Ao contrário do que muitos acreditam, as ideias inovadoras não nascem de forma extraordinária. Pelo contrário, elas brotam em simples momentos, a partir da necessidade de se resolver um determinado problema, após estudo e reflexão.

Muitos pensam que a criatividade é um talento nato — o que, às vezes, é verdade —, mas, saiba que é possível desenvolver essa característica. Todos nós temos um potencial criativo que precisa apenas de um estímulo para que seja despertado. O que não faltam no mercado são exemplos de pessoas que, a partir de ideias simples, conseguiram grandes feitos e contribuíram e muito com as nossas vidas.

Quer alguns exemplos? Bill Gates, cofundador da Microsoft, a primeira empresa de software para computadores; Mark Zuckerberg, criador do Facebook, a maior rede social do mundo; Akio Morita, cofundador da Sony, empresa criadora de produtos revolucionários como o CD, DVD, Blu-ray etc.; Martin Cooper, coinventor do celular; entre muitos outros exemplos.

Muito mais do que uma função do colaborador, de ter ideias criativas, é dever do líder estimular e despertar na sua equipe o desejo de ser criativo. Neste artigo, você vai conferir algumas recomendações para que isso seja possível. Boa leitura!

Dicas para incentivar a sua equipe a desenvolver ideias criativas e inovadoras

Confira algumas dicas simples de como estimular a sua equipe a ter ideias inovadoras no dia a dia.

1. Invista em ambientes criativos e propícios ao desenvolvimento da equipe

Se a sua empresa for rígida e punir qualquer funcionário que pense “fora da caixa” e que proponha mudanças, ficará difícil que a criatividade floresça. Os ambientes corporativos devem ter regras, mas não podem ser tão rígidos. O funcionário deve ser um criador, uma mente pensante, um indivíduo proativo, e não apenas alguém que está ali para exclusivamente obedecer a ordens. Modificar essa cultura é o primeiro passo para estimular a criatividade entre os seus colaboradores.

2. Reconheça os seus colaboradores e faça com que se sintam sempre valorizados e importantes

PSC Renascimento

É preciso dar um estímulo, ou seja, um incentivo para que os funcionários de uma empresa vão além do que se pede e exercitem a sua criatividade. Por isso, líderes que levam em consideração as sugestões que recebem, que são acessíveis aos colaboradores e que dão reconhecimento às boas ideias (como recompensas ou um simples elogio) são formadores de equipes criativas. Adote essa postura caso você deseje ver a inovação se fortalecer na sua empresa.

3. Valorize cada ideia, mesmo as mais simples e improváveis

É importante que você valorize cada ideia que os seus colaboradores oferecem. Nem sempre elas parecerão interessantes à primeira vista, mas podem tornar-se soluções eficazes em outros momentos ou quando combinadas a outras sugestões. É por isso que as reuniões de brainstorming (tempestades de ideias) são tão importantes. Considere todas as ideias recebidas para depois avaliar quais delas são mais úteis e eficazes. No entanto, valorize cada participação obtida.

4. Invista no desenvolvimento e no aperfeiçoamento dos seus colaboradores

Para que as equipes de trabalho sejam verdadeiramente criativas e inovadoras, é importante fornecer-lhes a matéria-prima para esse comportamento, ou seja, o conhecimento. Sendo assim, faça com que a sua empresa crie programas de desenvolvimento e capacitação profissional, oferecendo cursos, treinamentos, palestras e participações em eventos que possam enriquecer o currículo e as competências dos seus colaboradores. Não são gastos, mas sim investimentos!

5. Explique a importância do repertório

Além do conhecimento técnico, é importante ressaltar que a criatividade também é resultante do nosso repertório pessoal. Esse repertório é composto pelas nossas vivências, ou seja, pelas conversas que protagonizamos, pelos livros que lemos, pelos filmes e séries a que assistimos, pelos passeios culturais que realizamos, pelas exposições que visitamos, pelos cursos que completamos, pelas viagens que fazemos, enfim, por cada experiência enriquecedora. Muitas boas ideias podem surgir a partir dessas vivências. Portanto, incentive as pessoas a experimentar coisas novas.

6. Estimule o trabalho em equipe e a troca de experiências

Por falar em experiências, é interessante não apenas vivenciá-las, mas também trocá-las com os colegas de equipe. As equipes de trabalho são formadas justamente para que as diferenças entre os indivíduos sejam complementares. Em outras palavras, todos ensinam e aprendem uns com os outros, desenvolvendo novas e diferenciadas competências e habilidades. O trabalho em equipe depende dessa troca, além, é claro, da comunicação e de um bom relacionamento interpessoal.

7. Dê feedbacks construtivos e constantes

O feedback é uma ferramenta por meio da qual os líderes conversam com os liderados sobre o desempenho de cada um deles em um determinado período. Nessa conversa individual, são apresentados os critérios utilizados na avaliação e os resultados obtidos — tanto os positivos, que são reconhecidos, quanto os negativos, que servem de alerta para os pontos de melhoria. Além disso, o líder deve dar sugestões de como o colaborador pode melhorar o seu desempenho. Isso estimula a vontade de aprender e de inovar.

8. Aceite os erros sem julgamento, pois eles podem ser portas para as grandes ideias

As empresas jamais devem gostar dos erros. Todavia, elas também não precisam encará-lo como um pecado mortal. Muitas vezes, é errando que descobrimos o meio ideal de fazer algo. Além do mais, os erros são indícios de que as pessoas estão arriscando, saindo da zona de conforto e deixando de fazer o básico. A criatividade e a inovação dependem de correr esses riscos e de saber lidar adequadamente com eles. Nunca se sabe quando um erro bobo vai se tornar uma ideia genial!

9. Aprenda a ouvir a sua equipe

Por fim, é importante lembrar que todo líder, por mais que esteja em uma posição de domínio e de tomada de decisões, não faz nada sozinho. Os seus colaboradores têm conhecimentos maiores do que os seus em determinadas áreas, de modo que ouvir o que eles têm a dizer é sempre algo sábio. Por mais que a decisão final seja sua, compreenda que envolver pessoas com diferentes pontos de vista no processo é uma medida eficaz para evitar que uma escolha inadequada seja feita.

As 9 dicas acima são meios para estimular as pessoas da sua empresa a terem ideias inovadoras e criativas. Basicamente, o que importa é ser um líder presente e que ofereça as ferramentas e os conhecimentos adequados, mas também que conceda liberdade para que as pessoas da equipe se sintam à vontade para pensar, criar, sugerir, agir, enfim, ser mais proativas!

E você, querida pessoa, que outras dicas considera importantes para estimular as ideias inovadoras? Contribua deixando o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!