Existem diferentes tipos de inteligência humana, tendo esse tópico inclusive sido citado aqui no blog algumas vezes. Esses tipos são: o lógico-matemático, o espacial, o linguístico, o musical, o corporal, o intrapessoal, o interpessoal, o naturalista e o existencial. Todo mundo tem essas inteligências dentro de si, mas é comum que um ou outro tipo se destaque em cada indivíduo.

Mas e se você fosse capaz de ser bom em todos eles? Seria considerado um gênio? É o que acontece com Thomas Shelby, personagem da popular série Peaky Blinders. Metódico, perfeccionista, bem-sucedido em diferentes áreas da vida e equilibrado emocionalmente, Shelby desafia a crença comum de que quem é muito bom em algo costuma ser fraco em outros aspectos.

Essa inteligência global foi estudada e apresentada à comunidade científica pelo neurocientista luso-brasileiro Fabiano de Abreu. Ela foi batizada de DWRI e tem obtido repercussão internacional. Saiba mais sobre a inteligência DWRI neste artigo. Boa leitura!

O que é a inteligência DWRI e como se desenvolve?

DWRI é uma sigla em inglês para Development of Wide Regions of Intellectual Interference, que pode ser traduzido como: “Amplas regiões de interferência intelectual desenvolvidas”. Trata-se de uma classificação para um grupo de pessoas que não se enquadra nos tipos clássicos de inteligência, pois todos eles são bem desenvolvidos nesses indivíduos.

Esse perfil é desenvolvido com base em perfil genético, interesses e experiências individuais ao longo da vida, culminando nesse aspecto global de inteligência. Dessa forma, como os tradicionais testes de QI não são tão complexos quanto a vastidão das inteligências humanas, um QI alto não necessariamente significa DWRI.

Ainda que esse tipo super completo de inteligência tenha fatores hereditários envolvidos, há fatores externos que também contribuem com a evolução desse perfil, como: apoio familiar, boa nutrição, equilíbrio emocional, entre outros. Mesmo que o indivíduo com DWRI seja alguém capacitado em diferentes áreas, ele precisa trabalhar essas habilidades para melhorar constantemente.

Quais são as principais características dessas pessoas?

Os indivíduos com inteligência DWRI apresentam características específicas. Na sequência, você vai conferir as principais utilizadas para identificar essas pessoas. Confira!

1. Comportamento precoce e autonomia

PSC

Já na infância, surgem os primeiros sinais de DWRI. O indivíduo apresenta algumas características que parecem à frente do que é comum e típico para a sua idade. Isso lhe confere um aspecto de ser precoce no desenvolvimento de diferentes habilidades. Além disso, desde cedo essas pessoas mostram uma grande busca pela autonomia, ou seja, pela capacidade fazer as coisas por conta própria, tentando minimizar a necessidade de ajuda. Por isso, preferem estudar ou trabalhar sozinhos.

2. Curiosidade e criatividade

Outros dois aspectos que são desenvolvidos ainda desde a infância são a curiosidade e a criatividade. A criança com DWRI é curiosa por natureza, demonstrando vontade de aprender mais sobre diferentes áreas do conhecimento. Além disso, exibem também facilidade e rapidez nos processos de aprendizagem. Como é típico das pessoas com diferentes tipos de inteligência, são criativas e conseguem encontrar soluções inovadoras, mesmo nos problemas que demonstram ser mais complexos.

3. Alto grau de observação e percepção

As pessoas com DWRI são muito observadoras e perceptivas. Conseguem compreender pequenas mudanças em cenários diferenciados, mantendo um olhar crítico. São considerados exigentes e perfeccionistas, dando sempre o melhor de si em diferentes aspectos — desde a qualidade do trabalho que executam em sua vida profissional até a qualidade das roupas que vestem e a sua capacidade de socializar, por exemplo.

4. Bom senso de humor

Ao ler as descrições acima, talvez você tenha reforçado em sua mente o estereótipo das pessoas intelectuais, de que não têm bom senso de humor. Isso não é verdade no caso da inteligência DWRI, pois não podemos nos esquecer de que bom relacionamento interpessoal também faz parte desse complexo intelectual. Por isso, essas pessoas têm sensibilidade emocional e grande variabilidade de humor, sabendo a hora de falar sério e a hora de conduzir as relações de maneira mais descontraída.

5. Questionamento e reflexão

As pessoas com inteligência DWRI não se contentam com explicações simplórias e superficiais. Questionam aquilo que todos tomam como verdade e gostam de investigar as temáticas de forma mais profunda. Refletem sobre cada conhecimento que adquirem, relacionando a nova informação às demais que já fazem parte do seu repertório individual. Observam, questionam, analisam, investigam e refletem sobre cada nova informação que chega ao seu conhecimento.

6. Humildade e sociabilidade

Pessoas com inteligência DWRI são conscientes das suas capacidades, mas isso não as torna envaidecidas, narcisistas, egocêntricas, arrogantes, prepotentes e sem empatia. Muito pelo contrário, é exatamente por serem tão inteligentes que esses indivíduos compreendem que a empatia e a humildade favorecem a conexão emocional e intelectual com outras pessoas. Por isso, esses indivíduos gostam de socializar, por compreendem que esse processo pode ser vantajoso para eles.

7. Equilíbrio emocional

Por fim, as pessoas com inteligência DWRI também são consideradas muito equilibradas emocionalmente, com ponderação e com administração eficaz dos seus sentimentos, o que é benéfico para as suas relações sociais. Segundo Abreu, essas pessoas têm mais capacidade de superar traumas e barreiras emocionais. Isso permite que elas consigam planejar adequadamente o futuro, administrando desde já as suas ações e emoções para obter bons resultados.

Como o DWRI é avaliado?

Você se lembra dos tipos de inteligência que citamos no início do artigo? Bem, para que uma pessoa seja considerada possuidora de DWRI, é preciso testá-la em todos os tipos citados. A pessoa pode não ter desenvolvido todos eles, mas o teste certamente indicará facilidade no tema.

Assim, mesmo que uma pessoa com a inteligência DWRI não tenha, ao longo da vida, desenvolvido o hábito de cantar ou de tocar instrumentos musicais, o teste de inteligência musical indicará facilidade para detectar sons, ritmos e desenvolver coordenação motora nesse sentido, por exemplo.

Ainda que algum tipo de inteligência nunca tenha sido colocado em prática, portanto, a pessoa com DWRI tem essa habilidade dentro de si, podendo desenvolvê-la quando desejar, se comprometer-se a treinar. Comportamentos típicos, hábitos e traços dominantes da personalidade também são fatores a serem levados em consideração na detecção dessa característica.

A inteligência DWRI é considerada rara, de acordo com as pesquisas realizadas. Ainda assim, é satisfatório saber que existem pessoas com tantas capacidades elevadas dentro de si. Os estudos e os treinos de cada uma delas podem levar as pessoas a serem cada vez melhores, contribuindo com a criação de um legado em todas as áreas do conhecimento.

Gostou deste conteúdo? Então, deixe o seu comentário no espaço a seguir. Por fim, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!