Muitas demandas, e-mails chegando freneticamente, altas cobranças, metas para bater, relatórios para fazer, pessoas para atender: sim, às vezes, parece impossível dar conta de tudo, e perder o autocontrole no trabalho parece apenas uma questão de tempo.  Fique calmo, vamos resolver isso!

O certo é que, expostos a tantos eventos, nós devemos buscar desenvolver uma inteligência emocional que nos permita lidar com as diferentes situações, pressões e exigências profissionais, sem sair da linha. Isso significa que temos que aprender a resolver as lacunas e a nos relacionar com diferentes pessoas.

Por isso, desenvolver o autocontrole é fundamental, tanto dentro como fora de uma empresa. Especificamente no trabalho, ter uma postura profissional precisa nos ajuda a solucionar os problemas com mais efetividade, em vez de sucumbir, desastrosamente, a eles e queimar o seu filme com os seus colegas e líderes. Na sequência, você vai conferir 7 dicas essenciais para manter o autocontrole no trabalho. Continue a leitura e saiba mais sobre o tema!

A felicidade é imprescindível para o bom desempenho
profissional!Clique aqui, faça nosso “TESTE”
e descubra como anda sua felicidade!

1. Foque na solução

A melhor maneira de sair do sério é focar no negativo, achar que não vai dar conta do trabalho, alimentar a ansiedade e enxergar as suas demandas sempre de maneira negativa. Às vezes, ficamos mergulhados demais no problema e nos esquecemos de encontrar a sua solução, que pode nem estar tão distante assim.

Para evitar que isso aconteça, sempre que receber uma nova tarefa, pense em como você vai fazer para solucioná-la e veja isso como uma oportunidade de demonstrar todo seu potencial e crescer. Tente enxergar as coisas de diferentes pontos de vista, até encontrar uma solução.

2. Elimine a impulsividade

Pense antes de agir ou reagir a qualquer comentário mal-intencionado dos seus colegas. Não permita que ninguém tire a sua paz e o exponha a situações em que você pode perder o controle. Finja que não é com você e deixe que a pessoa vá embora com o veneno dela.

PSC

Além dos comentários alheios, também não seja impulsivo diante das próprias demandas de trabalho. Às vezes, tomamos atitudes precipitadas, como mandar um funcionário embora sem permitir que ele explicasse os motivos das suas falhas, por exemplo. Evite que isso ocorra. Analise bem as situações antes de tomar as decisões.

3. Não acumule tarefas demais

O estresse, o excesso de trabalho e o cansaço podem fazer com que você não aguente a pressão por resultados e exploda de vez. Assim, seja justo consigo mesmo e pegue apenas a quantidade de tarefas que você pode dar conta no momento.  Foque no que você é bom e elimine os extras.

O mesmo vale para as demandas que os chefes lhe dão. Converse com eles, explique que você está no limite das suas capacidades produtivas, pergunte o que deve ser priorizado e faça uma coisa de cada vez — caso contrário, a qualidade da sua produção vai cair, e você vai adoecer física e mentalmente.

4. Utilize sempre o bom senso

Se você sabe que determinados assuntos ou pessoas tiram você do sério, para quê entrar nessas discussões? Não caia na pilha errada. O autocontrole também é autopreservação, ou seja, saber a hora de entrar e também de sair de uma conversa improdutiva.

Ao lidar com pessoas maduras, exponha os seus pontos de vista de forma educada e flexível. Contudo, se você perceber que não há maturidade em determinados grupos, evite fazer parte deles. Converse com os seus chefes e pergunte se há a possibilidade de fazer a tarefa em questão com outra pessoa, ou mesmo sozinho.

5. Fuja das fofocas

Não dê ouvidos a conversas sem futuro e fofocas descabidas sobre você ou qualquer outra pessoa. Em vez de discutir com os seus colegas em decorrência de falatórios, fale com o seu superior e informe a situação. Não deixe a mentira crescer e seja eficaz ao resolver os seus problemas interpessoais.

Outra dica é evitar que as fofocas nasçam. Para isso, resolva as suas questões diretamente com a pessoa envolvida, sem incluir terceiros na conversa. É assim que nascem os boatos, que quase sempre aumentam ou distorcem os fatos e provocam uma série de consequências desagradáveis. Evite!

6. Respire e faça pausas

Respire, feche os olhos, tente esvaziar a mente e não reaja de modo intempestivo aos problemas e às pessoas. Pondere, pois, quando você perde o controle, a sua imagem profissional fica prejudicada, e você diminui as suas possibilidades de crescer na carreira e na empresa.

Dessa forma, diante de um momento de estresse, levante-se da sua mesa de trabalho, dê uma pequena caminhada, converse com algum amigo, faça uma pausa breve para um café, medite por alguns minutos e esfrie a cabeça enquanto isso. No calor do momento, nenhuma ideia positiva surge.

7. Desenvolva a inteligência emocional

Por fim, aprenda a administrar e a lidar com as suas emoções, bem como com fatos inesperados e frustrações, pois, a todo o momento, estamos expostos a isso em nosso trabalho.  Use os sentimentos e as emoções a seu favor, seja emocionalmente inteligente e tenha autocontrole.

Para isso, medite, pratique atividades físicas, faça uma boa gestão do seu tempo, saiba dizer “não”, descanse bem, faça psicoterapia, participe de sessões de coaching e tenha momentos de lazer para “descarregar” o estresse do dia a dia. Não se permita “explodir” por emoções negativas muito intensas. Cuide-se!

O autocontrole no trabalho é um processo que se desenvolve dia após dia. Por isso, seja paciente consigo mesmo e, gradativamente, inclua as orientações acima à sua rotina profissional. Lembre-se de que não há como controlar as atitudes dos outros, mas você pode e deve administrar os seus comportamentos. Certamente, você conseguirá trabalhar com mais harmonia e equilíbrio!

E você, ser de luz, gostou das dicas? Sente que agora poderá lidar melhor com os problemas sem se desgastar e sem se expor negativamente? Então, contribua deixando o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!