Um bom plano de treinamento é fundamental para que uma empresa promova o desenvolvimento de seus colaboradores a fim de ter profissionais cada vez mais capacitados. Neste artigo, darei cinco dicas para te ajudar a planejar um treinamento eficaz e que atenda a todas as necessidades da sua organização, como também de desenvolvimento dos seus colaboradores.

5 Dicas de Como Montar um Plano de Treinamento Empresarial

Conheça os 5 passos para montar um Plano de Treinamento para sua empresa efetivo e de acordo com suas necessidades e possibilidades de investimento? Continue lendo e confira:

Conquiste resultados extraordinários através do Coaching!
Clique aqui e conheça mais sobre essa poderosa metodologia!

1 – Faça um Diagnóstico das Necessidades da Empresa

É importante definir se o treinamento será dado com o objetivo de desenvolver uma competência específica nos funcionários ou prepará-los para assumir um novo cargo. Para isso, é necessário fazer o LNT, que é o Levantamento das Necessidades de Treinamento.

Crie materiais de treinamento e conduza o treinamento, é uma boa ideia dar um passo atrás e avaliar a situação. É para isso que serve a avaliação das necessidades de treinamento.

A avaliação básica das necessidades de treinamento é um processo de quatro etapas. Essas etapas são:

  1. Identifique uma meta de negócios clara que o treinamento suporta
  2. Determine as tarefas que os funcionários precisam executar para que a empresa possa atingir esse objetivo
  3. Determine as atividades de treinamento que ajudarão os trabalhadores a aprender a executar as tarefas
  4. Determinar as características de aprendizagem dos trabalhadores que tornarão a formação mais eficaz

Depois de dividir essas quatro etapas, divida em mais esses passos: 

Identifique o objetivo do negócio:

PSC

Não faça o treinamento se não estiver claro por que você está fazendo isso ou se não está bem definida uma meta. As metas de negócios incluem objetivos como aumento de receita e eficiência, redução de custos e desperdício, suporte a um novo produto, processo de produção novo ou alterado ou conformidade com as regulamentações. Por exemplo, uma meta de negócios pode ser treinar funcionários para criar um novo produto.

Determine as tarefas que serão executadas pelos colaboradores:

Depois de identificar o objetivo de negócios, faça a pergunta: O que a equipe precisa fazer para cumprir essa meta? Durante essa fase, você precisa identificar o que sua equipe pode fazer e o que deve ser capaz de fazer, ou seja, o que é o novo produto, como é produzido, e todas as tarefas pertinentes para a produção. 

Determine as atividades para a execução das tarefas: 

Identificando o que os colaboradores irão fazer, agora chegou a hora de identificar as atividades que lhes ajudarão a aprender a realizar as tarefas que serão realizadas no trabalho. 

Finalmente, considere as características de seus funcionários para determinar o tipo de treinamento que será mais eficaz para eles. Em um mundo perfeito, você deve treinar para cada indivíduo, mas isso nem sempre é possível e você pode ter que considerar as características médias do grupo como um todo. Devem ser feitos relatórios com a listagem de treinamentos e cursos que a empresa precisa, com todas as informações pertinentes referentes a cada um, como preço, duração, objetivos, etc. Então, os relatórios do LNT podem ser utilizados para analisar cada situação, levando sempre em conta a situação financeira da empresa e os benefícios que cada tipo de treinamento pode trazer para a organização.

2 – As Necessidades São Futuras ou Passadas?

Além de identificar as necessidades é importante dividi-las em dois grupos, que são: futuras e passadas. As necessidades futuras envolvem situações, como: expansão da empresa, a implementação de um novo software de gerenciamento, contratação de novos funcionários, etc. São todas as necessidades que envolvem situações que ainda vão acontecer e que o treinamento irá ajudar os colaboradores a passarem por elas.

Os trabalhadores que você quer treinar são adultos, e os adultos compartilham certas características que tornam o treinamento mais eficaz para eles, ou menos eficazes se você ignorar as características. Se seu treinamento reconhece e respeita esses princípios de aprendizagem de adultos, é provável que seja mais eficaz. Se seu treinamento desconsidera esses princípios, reavalie isso, pois você pode estar desperdiçando dinheiro e tempo para executar o treinamento.

Segue alguns desses princípios:

  • Auto-dirigidos
  • Orientados para objetivos
  • Treinamento relevante
  • Orientado a tarefas
  • Para ser e sentir respeitado

É pertinente ver como esses princípios melhor se relacionam com as características do colaborador. Não ignore os princípios de aprendizagem de cada um como: falhas na comunicação, reclamação de clientes, baixa produtividade, entre outros. Neste caso, o treinamento servirá como uma forma de evitar que essas situações voltem a acontecer.

3 – O Plano de Treinamento na Prática

Busque respostas para as seguintes perguntas:

  • Quantos treinamentos a empresa precisa?
  • Quantos funcionários precisam realizar cada capacitação?
  • Qual a duração?
  • Quando os treinamentos devem ser realizados?
  • Qual o conteúdo ensinado em casa um deles?
  • Qual será o custo deste investimento?

Insira todas as informações no relatório citado no item anterior, e, então, poderá usá-las para criar o seu plano de treinamento empresarial de forma mais eficaz.

4 – Execução dos Treinamentos

Agora é a hora de colocar em prática tudo o que foi planejado e agir para que os treinamentos aconteçam. Siga os tópicos abaixo:

  • Delegue funções para que cada funcionário (geralmente do departamento de RH) cuide de um detalhe relacionado ao treinamento.
  • Converse com as pessoas responsáveis pela realização do treinamento para alinhar objetivos e analisar o material que será utilizado.
  • Reserve o espaço e equipamentos que serão utilizados.
  • Divulgue para todos os colaboradores a programação de treinamentos.
  • Acompanhe a realização dos treinamentos para resolver qualquer problema que aparecer.

Quer descobrir qual grau da sua felicidade?
Clique aqui e acesse o “Termômetro da Felicidade”!

5 – Avaliação de Resultados

Depois que o treinamento for realizado, é necessário avaliar o que os colaboradores acharam sobre o que foi ensinado, se a metodologia foi eficaz, o conteúdo relevante, etc. Uma forma simples de avaliar é aplicando um questionário logo após o curso. Assim você poderá medir os resultados e verificar se foi um bom investimento.

Agora que você já sabe quais são os passos para montar seu plano de treinamento empresarial, coloque estas dicas em prática, capacite os seus funcionários, desenvolva seus talentos e conquiste grandes resultados para em sua empresa.

 

Copyright: Rawpixel.com/Shutterstock