Lidar com pessoas egoístas no trabalho pode ser uma tarefa complicada se o profissional não tiver jogo de cintura e inteligência emocional para suportar o comportamento do colega, ou mesmo do chefe. Quem é que nunca perdeu a paciência com aquele colega que está sempre pedindo favores, mas que é incapaz de prestar auxílio aos outros, não é mesmo?

Neste artigo, vamos compreender melhor por que o egoísmo surge no ambiente profissional e o que nós podemos fazer para lidar com as pessoas que se comportam dessa forma. Não é fácil, mas também não é impossível. Preparado para conferir as dicas? Então, continue a leitura e saiba mais!

Por que algumas pessoas são egoístas no ambiente profissional?

O colaborador com perfil egocêntrico quer, o tempo todo, chamar atenção e “mostrar serviço”, já que se importa apenas com os seus resultados e em se destacar a qualquer custo.

Essas pessoas egoístas acabam criando um clima ruim na empresa, entre os colegas de trabalho, e também gerando grande desconfiança entre eles, já que só querem ajuda, mas não querem ajudar, sendo consideradas não confiáveis. Isso ocorre porque esses profissionais querem tanto aparecer e se dar bem, que são vistos como indivíduos que não se importam com nada e nem ninguém e em quem é sempre bom estar de olho.

Isso se torna particularmente mais frequente nas empresas que estimulam a competição entre os funcionários, e não a colaboração. Esse processo faz com que o trabalhador tenha uma imensa dificuldade em compreender que o trabalho dele tanto influencia como é influenciado pelo trabalho dos colegas. Não adianta que o indivíduo faça um trabalho maravilhoso, se os colegas estiverem em dificuldade. O resultado geral do departamento continuará sendo negativo.

O egoísta, porém, não consegue visualizar as coisas dessa forma. Ele enxerga o outro como o inimigo, como aquele que vai atrapalhar a sua promoção de cargo. Por isso, se comporta dessa maneira, sem dar-se conta de que está também prejudicando a si mesmo.

Todavia, já que os egocêntricos existem e você precisa se relacionar diariamente com esses tipos de colegas, o mais inteligente a fazer é aprender a lidar com esses comportamentos. Isso mostra maturidade emocional e profissional da sua parte e ajuda a evitar que atritos e discussões atrapalhem os seus resultados, bem como o seu crescimento na carreira e na empresa.

Como lidar com pessoas egoístas no trabalho?

PSC

Lidar com colegas egoístas é muito difícil. Se estiver passando por isso, não perca a paciência. Em vez disso, confira as 5 dicas a seguir para superar essas dificuldades.

1. Não dê o troco na mesma moeda

Mesmo que o seu colega egoísta às vezes tire você do sério com as suas atitudes negativas e que os valores dele constantemente batam de frente com os seus, nada de perder a linha, responder na mesma moeda e agir igual. Mantenha a sua essência e não se deixe vencer pelos comportamentos individualistas dele. Foque no seu trabalho e esteja aberto a trabalhar em equipe, cocriando ideias, projetos e soluções. Mostre que você é maior, ou seja, mostre a outra face. Não se nivele por baixo.

2. Suspenda os julgamentos

Pode parecer que estamos pedindo muito, mas, certamente, ao suspender os julgamentos, você conseguirá enxergar além também. Muitas vezes, os comportamentos autocentrados nem mesmo são percebidos pela pessoa, pois é o reflexo da educação e das influências recebidas por ela ao longo da vida e que acabam repercutindo no seu trabalho também. Por isso, tente ser empático, por mais difícil que isso possa ser. A pessoa pode nem perceber as próprias atitudes.

3. Converse com calma e respeito

Nesses casos, é importante acreditar no poder dos feedbacks. Ao dizer ao colega egoísta que você não concorda com alguns dos comportamentos dele, você dá a ele a oportunidade de fazer uma autoavaliação. Na prática, isso é um convite para que a pessoa possa repensar as suas atitudes, rever as suas crenças individualistas, entender os seus reflexos negativos e perceber como essas atitudes prejudicam a relação com os colegas de trabalho. Faça isso em particular, sempre com respeito.

4. Comunique os problemas aos seus superiores

É sempre melhor falar diretamente com o colega, antes de partir para a liderança. Assim, você não será julgado com acusações do tipo: “Pronto, já foi falar mal de mim pro chefe. Quem é egoísta agora?”. Contudo, se a conversa direta não surtir o efeito esperado, não tem jeito, você terá que explicar a situação ao seu superior. Continue fazendo essa comunicação com calma e respeito, sem ofender ninguém. Mantenha a ética, mas demonstre o seu descontentamento. Isso é um direito seu.

5. Confie nas lições da vida

Se, ainda assim, a pessoa permanecer igual e insistir em manter as mesmas ações egoístas, o melhor a fazer é deixar que o tempo lhe ensine as lições que precisa aprender. Foque, então, na qualidade do seu trabalho, busque conviver de forma pacífica com todos e mantenha os seus valores e o seu profissionalismo sempre. Provavelmente, esse colega egoísta vai se deparar com pessoas menos compreensivas do que você que o farão perceber como o egoísmo gera rivalidade e isolamento.

6. Se for gestor, corte o mal pela raiz

Se você for gestor ou empreendedor, também vale a pena reforçar o altruísmo (o oposto do egoísmo) como um dos valores da sua organização. Por isso, já coloque essa competência como exigência nos seus processos de recrutamento e seleção e reforce-a sempre que possível aos seus funcionários. Crie uma cultura organizacional baseada na cooperação e na colaboração, e não na competição. Explique que atitudes egoístas e falta de coleguismo não serão toleradas naquele ambiente.

Coloque as dicas acima em prática e veja como o problema ficará mais fácil de prevenir ou de ser superado. No mais, seja paciente. Lidar com o outro é sempre um desafio, mas, aos poucos, nós evoluiremos!

E você, ser de luz, como lida com pessoas egoístas, especialmente no trabalho? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!