Que tipo de profissional você é? Como as pessoas à sua volta veem você? Que tipo de imagem você transmite para elas? Como está o seu marketing pessoal?

Se você nunca ouviu falar nesse assunto, saiba que o marketing pessoal é fundamental para qualquer profissional, pois trata da sua imagem perante as outras pessoas. A forma como você se porta diante dos outros, a sua maneira de falar, o seu comportamento, as suas principais características e até mesmo a sua vestimenta dizem muito a seu respeito. Cuidar bem da imagem é uma estratégia eficaz para aqueles que desejam ser notados de forma positiva.

Dessa forma, assim como o marketing tradicional consiste em uma série de ações estratégicas para que as marcas pareçam cada vez mais autênticas, atrativas e responsáveis perante a sociedade; o marketing pessoal consiste em estratégias para que as pessoas comuns também possam construir uma imagem mais poderosa junto às pessoas ao seu redor, o que impulsionará as suas carreiras.

Assim, é possível constatar que as ações desse tipo tão particular de marketing vão ao encontro do desenvolvimento pessoal e também dos alcances de objetivos profissionais, afinal de contas, a sua imagem e a sua identidade são essenciais para o seu crescimento na atualidade.

Potencialize suas habilidades e permaneça em constante
desenvolvimento! Clique aqui e descubra como isso
é possível! Acesse “Tudo sobre Coaching”!

8 dicas de marketing pessoal

Agora que você já compreende o conceito de marketing pessoal, provavelmente está se perguntando quais são exatamente as ações estratégicas que uma pessoa pode adotar para “vender” a própria imagem, não é mesmo? Nesse caso, confira as dicas a seguir!

1. Estabeleça a sua missão, visão e valores

Missão, visão e valores são os três elementos que constituem a identidade de qualquer empresa. Aliás, se você acessar os sites das instituições, provavelmente encontrará esses itens em muitas delas. Assim, o marketing pessoal propõe que você também defina esses itens para si mesmo, individualmente.

PSC

Defini-los é uma maneira de estabelecer os seus objetivos e qual é a imagem que você deseja transmitir em sociedade. Assim, esse é o primeiro passo para as suas ações de marketing pessoal. Revisando:

  • Missão: é o propósito de existência de uma pessoa (física ou jurídica);
  • Visão: é como a pessoa (física ou jurídica) deseja ser vista em alguns anos;
  • Valores: é o conjunto de princípios que orientam as suas atitudes.

2. Conheça a si mesmo por meio da matriz SWOT

A matriz SWOT é uma ferramenta muito utilizada nas empresas para analisar o momento que elas estão vivendo e diagnosticar os possíveis problemas e desafios que têm a resolver. Assim como fazem as instituições, essa análise também pode ser realizada pelas pessoas, individualmente.

A análise SWOT é composta por quatro quadrantes, de acordo com as definições a seguir:

  • S — Strengths (forças): todos os seus pontos positivos;
  • W — Weaknesses (fraquezas): todos os seus pontos que ainda precisam se desenvolver mais;
  • O — Opportunities (oportunidades): todas as circunstâncias externas (que não dependem de você) e que podem ser benéficas para o alcance dos seus objetivos;
  • T — Threats (ameaças): todas as circunstâncias externas (que não dependem de você) e que podem prejudicá-lo no alcance dos seus objetivos.

Analisar essas informações permitirá que você identifique quais vantagens você tem em relação aos seus concorrentes no mercado de trabalho e em quais pontos você precisa melhorar.

3. Divulgue o seu trabalho

Se você já tem uma carreira em andamento, é importante que você encontre meios de divulgar o que você faz. Escritores e redatores, por exemplo, costumam divulgar os seus blogs na internet. Consultores, médicos, advogados e empreendedores quase sempre têm sites ou perfis profissionais em redes sociais, onde compartilham os seus conhecimentos.

Além disso, há profissões especificamente voltadas para a arte (artistas visuais, designers, estilistas, arquitetos, publicitários etc.) que constroem portfólios, ou seja, plataformas (físicas ou digitais) para compilar os seus trabalhos mais bem-sucedidos.

Construa uma identidade visual própria, crie um currículo bem diagramado e de fácil compreensão. Juntamente com a divulgação dos seus melhores trabalhos, esses itens permitirão que você construa uma imagem vencedora.

