O dia ter 24 horas já não parece mais ser suficiente. As pessoas têm tantas tarefas e compromissos que o dia tem ficado pequeno para tantas atividades. Infelizmente, não há como fazê-lo durar mais. Contudo, o que está sob o nosso controle é a nossa capacidade de administrar o tempo e de elevar a nossa produtividade.

Ser produtivo significa fazer mais em menos tempo, sem desperdiçá-lo com o que não é importante (lembrando que o descanso é importante, OK?). Por isso, selecionamos 10 dicas que devem ser incluídas na sua rotina, de modo que você alcance bons níveis de produtividade. Confira-as na sequência. Boa leitura!

1. Compre uma agenda e saiba dizer “não”

É impossível ser produtivo confiando apenas no seu cérebro, por mais que ele seja um órgão incrível. Portanto, compre uma agenda e anote tudo o que você precisa fazer, sem sobrecarregar a sua mente para não se esquecer de nada. Além disso, utilize essa ferramenta para distribuir as tarefas ao longo da semana, havendo equilíbrio de demandas entre os dias. Se o seu dia estiver cheio, aprenda a dizer “não” para aquilo que você não conseguirá executar ou que não seja interessante para você.

2. Organize o seu dia na véspera e defina prioridades

Você quer ter paz e uma boa noite de sono? Então, na noite anterior, verifique os compromissos do dia e defina prioridades entre eles. Deixe aquilo que for mais complexo ou importante para o período do dia em que você se sente mais produtivo. Aquilo que não for tão difícil ou importante por ser deixado para mais tarde. Além disso, tente estimar horários para as suas tarefas. Dessa forma, você já vai para a cama relaxado, sabendo que o dia seguinte está organizado e planejado.

3. Acorde cedo

Sim, essa é uma dica um pouco desagradável no início, mas que pode se tornar um hábito natural. Quando uma pessoa acorda cedo, ela se expõe logo à luz solar e ganha muito mais produtividade do que quem fica na cama até as 9h. Isso faz “o dia render”, como se diz popularmente. Você já terá feito diversas coisas, e ainda será meio-dia. Isso produz uma sensação de bem-estar indescritível. Por isso, acorde ao nascer do sol, inclusive aos fins de semana. Isso também ajuda a regular o seu sono!

4. Divida grandes deveres em pequenas tarefas

Se você pensa “preciso escrever um relatório de 20 páginas até sexta-feira”, o seu cérebro encara essa demanda como algo muito difícil e cansativo. No entanto, se você pensar que a semana tem 5 dias e que você pode escrever 4 páginas por dia, entre segunda e sexta-feira, a tarefa não parece tão ameaçadora, não é mesmo? Dividir grandes deveres em pequenas tarefas é um truque psicológico que aumenta a motivação e que reduz a procrastinação e a vontade de desistir. Organize-se!

5. Faça uma coisa de cada vez

PSC Renascimento

Não caia no mito de que é possível fazer várias coisas ao mesmo tempo. Isso sobrecarrega o seu cérebro, gera cansaço e ainda prejudica a qualidade de todas as tarefas. Em vez disso, faça uma coisa de cada vez, mas bem feita. O cérebro gosta de dedicar-se plenamente a uma atividade só, de modo que interrompê-la constantemente para dar conta de outras demandas reduz a sua capacidade de concentração e gera um gasto de energia para “retomar o fio da meada”.

6. Não queira ser perfeito

O perfeccionismo é um inimigo natural da produtividade. Isso ocorre porque as pessoas perfeccionistas nunca se dão por satisfeitas com o trabalho que executaram. Por isso, dedicam muito tempo do dia a ajustes e detalhes que, na prática, podem não fazer tanta diferença assim. Além disso, a vontade de ser perfeito pode gerar a procrastinação, por medo de que a atividade não seja bem executada. Portanto, calibre as suas expectativas e lembre-se de que “feito é melhor do que perfeito”.

7. Inclua pausas na sua programação

Conforme citamos no início do artigo, o descanso é importante. Por isso, ao organizar o seu dia, inclua pausas de 10 minutos a cada 90 minutos de trabalho. Isso é importante, pois o cérebro é um órgão, e não uma máquina, de modo que ele precisa dessas pausas para recuperar as suas energias. Além disso, faça pausas maiores, de cerca de 1h para as refeições. Não se descuide desses aspectos (descanso e alimentação), pois “saco vazio não para em pé”.

8. Afaste-se das distrações

Imagine que você precisa escrever aquele relatório de 20 páginas que citamos acima. Você vai conseguir redigi-lo com a televisão ligada, com as redes sociais abertas, com o cachorro querendo brincar e com um pedaço de pizza ao seu lado? Talvez até consiga, mas vai demorar muito mais tempo do que demoraria se você estivesse afastado de todas essas coisas. As distrações “roubam” a energia do cérebro, interrompendo a sua concentração na atividade, levando à perda de tempo. Evite!

9. Mantenha o ambiente físico e digital organizado

O perfeccionismo é o inimigo da produtividade. Mas sabe quem é a melhor amiga dela? A organização! Não há nada mais benéfico para a produtividade do que um ambiente limpo e organizado, em que qualquer coisa pode ser encontrada facilmente. A bagunça, em contrapartida, gera perda de tempo até para encontrar um papel ou uma caneta. O mesmo vale para o ambiente digital: nada de deixar os arquivos soltos na área de trabalho. Organize-os em pastas, facilitando a sua localização!

10. Cuide da sua saúde física e mental

Por fim, entenda que a produtividade só pode ser obtida quando estamos saudáveis, tanto física quanto mentalmente. Dessa forma, coloque em prática hábitos saudáveis, como: acordar e dormir sempre no mesmo horário, fazer refeições equilibradas, hidratar-se adequadamente ao longo do dia, comprar móveis para o trabalho adequados ao seu corpo, praticar atividades físicas com regularidade e respeitar os momentos de sono e descanso. Tenha também momentos de lazer e diversão!

As 10 dicas acima certamente farão a sua rotina muito mais produtiva. Coloque-as em prática e perceba como o seu corpo e a sua mente responderão melhor às demandas do dia a dia, gerindo melhor o seu tempo. Sucesso!

E você, ser de luz, tem colocado as dicas acima em prática, em nome de uma vida mais produtiva? Tem mais alguma dica que gostaria de acrescentar à nossa lista? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!