Assistir a um filme pode ser uma ótima maneira de distrair a mente e relaxar após um dia cansativo de trabalho.  Muitos filmes nos inspiram e emocionam e, não por acaso, mesmo tendo uma agenda cheia de compromissos, é interessante reservar um pouco do seu tempo para ter esses momentos especiais. Existem algumas histórias de cinema que são verdadeiras sessões de coaching, pois nos ensinam lições valiosas sobre a vida e sobre nós mesmos.

É exatamente esse o caso do filme “Poder além da vida”, uma produção que traz uma história cheia de significados do começo ao fim. Se já assistiu ou se ainda pretende ver o longa, convidamos você a conhecer, neste artigo, um pouco mais sobre o enredo e enxergar além do que as cenas mostram. Continue a leitura e saiba mais!

Um pouco do filme “Poder além da vida” — sem spoilers!

Trata-se da história real de um jovem ginasta chamado Dan Millman. Com um futuro promissor no esporte, ele tem como meta participar das Olimpíadas e, claro, ser campeão. 

Apesar de ser um atleta brilhante, na vida, o seu comportamento não é nada exemplar, pois desrespeita colegas e não hesita em passar por cima de outras pessoas para alcançar os seus objetivos. Só que a sua carreira e a sua vida se transformam quando ele sofre um grave acidente e fica impossibilitado de continuar a treinar e competir. Uma virada e tanto sobre os seus planos ambiciosos.

A vida de Dan passa por uma nova mudança com a chegada de um homem misterioso chamado Sócrates, que ele havia conhecido um dia antes de se acidentar. Sem querer dar spoiler, mas já que estamos falando do filme, podemos revelar que esse novo amigo começa a ensinar ao garoto a importância do autoconhecimento, de ter valores positivos e de não desistir dos sonhos. Ao assistir ao filme, é possível aprender uma nova lição a cada cena e levá-la para a vida.

Principais lições ensinadas pelo filme “Poder além da vida”

Cada pessoa poderá aprender lições diferentes ao assistir ao filme “Poder além da vida”. Na sequência, você vai conferir alguns dos ensinamentos que podem ser extraídos da história.

Lição 1: a importância de viver o agora

Com a correria do dia a dia, as pessoas buscam cada vez mais realizar diversas tarefas de forma simultânea e, com isso, por vezes, não conseguem se dedicar plenamente a nenhuma delas. Quantas vezes você ficou mexendo no celular respondendo mensagens enquanto estava conversando com um amigo ou familiar? O mesmo vale para a sensação de que a semana passou voando e o fato de não conseguir se lembrar de acontecimentos recentes.

PSC

Todos esses comportamentos são decorrência de uma vida sempre focada no futuro, em que se vive no piloto automático, deixando de desfrutar do momento presente. Por meio do filme, é possível ver na prática o quanto é importante viver o aqui e agora e valorizar aquilo que temos. Quando aprender a se conectar com a jornada e aproveitar cada etapa dela, você verá que a vitória é uma consequência, que foi exatamente o que aconteceu com Dan em relação às Olimpíadas.

Lição 2: a necessidade de aceitar que todos estamos sujeito a falhas

O personagem do filme era considerado o melhor atleta do seu grupo e uma grande promessa para ganhar os Jogos Olímpicos. Isso fez com que ele se acostumasse a ser visto sempre como um campeão, alguém que é infalível. Então, para ele, era ganhar ou ganhar, e não havia outra opção, pois falhar significava se sentir humilhado perante os colegas.

Ser uma pessoa determinada para alcançar os seus objetivos é muito bom, contudo, é importante sempre ter em mente que todos estamos sujeitos a falhar, e isso faz parte do próprio processo de crescimento. 

Além disso, o medo de cometer erros pode ser um grande gerador de crenças bloqueadoras, que impedem um indivíduo de agir. Portanto, dê o seu melhor em tudo o que fizer, mas tenha humildade para reconhecer quando falhar e saiba aprender com os erros, tornando-se cada vez mais forte.

Lição 3: a busca pela felicidade como meta contínua

Muitas pessoas condicionam a felicidade a algum acontecimento especial, como atingir determinado patamar na vida profissional ou ganhar as Olimpíadas, como no caso do filme. Contudo, o verdadeiro sentido de ser feliz está muito além disso. Essa lição tem uma forte ligação com a primeira, pois se refere à importância de aproveitar a jornada, em vez de esperar chegar ao destino que deseja para sentir-se satisfeito.

Alcançar metas que nos esforçamos para atingir é um grande motivo de alegria. Entretanto, nada poderá proporcionar a felicidade por completo se ela não viver dentro de você. Por isso, é muito importante se conhecer, entender os seus sentimentos e emoções e buscar ser feliz com as pequenas coisas também. Assim, conseguirá se fortalecer para ir atrás dos seus sonhos.

Um exemplo associado ao filme: é claro que ser campeão olímpico é uma meta que trará felicidade. No entanto, o esportista também deve ser feliz pelo simples ato de praticar o esporte que ama diariamente. É importante alcançar esse bem-estar não só nos resultados, mas também no processo como um todo.

Lição 4: a autoconfiança: acreditar no próprio poder

Uma lição bastante forte do filme é a importância de acreditar em si, mesmo quando as pessoas ao redor dizem o contrário. Todos podem, de alguma forma, fazer a diferença, para a sociedade de uma forma geral, entre aqueles que amam ou na sua respectiva área de atuação. Cada ser é único e tem a sua luz, inclusive você, então acredite no seu potencial.

Assim como o personagem do filme conseguiu acreditar em si mesmo e despertar o seu poder interior para conquistar o que desejava, você também pode. Todos têm pontos fortes e outros que podem ser perfeitamente desenvolvidos e aperfeiçoados. Assim, aprenda a identificá-los e dê o seu melhor. Você conseguirá alcançar tudo o que sonha!

Lição 5: a diferença entre o conhecimento e a sabedoria

Dan Miller tinha um vasto conhecimento sobre o esporte que praticava, então, em se tratando de técnica, ele era um verdadeiro expert. Contudo, faltava a ele a sabedoria para aprender a lidar com outras situações da vida, como, o fato de se desconcentrar nos treinos e se deixar levar por crenças limitantes. Por meio dos ensinamentos do amigo Sócrates, ele começou a mudar a sua forma de pensar, adquirindo a sabedoria que faltava.

Imagine que você é um profissional que tem um currículo excelente, com diversas qualificações e experiências, mas que se sente inseguro perante novos desafios. Esse é um bom exemplo de situação em que a sabedoria mostra a sua importância. O melhor caminho para conquistá-la é através do autoconhecimento, pois, assim, você conhecerá todo o seu potencial e saberá que é capaz. O conhecimento é técnico, mas a sabedoria vem das experiências de vida, inclusive dos erros.

Que tenha gostado das lições que selecionamos e que assista ao filme para descobrir tantos outros ensinamentos que ele pode trazer à sua vida. Se você já assistiu, deixe o seu comentário no espaço a seguir, contando o que achou a respeito da história e o que aprendeu com ela. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!