Você já parou para pensar sobre como o ambiente de trabalho pode ser desafiador? Você fica aproximadamente 8 horas por dia convivendo com pessoas que não foram escolhidas por você, cumprindo uma série de obrigações e sendo avaliado continuamente, sabendo que qualquer erro pode tirar o seu ganha-pão.

É uma pressão considerável, não acha? Por isso, é alarmante a quantidade de pessoas que sofrem com problemas de saúde mental provocados por um ambiente de trabalho nocivo. Neste artigo, você vai conferir 7 atitudes para manter uma mente saudável no trabalho. Continue a leitura e saiba mais!

1. Invista em autocuidado

Em primeiro lugar, compreenda que uma mente saudável é resultado de uma série de hábitos diários, praticados não só no trabalho, mas também em casa. Algumas atividades, desde que executadas diariamente, têm o poder de amenizar o estresse e fortalecer a saúde mental. Confira as principais delas:

  • Durma em média 8 horas por noite;
  • Pratique atividades físicas regularmente;
  • Alimente-se e hidrate-se adequadamente;
  • Faça da meditação uma rotina, mesmo que apenas 5 minutos por dia;
  • Faça terapia (mesmo que você não tenha um transtorno diagnosticado);
  • Aprenda estratégias eficazes de enfrentamento dos problemas.

2. Faça uso das suas forças pessoais

Quanto mais você conhecer a si mesmo, mais conhecerá os seus pontos fortes e conseguirá fazer uso deles no seu dia a dia. Isso tornará o seu trabalho melhor e até mesmo mais fácil. Por isso, participe de sessões de terapia e/ou de coaching para identificar as suas forças e potencialidades na vida profissional.

O que você faz bem? De que você gosta? Falar em público? Escrever? Liderar pessoas? Planejar eventos? Conheça as suas potencialidades e identifique carreiras e ambientes que permitam que você dê vida a tudo isso. Somos mais felizes e produtivos no trabalho quando exploramos as nossas forças. Isso aumenta a nossa energia, ao invés de esgotá-la.

3. Seja colaborativo

A colaboração é uma característica muito frequente nos ambientes de trabalho saudáveis. Em contrapartida, os ambientes de trabalho tóxicos são marcados pela competição entre os colegas, gerando rivalidades e até mesmo inimizades.

Dessa forma, os ambientes de trabalho mais propícios à saúde mental são aqueles em que os líderes atribuem funções específicas a cada colaborador, delegando tarefas de forma equilibrada, sem cometer injustiças. Dessa forma, cada um consegue dar conta da sua parte e, quando necessário, ajudar os colegas.

PSC

Além disso, a colaboração também se vê fora do ambiente profissional. Colegas que convivem bem nos horários de almoço e nas confraternizações fora da empresa tendem a manter uma amizade que beneficia a saúde mental.

4. Reconheça o seu próprio valor

Independentemente de qual seja o seu emprego, ele certamente é importante para alguém. Você já se perguntou qual é a função do seu trabalho? Como ele beneficia outras pessoas? Como você faria falta naquele ambiente? Reflita sobre essas questões, pois reconhecer o valor do próprio trabalho ajuda na motivação e no ânimo.

Conhecer a própria importância na empresa é algo que beneficia a mente, despertando bom humor e disposição. Por isso, aprenda também a valorizar o trabalho dos colegas, elogiando-os por isso. Procure comunicar-se com leveza e alegria, pois isso os incentivará a agir da mesma forma, criando um clima organizacional de harmonia.

5. Faça pausas periódicas

O corpo e a mente têm níveis limitados de energia. Isso significa que, de tempos em tempos, precisamos descansar. Não é um luxo, mas uma necessidade. Quando ficamos estudando ou trabalhando por muitas horas consecutivas, acabamos esgotando esses níveis energéticos, atrapalhando a concentração, a produtividade e a qualidade do que fazemos.

Além disso, em longo prazo, a falta de descanso gera estresse. Por isso, a cada 1 ou 2 horas, levante-se, circule pela empresa, tome um café e tenha um papo ameno com um colega. Se desejar, vá até o jardim da empresa e faça uma meditação de 5 minutos. São pequenas atitudes que farão com que o seu dia seja mais produtivo e com que o seu humor fique muito mais leve.

6. Organize o seu espaço e a sua agenda

Como está o seu espaço de trabalho? Os papéis estão se acumulando? Você não sabe mais onde as coisas estão guardadas? Os seus arquivos digitais estão jogados pela área de trabalho, sem estarem hierarquizados em pastas? Essa desorganização estressa o seu cérebro, além de fazer com que você gaste muito tempo e energia para encontrar o que procura. Por isso, organize o seu espaço.

Outra dica: é importante ter uma agenda. Por meio dela, você pode anotar os seus compromissos, sem forçar a memória para lembrar-se deles. Além disso, a utilização da agenda permite que você distribua melhor as suas obrigações ao longo da semana, evitando ficar sobrecarregado em alguns dias.

7. Aprenda a dizer “não”

Por fim, precisamos aprender a dizer “não” em alguns momentos. Como citamos, corpo e mente têm limites, e nós precisamos respeitá-los. Precisamos de descanso semanal, de férias, de limitação de atividades. Isso depende de sabermos dar respostas negativas.

Nem sempre conseguimos trabalhar de sábado, fazer horas extras ou assumir determinados projetos. Por isso, conheça a si mesmo para discernir as solicitações que você pode atender das que não pode. Além disso, lembre-se de que o trabalho é apenas uma das diferentes áreas da sua vida. Você também precisa dedicar-se aos seus amigos, à sua família e ao seu próprio cuidado pessoal.

As 7 atitudes acima são essenciais para que você mantenha uma mente saudável no trabalho. Elas são necessárias para impor certos limites e garantir que você não esforce o seu corpo e a sua mente além da conta. Coloque-as em prática para que você consiga manter a qualidade de vida também na área profissional.

E você, querida pessoa, como tem mantido uma mente saudável no trabalho? Em quais aspectos pode melhorar? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!