fácil e produtiva!

3. Afaste-se das distrações e dos gatilhos da procrastinação

As distrações roubam o nosso tempo e nos levam a procrastinar, ou seja, a adiar a realização das nossas tarefas. Se você está no meio do expediente e recebe uma notificação de celular sobre as suas redes sociais, por exemplo, é natural que não contenha a curiosidade e comece a navegar pela internet. No entanto, quando se dá conta, já se passaram 30 minutos, que você desperdiçou e prejudicou o seu trabalho.

PSC

A dica, portanto, é afastar-se de vez de tudo aquilo que pode distraí-lo. Desative as notificações, coloque um fone de ouvido, peça para não ser interrompido, enfim, faça o que estiver ao seu alcance para não perder tempo.

4. Livre-se das tarefas mais simples

Sabe aquelas tarefas mais simples, que não duram mais do que 5 minutos? Resolva-as de uma vez e tire-as da fila. Mesmo que sejam pequenas atividades, quando elas se acumulam podem nos deixar ansiosos e fazer com que percamos tempo tentando organizá-las.

Sendo assim, faça-as imediatamente, a menos que já esteja engajado em outra atividade (não seria producente interrompê-la). No mais, tire essas pequenas pedrinhas do caminho para dedicar-se com mais tranquilidade às maiores.

5. Reconheça os seus momentos de maior produtividade

Quando o assunto é produtividade, é importante compreender que as pessoas são diferentes umas das outras. Alguns indivíduos alegam que são mais produtivos pela manhã, outros à tarde, e há até mesmo quem afirme que a noite é o seu período de maior energia.

Sendo assim, analise os seus níveis energéticos ao longo do dia e reconheça os períodos mais produtivos. A dica, portanto, é deixar as tarefas mais complexas para esses momentos em que você se sente melhor, deixando as atividades mais simples para quando a energia não estiver tão alta.

6. Priorize as tarefas mais complexas

Por falar em procrastinação, é comum querermos adiar as tarefas mais importantes ou mais complexas, justamente pelo alto consumo de energia que elas vão demandar. No entanto, é melhor fazê-las de uma vez e eliminar o “sofrimento” rapidamente, como se tira um curativo.

Dessa forma, você se sentirá melhor ao perceber que a tarefa mais complexa já ficou para trás, o que lhe dará uma sensação de bem-estar e de energia para a realização das atividades restantes, de menor complexidade.

7. Faça uma coisa por vez

Circula pela sociedade a ideia de que podemos ser multitarefa, isto é, fazer várias coisas ao mesmo tempo. Isso não é verdade, em termos de produtividade. Até podemos dar conta de mais de uma atividade simultaneamente, o que não quer dizer que isso nos torna mais produtivos.

Quando começamos uma tarefa, o cérebro demora alguns minutos para “pegar o embalo” e concentrar-se 100% nela. Por isso, se ficarmos alternando entre uma atividade e outra, esse processo será constantemente interrompido, de modo que não conseguiremos nos dedicar verdadeiramente a nenhuma das coisas que estamos fazendo.

Sendo assim, para ser produtivo de verdade, faça uma coisa de cada vez. A concentração em alta fará não apenas com que você realize a tarefa mais rapidamente, como também com mais qualidade, evitando o retrabalho por erros (o que também acaba com a produtividade).

8. Tenha momentos de descanso e lazer

Por fim, entenda que a produtividade depende não apenas da nossa disciplina, mas também dos nossos níveis de energia, que oscilam ao longo do dia. Dessa forma, compreenda que recuperar a energia que já foi gasta é essencial para que nos mantenhamos verdadeiramente produtivos.

Trabalhar 14 horas por dia, dormir pouco e não fazer pausas enquanto trabalha são comportamentos que parecem favorecer a produtividade, mas que, na verdade, produzem o efeito oposto. As nossas capacidades físicas e mentais de manter a concentração em algo são limitadas, de modo que precisamos aceitar e respeitar isso.

Portanto, faça pausas de 10 minutos a cada 2 horas trabalhadas, por exemplo. Além disso, tenha momentos de distração, de lazer e de descanso. É nessas ocasiões que recuperamos as nossas energias físicas e mentais para o próximo período produtivo. Negligenciar o descanso é contraproducente e ainda pode provocar problemas de saúde física e mental. Não faça isso.

Siga as 8 dicas acima e veja os seus dias tornarem-se incrivelmente produtivos. Você não precisa de mais horas para dar conta das suas atividades, mas apenas organizar-se melhor, conhecer a si mesmo e saber dizer “não” quando for preciso. Seja produtivo e cuide-se!

Agora, responda: qual das dicas acima você considera a mais importante para ser produtivo em seu dia a dia? Por quê? Deixe um comentário no espaço a seguir. Além disso, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!