O coaching é uma metodologia que ajuda as pessoas a alcançarem os seus objetivos. Com base em diversos conceitos da administração, da psicologia e de outras áreas do saber, o seu propósito é despertar o autoconhecimento, de modo que o indivíduo seja capaz de definir o seu estado desejado e planejar o alcance dessa meta estrategicamente.

Ao longo desse processo, o coachee (cliente) se encontra por diversas vezes com o coach (mentor) em várias sessões. Neste artigo, você vai entender como funcionam as sessões de coaching e como o programa pode ser organizado. Ficou curioso? Então, continue a leitura a seguir e saiba tudo sobre o assunto!

Como funcionam as sessões de coaching?

Uma sessão de coaching é feita por meio de encontros semanais, quinzenais ou mensais. Isso depende do acordo que é firmado entre o coach e o coachee. A sessão não tem uma duração estabelecida de forma fixa e imutável, podendo variar desde 1 hora até 2 horas ou mais.

Durante o tempo da sessão, o coach incentiva o coachee a identificar os seus valores essenciais e o leva a demonstrá-los, incentivando uma conduta de integridade pessoal. O coach desafia o coachee a “sonhar acordado”, gerando para si um olhar de futuro que o anime a usar toda a sua energia para a concretização do que almeja.

Esse auxílio, ou seja, essa relação positiva entre o coach e o coachee é essencial para que o cliente consiga acessar o seu melhor e desenvolver as capacidades e habilidades que o levem a conquistar realmente o seu estado desejado ao final do processo.

Como as sessões estão organizadas?

O processo de coaching tem início quando o indivíduo pensa em conquistar algo, mas não sabe exatamente como. Ele é concluído quando esse objetivo é alcançado. Para que isso seja possível, diversas sessões são realizadas, sendo que elas estão divididas em 5 etapas, na sequência que você vai conferir a seguir.

1. Apresentação e alinhamento

PSC Renascimento

As primeiras sessões do processo são destinadas às apresentações, de modo que o coach e o coachee possam se conhecer melhor. Nesses encontros iniciais, são discutidos os objetivos do processo, conhecendo o estado atual do coachee e definindo o seu estado desejado. A partir daí, a dupla consegue definir aproximadamente a quantidade e a duração das sessões, bem como os horários, datas, valores e locais de realização.

2. Autoconhecimento e identificação do estado atual

Na segunda etapa, o coach conversa com o coachee para entender melhor o momento atual dele: o que ele faz, como é o seu estilo de vida, quais são as suas forças, quais são os seus pontos de desenvolvimento, como é a sua personalidade e o que ele espera do processo. Para isso, também podem ser utilizadas dinâmicas, testes e entrevistas que proporcionam esse mergulho no autoconhecimento. Conhecendo a si mesmo, o indivíduo descobre a sua missão de vida e define objetivos mais congruentes.

3. Apresentação da metodologia e definição do estado desejado (objetivo)

Após essa fase de conhecimento e descobertas, o coach explica ao coachee como funciona o seu modelo de trabalho e como ocorrerão os encontros (métodos, ferramentas etc.). Nessa fase, ainda, os dois devem definir o objetivo a ser alcançado pelo coachee — que deve ser específico, mensurável, realista, relevante e com um prazo aproximado para a realização. Assim, ficam estabelecidos um ponto de partida e um ponto de chegada ao longo do projeto.

4. Planejamento estratégico

A quarta fase é importantíssima, pois consiste no planejamento estratégico do coaching. O planejamento estratégico é um detalhamento, passo a passo, de tudo o que será feito para ajudar o coachee a deixar o estado atual e alcançar o estado desejado. É o momento de definir os conhecimentos a serem aprendidos, as habilidades a serem treinadas, as crenças a serem substituídas, os hábitos a serem modificados etc. Tudo é colocado no papel, respeitando uma boa gestão do tempo.

5. Orientação contínua (avaliações de desempenho e feedbacks)

Nas sessões seguintes, cabe ao coachee colocar em prática tudo o que estiver no planejamento, semana após semana. Ele deve dar satisfações do seu progresso e apresentar resultados ao coach a cada sessão, de modo que falhas seja corrigidas e pontos de melhoria sejam aproveitados. Nesses encontros, além do feedback técnico, o coach também oferece novos conhecimentos e suporte emocional para manter em alta a motivação do coachee, até que o objetivo em questão seja alcançado.

O processo de coaching pode durar 10 sessões para que os resultados sejam alcançados, ou já ser resolvido logo no segundo encontro. Isso depende da disponibilidade, do empenho e da motivação do coachee com a sua meta. Quanto mais envolvido no projeto ele estiver, maiores serão as suas conquistas. Dessa forma, caso deseje dar continuidade, ele também pode aproveitar as sessões faltantes para trabalhar em outros objetivos referentes a diferentes áreas da sua vida.

Quais são os benefícios das sessões de coaching?

Tudo em uma sessão de coaching se inicia pela capacidade que o coach apresenta de formar o campo relacional gerado pelo rapport. Para que isso aconteça, é necessário que o coach acompanhe e conduza o seu coachee, estabelecendo uma relação de confiança e um atendimento empático e humanizado.

Mais do que acompanhamento, um coach precisa sentir as palavras do coachee, buscando sempre sentir as mesmas sensações dele. Por isso, uma sessão de coaching é um processo que utiliza técnicas, ferramentas e recursos de diversas ciências: é um mix.

Trata-se de um processo que produz mudanças positivas e duradouras, sendo uma oportunidade de visualizar de maneira clara os pontos individuais. Isso pode aumentar a confiança e quebrar barreiras e limitações, fazendo com que as pessoas atinjam o seu potencial máximo e alcancem as suas metas.

Nesse processo, o cliente leva questões da sua vida ao coach, enquanto este o estimula a identificar as respostas, conduzindo-o à busca de soluções por meio das suas próprias habilidades. No âmbito profissional, o processo leva o indivíduo a reconhecer as suas competências, a estabelecer metas e a desenvolver uma estratégia para planejar a sua carreira em sinergia com os seus propósitos pessoais.

Assim, podemos concluir que as sessões do processo de coaching são poderosas formas de alavancar os resultados pessoais e profissionais de todo ser humano que deseja ir além.

Conheça melhor essa metodologia e todos os benefícios que ela pode trazer para as mais diversas áreas da sua vida. O coaching é completo e, em todos os sentidos, pode trazer evolução, autoconhecimento, bem-estar, autossatisfação e prosperidade na sua jornada. Permita-se!

Gostou deste conteúdo? Então, deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!