Instagram, Twitter, Pinterest, Facebook, TikTok, entre outros. Afinal, onde eu publico o meu conteúdo? A primeira e mais óbvia resposta é: onde o seu público estiver. Se as pessoas com as quais você deseja se comunicar constituem um público mais jovem, extremamente ativo no TikTok, é lá que você deve concentrar os seus esforços.

No entanto, as coisas nem sempre são assim tão claras. Na verdade, na maioria das vezes, não sabemos onde encontrar a nossa audiência. Por isso, grande parte das empresas alterna as suas publicações entre as diferentes redes sociais existentes. Aos poucos, elas percebem quais canais oferecem os melhores retornos e, assim, dedicam-se mais a eles.

Neste artigo, você vai compreender melhor as características e o perfil de usuários de cada uma das mais populares redes sociais da atualidade. Utilize este conteúdo como um guia de referência na hora de tomar as suas decisões, mas não se esqueça de levar em consideração as particularidades do seu nicho. Boa leitura!

1. Instagram

O Instagram é uma das redes sociais mais utilizadas no Brasil e no mundo, sobretudo porque permite que as pessoas acompanhem a rotina de celebridades, empresas e amigos íntimos. Inicialmente, a rede funcionava basicamente como um álbum de fotos online. No entanto, com o passar do tempo, novas funcionalidades foram desenvolvidas e têm feito sucesso até hoje, como os vídeos, lives, stories, reels, entre outros.

A interatividade e o engajamento são os grandes diferenciais do Instagram. Nenhuma outra rede social consegue aproximar tanto as marcas das pessoas. Com tantos recursos disponíveis, muitas pessoas têm feito sucesso nessa rede.

No Brasil, o Instagram é extremamente popular entre a população jovem, mas tem crescido cada vez mais entre os mais velhos. Mais da metade dos brasileiros entre 55 e 65 anos que usam a internet usam o Instagram, daí a importância que essa rede tem adquirido continuamente.

2. Twitter

O Twitter é um microblogging, ou seja, um portal que permite que as pessoas publiquem as suas ideias em pequenos posts, conhecidos como Tweets, de no máximo 280 caracteres.  Muita gente defende que essa rede não faz sucesso no Brasil, o que não é verdade. Embora ela tenha um alcance popular mais restrito, muitas das ideias que circulam com velocidade e poder no Facebook e no Instagram surgiram primeiro no Twitter. A maior parte de seus usuários é do sexo masculino.

PSC

Segundo uma pesquisa da agência Bullet, a rede é particularmente forte entre o público de 20 a 30 anos, sobretudo nas regiões sul e sudeste. Ainda segundo a pesquisa, 70% dos usuários seguem ou já seguiram algum perfil corporativo, o que pode ser uma boa sugestão para as empresas que procuram dialogar com esse público. A rede permite a publicação de textos, imagens e vídeos curtos, favorecendo uma comunicação rica e diversificada.

3. Pinterest

O Pinterest é considerado a plataforma mais criativa e inspiradora da web. Nessa rede, as pessoas postam as suas ideias criativas em fotos, podendo também ter acesso àquilo que as outras pessoas andam produzindo. Assim, os usuários podem salvar os posts que consideram mais interessantes, que englobam diferentes categorias, como: natureza, moda, decoração, eletrônicos, desenhos, artes, e por aí vai. Trata-se de uma rede essencialmente visual e bastante diversificada.

Se você trabalha com redes sociais, certamente encontrará no Pinterest um grande acervo para compor as suas referências estéticas, além de ótimas ideias de conteúdo. Para aumentar a distribuição orgânica daquilo que você publica, considere utilizar o Pinterest. A rede é especialmente utilizada por empresários ligados à arte e à moda, expondo as suas ideias e os seus produtos. O Pinterest faz muito sucesso entre os jovens adultos, com participação expressiva do público feminino em diversos países do mundo.

4. Facebook

Há quem afirme que o Facebook “morreu”. De fato, ele tem perdido muitos seguidores a cada dia, mas segue como a rede social mais popular na maior parte dos países, inclusive aqui no Brasil. Ainda que parte do público mais jovem tenha migrado para outras redes, adultos acima dos 35 anos são atualmente os usuários mais assíduos da rede, com equilíbrio entre os gêneros.

Um dos aspectos que contribuem para que o Facebook mantenha a sua força são os grupos. Nesse recurso que a rede disponibiliza, os usuários são reunidos por interesses em comum, o que pode incluir novidades da moda, fãs de bandas específicas e até mesmo pessoas de uma mesma área profissional em busca de uma vaga de emprego. Por isso, a participação de pessoas e empresas nesses grupos pode ser muito interessante para que surjam boas ideias de conteúdos e até mesmo de negócios!

5. TikTok

Das redes sociais deste artigo, o TikTok é a mais jovem. De origem chinesa, a plataforma foi lançada em 2016 com o objetivo de estimular o compartilhamento de vídeos curtos. Em 2019, o site alcançou a expressiva marca de mais de 1 bilhão de usuários em todo o mundo, tornando-se um verdadeiro fenômeno de crescimento e popularidade. Atrai especialmente o público mais jovem e as celebridades, que encontraram um meio criativo de se comunicar com as pessoas.

O TikTok é um grande ditador de tendências, pois é lá que surge a maior parte dos áudios, memes, músicas, danças, hashtags e assuntos virais do momento, muitos dos quais aparecem depois em outras redes. Por isso, é importante acompanhar esse app para saber o que está em alta no momento. Assim como o Pinterest, portanto, é justo dizer que o TikTok é uma plataforma de diversão e de aquisição de referências, sobretudo no que diz respeito às tendências temáticas e audiovisuais.

Toda rede social é criada com o propósito de atrair o máximo possível de pessoas. No entanto, dadas as suas características, é natural que determinados grupos se sintam mais atraídos por algumas dessas redes do que por outras. O fato é que quem trabalha com produção de conteúdo precisa estar atento a tudo o que se passa em cada uma delas, sem preconceitos. Elas são importantes inspirações e fontes de forma e conteúdo para que um trabalho rico e diversificado possa ser feito.

E você, querida pessoa, tem utilizado quais dessas redes? Por que ainda não deu uma chance às outras? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Por fim, que tal levar estas dicas a todos os seus amigos, colegas, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

Imagem: Por Ihor Vetushko