Você já teve a impressão de que as pessoas não te notam, não percebem seu potencial e seus atributos? Que o que fala não é ouvido ou que não dão importância? Você se sente ou já sentiu invisível em algum momento? Este artigo é um convite para que deixe a invisibilidade para trás e permita sua luz brilhar!

Continue lendo para refletir sobre esse assunto e entender o que pode levar uma pessoa à invisibilidade.

Clareie seus pensamentos com meu ebook “Detox da Mente”!
Um desafio que irá te ajudar a ter uma vida mais leve e feliz!

O que gera a sensação de invisibilidade?

É comum durante a vida que em alguns momentos nós nos sintamos dessa maneira. Esse sentimento de invisibilidade pode vir de muitos lugares, como, por exemplo, da insegurança e do medo, que nos travam de liberar nosso verdadeiro potencial e nos retraem cada vez mais.

Sentir-se valorizado e apreciado é importante para todos em qualquer ambiente, porque passar despercebido pelos lugares gera um grande vazio. Com o tempo, é possível acabar se acostumando com o desconforto, e isso abre as portas para a anulação, fazendo com que o indivíduo deixe que terceiros falem por ele.

Quando isso acontece, a pessoa passa a evitar situações que explorem e ajudem a acabar com seus medos, ficando cada vez mais inerte em sua zona de conforto. Por isso, é importante ficar atento a situações como essas para que não deixe que suas inseguranças te limitem e te impeçam de se impor.

Se você se permite ficar na invisibilidade, abre espaço para que as pessoas te excluam e tomem decisões em seu lugar, como se você fosse realmente invisível. Esse esquecimento produzirá em seu interior um sentimento de mágoa e de sofrimento, piorando sua autoestima e sua vontade de transformar esse cenário.

A relação entre a invisibilidade e a indiferença

PSC

Para se proteger de tudo isso, você pode fingir indiferença, como se não ligasse para a opinião e apreço dos outros, mas no fundo sabe que isso não é verdade. Afinal, duas das necessidades básicas do ser humano é ser ouvido na essência e ser notado, reconhecido e amado. Quando essas necessidades não são contempladas, essa falta pode prejudicar imensamente todos os âmbitos de nossa vida.

Quando nos permitimos tornar invisíveis, acabamos nos fechando em nós mesmos, ficamos cada vez mais introspectivos, o que prejudica ainda mais nossos relacionamentos. Permanecemos dentro de nós mesmos, ruminado nossos pensamentos e dificuldades em um movimento egoísta de olhar para dentro.

Ficamos desconectados de tudo e todos porque só olhamos para nós mesmos e para nossa dor interior. Ficamos tão absortos em nosso sofrimento que muitas vezes não nos permitimos nos abrir mais, e o ciclo da invisibilidade progride. Desse modo, perdemos o interesse em nos conectar com as pessoas, nos afastamos e nos isolamos cada vez mais.

Permita sua luz brilhar!

A verdade é que a melhor maneira de sair da invisibilidade é se abrindo, se permitindo ficar exposto e, muitas vezes, vulnerável. Isso pode ser difícil no início, mas essa é a melhor maneira de se conectar consigo mesmo e com os outros.

Busque também entender de onde vem o seu sentimento de invisibilidade, o motivo que o leva a crer que as pessoas não estão prestando a atenção em você. Afinal, tudo isso pode ser uma impressão sua. Porém, se acredita realmente que está sendo deixado de lado, busque dentro de você as ferramentas para se transformar.

Ao trabalhar em você mesmo e nas mudanças que percebe serem necessárias, notará que aqueles que te rodeiam também passarão a te tratar diferente. Para contribuir com a dissolução desse sentimento, procure ver tudo pelo olhar positivo e responda aos desafios com mais assertividade. Seja claro e firme em suas posições, isso demonstra a sua autoestima e como você se sente mais seguro.

Se tiver medos e inseguranças, trabalhe-os internamente, refletindo e se questionando. Quanto mais demonstrar que se sente seguro em tudo o que diz e faz, mais a sua presença ficará marcada, demonstrando o seu valor interior. Desse modo, em qualquer contexto e com todas as pessoas, você será respeitado e valorizado, deixando a invisibilidade para trás.

Trabalhe sua autoestima, tenha confiança nas suas decisões, isso fará toda a diferença. Aproveite para se permitir conectar com as pessoas ao seu redor, isso contribuirá para o seu crescimento e evolução. Desse modo, sua luz interior irradiará em todos aqueles que te cercam.

7 Dicas para deixar a invisibilidade para trás

Se você deseja deixar a invisibilidade para trás e assumir o seu espaço no mundo, considere as dicas a seguir. Elas te ajudarão a fazer isso se respeitando, sem ultrapassar os seus limites e, ao mesmo tempo, mostrando às pessoas ao seu redor quem você é.

