Em se tratando do desenvolvimento dos nossos mestres, podemos dizer, sem errar, que as dinâmicas são instrumentos poderosos de motivação profissional — e também pessoal — para professores e educadores.

Os desafios de ser um educador no nosso país são inúmeros, pois sabemos que eles recebem muito menos reconhecimento e valorização do que merecem. Por isso, tudo o que possa ajudá-los a continuarem firmes na sua jornada pela educação é muito positivo.

Pensando nisso, selecionamos alguns exemplos de dinâmica para professores que podem ser realizadas em reuniões para tornar esses encontros ainda mais proveitosos e manter a energia desses profissionais sempre em alta. Continue a leitura e veja como impulsionar a motivação dos nossos mestres!

O que são dinâmicas? Como elas podem enriquecer o trabalho dos professores e educadores?

Dinâmicas são atividades que envolvem interação e participação ativa dos indivíduos, visando a estimular a criatividade, a cooperação, a comunicação e o aprendizado em grupo. Elas podem ser utilizadas em diversos contextos, como em sala de aula, em treinamentos, em workshops, em eventos, entre outros.

É comum que os educadores recorram a essas atividades durante as aulas, pois podem promover uma série de benefícios aos estudantes, como: estímulo à participação, desenvolvimento de habilidades sociais, incentivo ao pensamento criativo, reforço do aprendizado e promoção da inclusão e de demais valores aos alunos.

No entanto, as dinâmicas também podem ser benéficas para os próprios professores em vários aspectos. Confira os principais deles.

Desenvolvimento pessoal

As dinâmicas podem ajudar os professores a desenvolverem habilidades interpessoais e sociais; como comunicação, liderança e trabalho em equipe; que podem ser úteis — não apenas na sala de aula, mas também em outras áreas das suas vidas. A dinâmica para professores pode promover reflexões, melhorar o relacionamento interpessoal do corpo docente, aumentar a empatia entre educadores e estudantes e até mesmo reduzir o estresse do dia a dia.

Motivação

PSC

Essas atividades podem ser uma forma de motivar os professores e aumentar o seu engajamento e satisfação no trabalho, tornando as atividades mais interessantes e desafiadoras. Nos encontros do corpo docente, por exemplo, a aplicação de uma dinâmica pode ser útil para quebrar o gelo, aumentar a integração e os laços de amizade, favorecer o companheirismo e a ajuda mútua e promover reflexões sobre assuntos específicos.

Desenvolvimento profissional

Esses exercícios podem ser também uma forma de aprimorar as habilidades e competências dos professores, permitindo-lhes experimentar novas técnicas pedagógicas e aperfeiçoar a sua prática docente. Dessa forma, podem ser realizadas dinâmicas que exercitem a empatia, a escuta ativa, a gestão do tempo, a habilidade de avaliar e dar feedbacks, o trabalho em equipe, a resolução de conflitos, a adaptabilidade, a criatividade, a ética profissional, a inclusão, entre outros.

Em resumo, as dinâmicas podem trazer benefícios tanto para os alunos quanto para os próprios professores, ajudando-os a desenvolver habilidades pessoais e profissionais, aumentando a motivação e o engajamento no trabalho e reduzindo o estresse e a tensão do dia a dia escolar.

5 exemplos de dinâmicas para professores e educadores

Conheça alguns exemplos de dinâmicas muito interessantes que podem ser usadas em escolas e instituições que oferecem cursos para educadores, de modo a aprimorar ainda mais a comunicação, trabalhar a motivação e inspirar o trabalho em equipe.

  • Dinâmica do espelho

  • Objetivo

Incentivar a autovalorização dos profissionais presentes. Para manter o suspense em relação ao que será revelado, antes de iniciar, pergunte se alguém já participou desse exercício. Em caso afirmativo, peça que a pessoa fique apenas ajudando o grupo e oferecendo suporte durante a atividade.

