O que estamos plantando para o nosso futuro? Quais são as sementes que estamos semeando?  Quais são os frutos que desejamos colher? Essas são algumas questões que a dinâmica da árvore propõe e nos ajuda a responder. Esse modelo é uma poderosa dinâmica de reflexão para os dias atuais.

Neste artigo, você vai entender como deve ser a aplicação dessa dinâmica, em quais contextos ela pode ser utilizada e quais são os aprendizados que podem ser extraídos. Ficou curioso? Então, continue a leitura a seguir e saiba mais!

Aplicação da dinâmica da árvore

  • Preparação e organização dos materiais

Para realizar esta dinâmica, o instrutor deve ter uma árvore grande, feita de papel colorido, que deve ser pregada na parede, no centro da sala. Também é preciso papel colorido, cortado em forma de semente, fita adesiva e canetas para que os participantes possam escrever os seus anseios e colá-los na árvore da sua vida.

  • Orientações iniciais

Após colar a árvore na parede, o coordenador do grupo, deve distribuir os papéis coloridos, em forma de semente, e canetas. Em seguida, deve apresentar a dinâmica, mostrando a importância de nos responsabilizarmos por aquilo que plantamos no mundo.

Para isso, ele deve discorrer sobre a importância de pensarmos antes de agir e do quão importante é alimentar ações e crenças positivas para que aquilo que desejamos possa realmente se tornar realidade. Essa reflexão é essencial para que os participantes compreendam os efeitos de plantar coisas boas na sua vida, na vida das pessoas à sua volta e no mundo.

  • Reflexão e escrita dos desejos

Em seguida, cada pessoa deve refletir em silêncio e escrever, no seu papel, aquilo que deseja plantar e colher, por meio das suas sementes. Saúde, promoção na carreira, começar e finalizar um curso importante, ter um filho, ter mais prosperidade, equilíbrio pessoal e profissional, bem-estar, tolerância, compaixão e respeito — esses são alguns exemplos das sementes que podem ser plantadas.

  • Montagem da árvore e compartilhamento de aprendizados

PSC Renascimento

Após 10 ou 15 minutos, as pessoas devem ser convidadas a pregar as suas sementes na árvore, a ler o que o colega escreveu e refletir sobre isso. Após todos conhecerem os anseios uns dos outros, todos os participantes devem ser envolvidos em uma reflexão coletiva e dar o seu depoimento sobre as lições que aprendeu ao fazer a dinâmica da árvore.

Esse compartilhar é um dos pontos altos deste exercício, pois permite que as pessoas se conheçam melhor, ouçam novos pontos de vista e percebam quais são as semelhanças e diferenças entre as suas sementes e o seu ato de colher. Podemos dizer que essa dinâmica é uma espécie de ponte ao futuro, onde temos a oportunidade de conhecer um pouco mais os nossos objetivos e sonhos atuais e nos motivar a agir e conquistar essas metas.

Contextos em que a dinâmica da árvore pode ser utilizada

  • Ambiente de trabalho: a dinâmica da árvore pode ser aplicada em equipes de trabalho para promover a integração, fortalecer o espírito de equipe, melhorar a comunicação, desenvolver habilidades de resolução de problemas, promover a criatividade e a inovação, entre outros objetivos relacionados ao desenvolvimento da equipe. 
  • Educação e aprendizado: no contexto educacional, as dinâmicas são utilizadas para estimular a participação dos estudantes, facilitar a compreensão de conceitos complexos, promover a interação entre os alunos, desenvolver habilidades de colaboração e incentivar a reflexão crítica. Simples, a dinâmica da árvore pode ser útil em escolas e universidades, desde a educação infantil até a pós-graduação.
  • Terapia e desenvolvimento pessoal: as dinâmicas também são empregadas em contextos terapêuticos e de desenvolvimento pessoal, ajudando as pessoas a explorar emoções, melhorar habilidades de comunicação, promover a autoconsciência e desenvolver estratégias para lidar com os desafios pessoais. Na psicologia e no coaching, por exemplo, a dinâmica da árvore é um convite à reflexão de como o nosso presente determina o nosso futuro.
  • Formações espirituais: em retiros espirituais, encontros religiosos, reuniões de igrejas, entre outras formações nesse sentido, a dinâmica da árvore também pode despertar reflexões e aprendizados valiosos.

Aprendizados que a dinâmica da árvore pode proporcionar

Confira, a seguir, alguns dos principais aprendizados que podem ser levantados no momento de reflexão após a realização da dinâmica. Lembre-se de que outras percepções importantes podem ser obtidas, dependendo do contexto de aplicação da atividade.

É importante ter sonhos e objetivos

Você já percebeu que tudo o que você conquistou até hoje foi, um dia, um sonho? Uma casa, um carro, uma família, uma graduação, um emprego, talvez até uma roupa bonita: tudo isso tem origem em sonhos e desejos.

Na vida, todos nós precisamos sonhar, pois os sonhos nos movem e nos estimulam a agir. Todavia, é importante transformar sonhos em objetivos, ou seja, trazê-los para a sua realidade e planejar o seu alcance, caso contrário, serão sempre ideias, nunca realidade.

Assim como você, os outros também têm metas

Um dos aprendizados mais interessantes da dinâmica da árvore é o de que as outras pessoas também estão conduzindo as suas vidas em busca dos seus respectivos sonhos e objetivos. Por isso, cada um de nós deve sempre respeitar a realidade e a individualidade de cada um, sem egoísmo e sem acharmos que os nossos propósitos são mais nobres do que os dos outros.

Essa consciência nos torna mais empáticos e altruístas e menos julgadores. Talvez algo de pouca importância para você seja um sonho na vida de outra pessoa, e vice-versa. Portanto, não julgue os objetivos alheios, afinal de contas, você também não quer que julguem os seus, não é mesmo?

Sonhar é bom, mas inútil sem planejamento e ação

Assim como as sementes um dia se tornam plantas e frutos, também devemos cultivar os nossos sonhos para que se tornem realidade. Para isso, é preciso planejar e agir. Planejar significa colocar esse sonho no papel e definir o que deve ser feito para que ele se concretize.

Agir é tirar o planejamento do papel, concretizando-o na prática. Por exemplo: para conquistar o emprego dos sonhos, é importante estudar, adquirir experiência, conversar com outros profissionais, fazer networking, construir um currículo bacana, preparar-se para os processos seletivos etc. Não fique somente no sonho e no planejamento: mexa-se!

É preciso saber a quem confiar os nossos planos

Olhando para a sua árvore dos desejos, responda: você a mostraria a qualquer pessoa? Provavelmente não. Os nossos sonhos e desejos são fatores muito íntimos, que devemos revelar apenas às pessoas da nossa confiança. Infelizmente, nem todos querem nos ver felizes.

Por isso, seja seletivo com as pessoas com as quais você compartilha os seus objetivos e os seus resultados. Lembre-se de que aqueles que nos querem bem podem nos ajudar, e nós também podemos ajudá-los quando for possível. Essa troca é mutuamente benéfica, mas desde que saibamos em quem confiar!

Concluindo, a dinâmica da árvore é muito positiva para que pensemos naquilo que desejamos para o futuro e para que possamos refletir sobre o que podemos fazer no presente para que esses sonhos se concretizem. Aplique-a junto dos seus colaboradores ou alunos, e você verá equipes cada vez mais engajadas e cooperativas!

E você, ser de luz, já participou de alguma dinâmica desse tipo? O que pensa a respeito? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!