1. Reconheça a sua luz

Se a ideia é deixar a invisibilidade para trás e permitir sua luz brilhar, em primeiro lugar deverá reconhecer essa luz. Portanto, se observe e reflita sobre quem você é, identifique as suas qualidades e as conquistas que já alcançou. Se desejar, converse com pessoas próximas, como familiares e amigos, para que te ajudem a identificar esses pontos.

É importante ter a consciência de que esse é um processo contínuo. Então, por mais que dê para ficar durante uma hora identificando suas qualidades, é ao longo do tempo que irá realmente absorvê-las. Por isso, não espere imediatamente se tornar uma pessoa confiante, lembre-se que é a poucos que irá se fortalecer.

2. Respeite seu temperamento

Quando falamos em deixar a luz brilhar, estamos querendo dizer ser quem se é e viver de acordo com a propria essência, deixando sua marca no mundo. Dessa maneira, não se pode confundir isso com ser expansivo e extrovertido, pois cada indivíduo tem o seu temperamento.

Se conheça e respeite quem você é, sem tentar se passar por algo que não combina com a sua personalidade. É totalmente possível permitir a sua luz brilhar sendo uma pessoa introvertida. O segredo do brilho próprio está realmente em ser quem você é, um ser único que mostrará ao mundo a sua própria forma de deixar a sua marca.

3. Cerque-se de pessoas positivas

A invisibilidade pode vir por meio de um conjunto de fatores, que incluem tanto a sua propria postura quanto das pessoas ao redor. Se você perceber que tem colegas de trabalho e até amigos que te colocam para baixo e fazem com que se sinta invisível, afaste-se.

Às vezes não é possível romper os laços definitivamente, mas o afastamento já terá um bom efeito. Prefira ter ao seu lado pessoas que te estimulem e te valorizem da forma como merece. Por mais que cada indivíduo tenha responsabilidade pela forma como se sente, é fato que o meio no qual se está inserido também interfere.

4. Descubra o que te motiva

Cada pessoa tem as suas próprias características e gostos, por isso existem aqueles que amam as ciências exatas enquanto outros preferem as biológicas ou humanas, por exemplo. Se você deseja brilhar, é preciso descobrir o que te motiva, tanto em relação à carreira quanto a outros tipos de atividades que podem se tornar hobbies.

Vale mencionar que descobrir isso não é algo automático, levará tempo até que experimente e encontre aquilo que fará os seus olhos brilharem. Até lá, se permita conhecer coisas novas e buscar outras possibilidades. Acredite, um universo de coisas irá se abrir à sua frente a partir disso.

5. Faça o seu melhor sempre

Faça o seu melhor sempre, independentemente de qual seja a atividade em questão. Às vezes, tendemos a fazer com certo desleixo aquilo que não gostamos, tornando o processo ainda mais desgastante. Se adotamos uma postura contrária e nos dedicamos, a tarefa pode até se tornar prazerosa de certa forma.

Outro ponto positivo disso é que quanto mais se esforçar, mais irá se desenvolver e se destacar. Assim, acabará brilhando com naturalidade no seu trabalho, em casa, entre os amigos. Afinal de contas, os resultados do que fazemos costumam ser proporcionais à nossa dedicação.

6. Normalize as falhas

Quando falamos em se permitir brilhar, estamos nos referindo a ocupar seu espaço, se destacar por suas qualidades, ser feliz. Nada disso diz respeito à perfeição e a não cometer erros, afinal de contas, todo ser humano erra. Sendo assim, é fundamental que normalize as suas falhas e evite se julgar inferior quando cometê-las.

Quanto mais naturalidade tiver ao errar, mais poderá aprender através dessas experiências. Por isso é que podemos afirmar que a aceitação não promove o comodismo e sim a motivação. Quando você aceita os resultados das suas ações sem julgamentos consegue enxergá-los com clareza e usá-los para se desenvolver.

7. Busque se aperfeiçoar constantemente

Para deixar a sua luz brilhar e continuar brilhando, busque se aperfeiçoar constantemente. Isso se aplica à sua carreira, ao conhecimento de modo geral e a outras atividades que façam parte da sua rotina. Mesmo que já seja ótimo em uma área, sempre é possível aprender algo novo e expandir os horizontes. Quanto mais vontade de crescer tiver, mais isso irá te mover para o sucesso e a satisfação.

E então, está pronto para deixar a invisibilidade para trás e se permitir brilhar? Acredite, você é capaz! Aproveite para deixar seu comentário abaixo e compartilhar o conteúdo através das suas redes sociais para passar a motivação adiante!

Copyright: 691297810 – https://www.shutterstock.com/pt/g/master1305