Viver é simplesmente maravilhoso! Acredite nisso até mesmo nos momentos de dificuldade, tristeza e desmotivação. Esteja aberto, pois, quando assumimos uma postura positiva e alimentamos a nossa força interior, todas as experiências, mesmo as mais difíceis, nos ajudam a superar, crescer e evoluir.

Os altos e baixos estão presentes na vida de cada um de nós. Ninguém, seja rico ou pobre, está livre de sentir-se desmotivado. E por mais que muitos pensem o contrário, ter estes momentos de queda na motivação pessoal também é natural e benéfico ao crescimento de todo ser humano.

Vencendo a desmotivação

Aposto que você deve estar se perguntando aí: como estar desmotivado pode ter um lado positivo? Bem, ao longo da nossa vida, vivemos muitos momentos distintos. Alguns nos trazem alegrias, outros tristezas, e tudo isso vai moldando o nosso caráter, construindo as nossas emoções e nos trazendo mais e mais experiências.

Essas vivências também trazem reflexões que nos permitem rever a vida que estamos levando, os nossos comportamentos, ações e resultados. Essa autoanálise, por sua vez, é o que nos permite corrigir os erros e mudar aquilo que faz mal a nós e aos outros.

Perder para vencer

Para que visualize melhor o que estamos dizendo, pense na vida de um atleta, por exemplo. Reflita: quantas vezes ele precisa perder para vencer? Quantas vezes ele tem que buscar novas energias para manter-se motivado e continuar em busca de seus recordes, pódios, objetivos? Muitas!

Para chegar ao topo, é preciso vencer a desmotivação, manter o foco, fazer alguns sacrifícios e, especialmente, aprender a acessar toda a sua força interior. Com todos nós também é assim, pois só desse modo é possível alcançar o nosso estado desejado e ser feliz plenamente.

Esse empoderamento é o que permite vencer as crenças limitantes, os momentos de baixa confiança, a baixa autoestima e continuar acreditando. Além disso, quando confiamos em nossa capacidade, também temos mais condições de conquistar resultados extraordinários.

PSC

Lembre-se de que tudo depende do modo como você escolhe lidar com cada situação.  Escolha superar, vencer e conquistar a si mesmo! Ouse crescer com seus momentos de desmotivação, aprenda com eles e use tudo isso para recarregar as suas energias.

Com isso, você perceberá o quanto é capaz de superar os problemas, lidar com as dificuldades e conquistar seus objetivos. Acredite em si mesmo e vá à busca de tudo aquilo que deseja e merece ter em sua vida. Permita-se!

7 passos para manter a motivação pessoal lá em cima

A motivação é a nossa capacidade de enxergar benefícios futuros resultantes das nossas ações. É o caso de alguém que faz exercícios físicos para emagrecer, por exemplo. A motivação é a força interna que nos leva a superar os obstáculos para alcançarmos os nossos objetivos.

O problema é que, por maravilhosa que seja, a motivação precisa de reforço. É como um banho: precisamos tomá-la diariamente para que não desanimemos. Por isso, confira 7 passos para manter a motivação pessoal lá em cima!

1. Lembre-se dos seus sonhos

Uma pessoa que não sonha já deixou de viver. Por isso, quando as tarefas do dia parecerem exaustivas, lembre-se dos motivos pelos quais você as realiza. Estudar, trabalhar, limpar a casa, cuidar da família, fazer exercícios físicos… Tudo isso é feito em busca de uma vida mais saudável, feliz, financeiramente tranquila e com realização pessoal e profissional. Não se esqueça de seus propósitos!

2. Faça o que te faz feliz

Nas horas vagas, o que você faz? Mergulha na televisão? Perde horas e mais horas checando a vida dos outros nas redes sociais? Por que não orar, meditar, passear, ir ao parque, ouvir música, conversar com os amigos, cozinhar o seu prato preferido, fazer uma atividade física? Ter hobbies é um grande reforço motivacional. Assim, a vida não parece tão árdua, e você recupera as suas energias.

3. Invista em seu desenvolvimento pessoal

Nunca deixe de estudar, ler, viajar e aprender coisas novas. Quanto mais você adquire novos saberes, mais você renova as suas competências e habilidades, o que dará um novo “gás” para as suas conquistas. Também é bacana transmitir os seus conhecimentos aos mais novos. Isso lhe dará uma sensação de utilidade e plenitude, jamais permitindo que a motivação morra.

4. Faça planos

Pessoas motivadas conquistam os seus objetivos e logo determinam o próximo a ser alcançado. Conhecer um novo lugar, aprender um novo idioma, ser promovido, trocar de carro, enfim, o importante é fazer a sua vida entrar em movimento. A sensação de estar parado destrói a motivação. É como andar de bicicleta: quem não se move perde o embalo e cai!

5. Lembre-se das suas conquistas

Se em algum dia você não estiver se sentindo muito feliz ou realizado consigo mesmo, lembre-se de todos os desafios e dificuldades que você já superou. Somente uma pessoa forte, inteligente e resiliente seria capaz de vencê-los. Isso está em sua natureza e você, com certeza, continuará a fazer do progresso uma rotina.

Quantas vezes você se viu no meio de um problema que parecia ser o fim da linha, não é mesmo? No entanto, você o resolveu. Lembre-se do que você já superou e recupere a sua confiança na vida e em si mesmo!

6. Procure a serenidade

Uma prece popular diz que a serenidade consiste na aceitação das coisas que não podem ser mudadas, na coragem para mudar as que podem e na sabedoria para discerni-las. Assim, faça o melhor que puder, acredite em seu potencial, mas jamais perca a sua paz interior. Sem ela, não há motivação. Viva em paz e com harmonia, fazendo o que é certo e mantendo a consciência tranquila. Abrir mão dos seus valores não vale a pena.

7. Busque exemplos de sucesso

Além de lembrar-se das suas próprias superações pessoais, também é bastante motivador conhecer as histórias de superação de outras pessoas. Nos livros, na televisão, no cinema e na internet não faltam exemplos que servem como inspiração para todos nós. Consulte, por exemplo, a trajetória dos seus ídolos. A quantidade de pessoas de sucesso que passaram por momentos difíceis, sobretudo no início, é impressionante!

E você, querida pessoa, como avalia a sua motivação pessoal? Deixe o seu comentário no espaço abaixo. Por fim, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!