4. Faça networking

Outra dica importante é nos lembrarmos de que tudo fica mais fácil quando podemos contar com outras pessoas. Por isso, faça networking, ou seja, construa e mantenha ativa uma rede de contatos profissionais. Essas pessoas podem representar parcerias de sucesso, em que você as ajuda com os seus conhecimentos, e elas o ajudam com os conhecimentos delas.

Para fazer networking, participe de grupos profissionais no Facebook, tenha um perfil atualizado no Linkedin (rede social exclusivamente voltada ao desenvolvimento profissional) e participe dos eventos presenciais da sua área (feiras, exposições, treinamentos, palestras etc.).

5. Desenvolva os seus conhecimentos e habilidades

Outro ponto importante a ser destacado quando se fala de marketing pessoal diz respeito às suas principais características e habilidades. Reflita sobre seus pontos fortes e de melhoria e procure aprimorá-los cada vez mais. Para isso, o coaching, poderosa metodologia de desenvolvimento humano, pode ser um excelente aliado, pois visa ao aprimoramento de competências e ao alcance de grandes resultados em um curto espaço de tempo.

Além disso, para ser visto com “bons olhos”, principalmente diante de seus colegas e superiores, seja solícito sempre que puder e, ainda, esteja sempre aberto para aprender. A humildade faz de você um grande profissional e abrirá muitas portas. Aproveite cada ensinamento, curso, treinamento, palestra e leitura que realizar.

6. Comunique-se com clareza

Outro item fundamental para um marketing pessoal eficaz é procurar desenvolver uma comunicação clara, objetiva e eficiente. Uma boa comunicação é extremamente importante para qualquer profissional que busca ser bem-sucedido. Por isso, tenha cuidado com o seu vocabulário e evite usar gírias e palavras de baixo calão. Mostrar seriedade e domínio do que diz é essencial.

Além da comunicação oral, lembre-se de que o corpo também fala. Por isso, atente-se à sua postura no dia a dia de trabalho, bem como aos seus gestos e expressões faciais. Além do mais, certifique-se de encontrar sempre o canal de comunicação mais adequado às situações. Caso escolha um meio de comunicação por escrito, como um e-mail ou mensagem por celular, faça uma revisão gramatical antes de enviar aos seus colegas ou supervisores.

7. Participe de projetos de destaque

Se você já trabalha ou ao menos se já tem uma área profissional definida, fique atento aos estágios, programas de trainees e projetos de enriquecimento curricular que algumas instituições oferecem.

Se você ainda estuda e nunca trabalhou, é possível começar a construir a sua carreira e a sua bagagem profissional por meio de empresas experimentais (como as que algumas universidades criam), iniciativas empreendedoras e até mesmo pelo trabalho voluntário. Muitas organizações filantrópicas gostariam dos seus serviços, em troca de divulgar você. É uma forma de ganhar experiência e de construir a sua imagem profissional.

8. Cuide da sua aparência

Manter uma boa imagem é importante não só quando se trata da vida profissional, mas também da vida pessoal. A aparência diz respeito à forma como você deseja ser visto pelos outros. Por isso, procure tomar cuidado com as questões de higiene e vestimentas, principalmente quando se trata do seu local de trabalho.

Recomendações para os homens: barba bem aparada, unhas limpas e cortadas, utilização de calças e camisas (ou camisetas, se a empresa permitir). Recomendações para as mulheres: cabelos penteados, maquiagem sem exageros, unhas limpas e bem cortadas, cuidado na utilização de roupas transparentes ou com decotes profundos.

Em todo caso, verifique o código de vestimenta que a sua empresa adota. Uma dica de marketing pessoal bastante recomendada é: vista-se de acordo com o cargo que você almeja, e não com o que você já tem.

O marketing pessoal, como você pode ver, é um conjunto de ações para que você cuide da sua “forma” e do seu “conteúdo”, tornando-se um “produto” de valor identificável e apreciado pelas empresas. Essas estratégias podem abrir muitas portas em sua vida profissional e até mesmo pessoal!

E você, querida pessoa, tem seguido as dicas de marketing pessoal? Quais delas tem posto em prática? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Por fim, compartilhe este artigo nas suas redes sociais, disponibilizando essas dicas a quem mais possa se beneficiar delas!