  • Instruções

Para realizar a atividade, são necessárias caixas com espelhos dentro. Reúna o grupo em um círculo e distribua as caixas, mas peça que todos mantenham as embalagens fechadas. Um instrutor deve conduzir a brincadeira, e todos devem seguir as suas ordens. Depois que todos receberem as caixas, o condutor deve estimular a curiosidade do grupo, dizendo que ali dentro daquela caixa há uma imagem de uma pessoa essencial e muito valiosa para todos naquele grupo de professores.

Em seguida, o guia deve chamar algumas pessoas à frente, individualmente, para abrirem a sua embalagem e, sem revelar o que há dentro dela ainda, perguntar a cada educador sobre as principais qualidades, talentos e propósitos de vida da pessoa dona da imagem que está ali. É importante deixar claro que todos devem falar em terceira pessoa, evitando que alguém perceba que estão falando de si mesmos.

Todos ficarão surpresos ao tentar adivinhar de quem a pessoa está falando e, ao abrirem a sua própria caixa, terão também a oportunidade de refletir sobre as suas próprias competências, habilidades e sonhos. Isso ajuda os mestres a identificarem os seus diferenciais, atributos e missão de vida, estimulando o seu processo de autoconhecimento e promovendo o empoderamento profissional e pessoal.

  • Dinâmica do barco

  • Objetivo

Comunicar-se com eficácia é preciso, ainda mais quando trabalhamos em ambientes coletivos, em que a integração é essencial para a construção de bons resultados. Nesse sentido, a dinâmica do barco é um poderoso instrumento de conscientização sobre o valor da comunicação positiva no ambiente de trabalho dos nossos mestres.

  • Instruções

Para realizá-la, o material a ser usado consiste apenas em folhas de papel em branco e um cronômetro. As pessoas devem ser divididas em 3 grupos. Inicialmente, cada grupo deve receber 10 folhas, e o objetivo é fazer um barquinho no tamanho recomendado.

No total, serão 10 minutos de dinâmica, e, a todo o momento, os grupos devem ser monitorados por supervisores que avaliarão se eles estão ou não segundo as regras. Nos primeiros 3 minutos, os participantes não poderão se comunicar verbalmente. Deverão usar apenas a mímica e terão que usar a criatividade para se entenderem e decidirem como ou quem fará o barco.

Nos 3 minutos seguintes, apenas o líder do grupo está liberado para falar e instruir a sua equipe sobre como construir a embarcação de papel. Nesse momento, todos devem estar atentos aos seus direcionamentos. Nos 4 minutos finais, todos são finalmente liberados para se comunicar e precisam aproveitar o tempo para alinhar os últimos detalhes e entregar a tarefa corretamente.

Para finalizar, os instrutores devem apresentar os seus relatórios sobre os grupos e chamar os líderes para exibirem os seus projetos. Esse é o momento de decidir quem venceu a competição, mas, mais importante do que isso, é ouvir sobre as dificuldades enfrentadas e superadas, as estratégias adotadas e como o trabalho em equipe foi importante. 

Aqui, o ponto alto é essa reflexão sobre a importância da comunicação clara e precisa e da colaboração de todos para que as metas e objetivos do grupo sejam alcançados.

  • Dinâmica do lado positivo

  • Objetivo

Explorar o lado positivo das experiências ruins vividas pelo profissional pode ser interessante. Pode ser em sala de aula, algo que tenha ocorrido no início da carreira, enfim, qualquer experiência ligada ao ofício de educador. Assim, por meio deste exercício, os participantes entenderão a importância de ver o lado bom das coisas. As situações mais delicadas podem servir para fazer uma pessoa se tornar consciente em relação à sua força e aprender lições poderosas.

  • Instruções

Os participantes deverão formar duplas, e um deve contar ao outro alguma experiência que tenha vivido na carreira como professor que seja considerada negativa e/ou desafiadora. Em seguida, o instrutor pedirá para que abordem o mesmo assunto de outra forma, buscando pontos positivos da situação apresentada anteriormente. Depois, trocam-se os lados: aquele que ouviu é quem vai contar a sua história, repetindo o esquema anterior.

