Os líderes de sucesso são aqueles personagens que são verdadeiros ícones na história, tanto por sua personalidade marcante como por seus feitos incríveis — que, mesmo com o passar do tempo, ainda impressionam a humanidade por sua audácia, grandeza, coragem e ousadia para fazer diferente e conquistar o que ninguém antes havia conquistado.

Com certeza, todos nós temos essas referências, alguém que nos inspira de alguma maneira a lutar pelos nossos sonhos e ideais e a sermos vencedores em nossa vida também. Mas, o que faz de uma pessoa uma referência em liderança? Quais são as características que mostram seus atributos? E quais são os comportamentos e resultados que se espera de um verdadeiro líder? É o que vamos descobrir na leitura a seguir. Siga em frente e saiba mais!

Conheça os passos que vão te tornar um Líder Extraordinário!
Clique aqui e baixe meu ebook “Leader Coach”!
É um presente!

Exemplos de grandes líderes de sucesso

1. A oratória de Martin Luther King Jr.

Uma das características mais marcantes de um líder de sucesso é o seu carisma, pois isso, aliado a uma excelente oratória, é o que faz com que as pessoas parem para ouvir as suas ideias, acreditem nos seus argumentos e sintam-se inspiradas por ele a segui-lo ou mesmo a defender as suas filosofias.

Martin Luther King Jr. é um perfeito exemplo de um grande comunicador carismático, que, por meio da força das suas palavras, mobilizou a população negra dos Estados Unidos a lutar por direitos iguais e contra a segregação racial. Teve que ter muita persistência, determinação e a certeza de seu propósito de vida para lutar contra as agressões sofridas e continuar.

2. A resiliência de Nelson Mandela

Ainda falando sobre as características positivas das grandes lideranças da história, podemos dizer que a resiliência de Nelson Mandela também é um dos elementos que o tornaram um líder de sucesso. Mesmo sendo preso injustamente por mais de 30 anos, tendo seu filho sido morto pelo movimento segregacionista da África do Sul (que durou 46 anos), tendo perdido amigos e sendo difamado publicamente, ele não deixou de lutar e de acreditar que todos em seu país deveriam ser tratados de forma igual.

PSC Renascimento

Com tantos desafios, “Madiba”, como é chamado em um dos dialetos africanos, seguiu forte, valente, resiliente (física e mentalmente) e não desistiu jamais do seu ideal. Ao sair da cadeia, tornou-se presidente do seu país, acabou com o Apartheid (o regime de segregação racial existente) e ajudou a escrever novas páginas na história da sua nação.

3. O caráter e o equilíbrio emocional de Mahatma Gandhi

E o que falar da força Mental e de caráter de Mahatma Gandhi, que liderou o movimento pela libertação da Índia, sem jamais usar de força física ou violência armada para mobilizar as pessoas a lutarem junto contra a opressão inglesa? A sua escolha pela “Não Violência” até hoje impressiona o mundo, pois quem iria para uma “guerra” de mãos vazias, apenas com a munição de uma consciência que pregava a paz e o direito à liberdade?

Hoje em dia, com tantas guerras na história do planeta e em meio a dezenas de conflitos que ainda matam pessoas ao redor do mundo, o seu exemplo é verdadeiramente inspirador, pois nenhum homem tem o direito de tirar a vida de outro para defender as causas em que acredita.

Com certeza, os nomes acima são verdadeiramente inspiração para todos nós. Por isso, devemos agradecer-lhes por suas caminhadas, por suas lutas, por suas vitórias, e pelo que conquistaram e até hoje ensinam a todos nós!

Todo bom líder deve estar em equilíbrio consigo mesmo para motivar a sua equipe.

Faça o nosso teste para descobrir se você é feliz!

O que se espera de um líder moderno?

Ser um gestor é ser um líder, e a liderança moderna exige que algumas competências e habilidades sejam desenvolvidas e postas em prática. Além de inspirar-se nos nomes já citados em nas suas brilhantes características, é importante desenvolver outras habilidades. Há quem já nasça com algumas dessas características, mas elas também podem ser desenvolvidas ao longo do tempo. Vamos a elas?

1. Planejamento

É impossível, no século XXI, conduzir a vida profissional com base no “fazer o que for surgindo”. Se objetivos foram definidos, cabe aos líderes definir os prazos, os recursos que serão necessários, a delegação de tarefas, enfim a organização do tempo e do espaço. Além do conhecimento técnico, gestores e colaboradores devem entrar em sintonia para organizar todo e qualquer projeto.

2. Análise — antes, durante e depois

Gerir uma empresa ou departamento é um exercício constante de analisar problemas e oportunidades sob diferentes pontos de vista. Assim, conversando com os funcionários, fica mais fácil chegar a uma solução, executá-la e avaliar se o desempenho correspondeu ao esperado.

É assim que as empresas progridem: analisando, fazendo e avaliando o que foi feito. Se deu certo, pode-se repetir a estratégia. Se deu errado, é preciso planejar uma nova tática.

3. Clareza na comunicação

Todos os membros da equipe precisam saber qual é o objetivo comum e de que forma cada um deles será útil no projeto, bem como o prazo que deve ser cumprido. É função do gestor transmitir essas informações de forma clara e objetiva, bem como tirar dúvidas e prestar auxílio nas atividades, sempre que necessário. Assim, problemas são prevenidos, conflitos são evitados, e o trabalho segue fluindo bem.

4. Capacidade de negociação

Um bom líder deve defender os interesses de sua equipe e de seu setor, além de saber unir e motivar todos os membros. Os grandes líderes deste artigo souberam fazer isso muito bem. Por isso, em qualquer reunião que surja, esse profissional deve ser persuasivo, enfático e ter as informações necessárias para convencer as pessoas ao seu redor. Esse poder de influência ocorre quando as ideias são expostas com clareza e ênfase.

5. Motivação

Qualquer líder precisa ter garra e energia para conduzir os seus colaboradores, estimulando neles essa mesma motivação. Imagine se Nelson Mandela não fosse altamente motivado pelos seus ideais? Se cada membro do time compreender que é importante e que é capaz de realizar aquilo que lhe for proposto, sentindo-se amparado, fatalmente será mais empenhado e produtivo. Um bom gestor faz com que cada membro da sua equipe perceba a sua importância.

6. Acessibilidade

Hoje em dia, existem muitas formas de se comunicar: pessoalmente, por telefone, e-mail, mensagem de texto, entre outros. Um líder competente é acessível aos seus liderados, ou seja, deixa abertos esses canais de comunicação para auxiliar a execução de cada atividade. Essa acessibilidade constrói uma relação de confiança mútua, tão fundamental para o trabalho em equipe.

E você, ser de luz, qual líder ou quais líderes mais o inspiram? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!