Em um segundo momento, todos os participantes são convidados a compartilhar as suas impressões sobre a atividade. Além da ideia de ressignificar fatos inicialmente negativos, a dinâmica também faz com que os professores percebam que aqueles fatos que pareciam acontecer exclusivamente com eles também ocorrem com os colegas, gerando identificação e união no grupo.

  • Dinâmica para fortalecer vínculos

  • Objetivo

Esta é uma ótima atividade para realizar uma integração entre a equipe de professores. Ela consiste em incentivá-los a encontrarem coisas em comum entre si. Assim, todos poderão se conhecer melhor e se apoiar no dia a dia na escola.

  • Instruções

Em duplas, os participantes deverão listar pelo menos 5 coisas em comum que têm com o parceiro. Podem ser fatos ligados ou não à profissão. Assim que todos terminarem, os participantes devem trocar de dupla, e o processo deve ser repetido até que todos os presentes tenham encontrado afinidades entre si.

Ao final da dinâmica, os participantes podem fazer uma conclusão, conversando de forma geral sobre os fatores que mais apareceram entre as coisas que têm em comum.

  • Dinâmica para troca de dicas de relaxamento

  • Objetivo

O dia a dia de um professor costuma ser exaustivo, física e mentalmente. Assim, é interessante que esses profissionais se cuidem e busquem formas de relaxar, a fim de manter o equilíbrio emocional. O objetivo desta atividade é que os presentes compartilhem formas de fazer isso, contando sobre o que fazem para se manterem bem emocionalmente, tanto no local de trabalho quanto em casa.

  • Instruções

Cada participante deverá compartilhar a sua dica para relaxamento. Pode ser um aplicativo de meditação, algum tipo de lazer, uma atividade física, e por aí vai. Assim, além de um incentivar o outro a cuidar da sua saúde mental, os participantes poderão estreitar os laços e identificar coisas em comum.

Dinâmica de acolhimento ao professor no ano letivo

  • Objetivo

O objetivo desta dinâmica para professores é promover uma acolhida aos professores no início do ano letivo. Esse processo é importante para que os professores que já estavam na escola no ano anterior se reencontrem, bem como para apresentar os profissionais recém-contratados para o ano que se inicia. Isso eleva a integração, a comunicação e as amizades dentro do corpo docente.

  • Instruções

Distribua uma folha de papel e uma caneta a todos os participantes da dinâmica. Oriente-os a escreverem na folha as suas expectativas para o ano que vai começar. Cada um deve escrever:

  • 2 coisas novas que eu quero tentar nesse ano;
  • 1 coisa do ano passado que eu quero deixar no ano passado;
  • 2 maneiras pelas quais eu posso melhorar como pessoa;
  • 4 coisas que eu posso fazer para tornar a escola um lugar melhor.

Coloque uma música motivacional de fundo enquanto os professores escrevem. Quando a música terminar, peça que um professor se voluntarie para compartilhar as suas respostas. Ao concluir, ele deverá convidar um colega para compartilhar as respostas dele, e assim sucessivamente. O procedimento deve continuar até que todos tenham participado. Após a fala de cada professor, entregue a ele uma lembrancinha de boas-vindas.

Para concluir, é interessante promover uma reflexão coletiva, citando as respostas que apareceram mais vezes.

Conclusão

Estes são alguns exemplos de dinâmica para professores e educadores, que são excelentes fontes de desenvolvimentos para os nossos mestres — tanto dentro do ambiente escolar como nas suas vidas, de forma geral. Coloque-as em prática e conquiste grandes resultados!

E você, ser de luz, já participou de alguma dinâmica parecida no seu ambiente de trabalho? Como foi a sua experiência? O que pensa a respeito desse tipo de atividade? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

Quer entender mais sobre o comportamento humano? Clique aqui e saiba mais!