O dicionário define a palavra proatividade como sendo a capacidade que alguém ou algo tem de fazer com que determinadas coisas aconteçam ou se desenvolvam. Assim, alguém é proativo quando age de forma antecipatória, sem se baf sear na reação a algo ou na ordem de outra pessoa, mas sim na iniciativa própria.

É importante ter proatividade na vida pessoal, afinal de contas, ninguém vai lutar pelos seus objetivos, exceto você mesmo. Isso também vale para a vida profissional. Na atualidade, as empresas não estão mais à procura apenas de pessoas que obedecem às ordens dos seus chefes, mas que de fato somem com os seus conhecimentos, habilidades, experiências e atitudes.

Ao ler as vagas de emprego, por exemplo, você certamente perceberá que a palavra “proatividade” aparece em quase todas elas, como uma qualidade desejada. Por isso, é fundamental compreender os meios pelos quais podemos desenvolver essa característica. Ficou curioso para saber como isso é possível? Então, siga as 7 dicas a seguir!

1. Organize-se

O primeiro passo para ser proativo é ser organizado e planejado. Mostre a todos, inclusive a si mesmo, que você está no controle de todas as suas demandas. Procure saber antecipadamente tudo aquilo que você precisa fazer e faça uma lista com todas as suas tarefas. Dessa forma, você conseguirá definir uma ordem de prioridades, fazendo o que for mais importante primeiro.

A organização permite que você consiga visualizar o que deve ser feito e realizar as suas atividades com mais precisão e rapidez. Isso não significa fazer as coisas correndo, mas apenas ter mais agilidade no cotidiano. Se der conta das tarefas do dia, poderá até mesmo antecipar algumas atividades do dia seguinte, demonstrando elevada produtividade.

2. Adiante-se e evite a procrastinação

Por falar em adiantar-se, fique atento ao que se passa ao seu redor. Se você perceber que algum problema pode acontecer, sendo que você sabe como evitá-lo, não fique esperando a ordem chegar: aja. A ação é a forma como as pessoas demonstram os seus conhecimentos e habilidades. Sendo assim, não fique de braços cruzados diante de uma situação, sendo que há algo que você é capaz de fazer para resolver ou melhorar.

Além disso, não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje. Conforme citamos, não se trata de fazer as coisas com pressa, mas apenas de aproveitar melhor o seu tempo na empresa sendo útil. Se hoje você está tranquilo, amanhã pode não estar, de modo que adiantar algumas demandas pode ser extremamente benéfico.

3. Mostre a sua independência

PSC

Ser independente no trabalho significa fazer as suas tarefas sozinho, caso você já saiba como dar conta delas sem ajuda. Se você ainda tiver dificuldade, não há problema em pedir o auxílio dos seus colegas ou do seu chefe. Aliás, é dessa troca de conhecimentos que surgem as boas ideias e que a produtividade é obtida nas empresas.

Todavia, se você sente que a assistência de outra pessoa já não é mais necessária, comunique-a educadamente de que, de agora em diante, você consegue dar conta da demanda por conta própria. Isso mostrará que você já adquiriu o conhecimento necessário e que já consegue resolver as questões sozinho, indicando evolução e progresso profissional. Apenas evite queimar etapas e querer “abraçar o mundo” sozinho, pois as consequências podem ser ruins.

4. Estude continuamente

Um dos traços mais típicos dos colaboradores proativos é que eles jamais desenvolvem a crença de que já sabem de tudo o que precisam saber. Ao contrário, eles têm disciplina, interesse e boa vontade para continuar estudando, lendo artigos e livros sobre a área de atuação e até mesmo acompanhando as notícias do setor para saber o que se passa ao seu redor.

Hoje em dia, não há sequer uma área do conhecimento que não esteja em constante atualização. Novos conhecimentos, novas tecnologias, novas descobertas e modificações no próprio comportamento humano demandam que os profissionais de todas as áreas estejam também sempre em constante atualização para acompanhar esse dinamismo. Por isso, a aquisição contínua de conhecimento (nos estudos, nos cursos, nos eventos, nas leituras etc.) é uma excelente demonstração de proatividade.

5. Não tenha medo de propor ideias

Conforme citamos acima, as empresas não esperam mais que os seus funcionários sejam apenas cumpridores de ordens. OK, ainda existem algumas empresas menos atualizadas que operam dessa forma, mas a verdade é que as organizações mais modernas têm demandado uma postura mais proativa dos seus colaboradores.

Por isso, não se limite a apenas fazer aquilo que os chefes mandam. Se você tiver uma ideia que possa promover melhorias nas suas atividades ou nos próprios processos da empresa, não hesite em compartilhá-la com os seus líderes. Mesmo que a ideia não possa ser colocada em prática por algum motivo, eles vão apreciar o seu espírito proativo e o seu interesse em ver o progresso no seu local de trabalho.

6. Ajude os seus colegas

Você se lembra dos tempos de escola, em que os professores falavam que quem já havia terminado a lição deveria ajudar os colegas que ainda não haviam concluído os exercícios? Bem, isso também pode ser útil no ambiente corporativo. Se você já terminou as suas demandas, converse com os seus colegas e verifique se há alguém que precisa de ajuda.

Talvez ninguém esteja necessitado, mas o seu gesto já vai revelar uma postura altruísta e solidária, que mostra que você é alguém em quem todos podem confiar. Além disso, essa atitude pode servir de inspiração para que também outras pessoas ajudem os colegas, inclusive você, quando estiver precisando de uma mãozinha. O poder do exemplo pode ser contagiante. Faça a sua parte!

7. Pergunte ao chefe em que mais você pode ser útil

Por fim, além de ajudar os colegas, converse também com o seu chefe para saber se há algo mais com que você possa contribuir para o andamento das atividades da empresa. Isso não significa ser oferecido ou desesperado por “querer aparecer”, mas apenas colocar-se à disposição para quando houver alguma necessidade.

Essa postura é admirada pelas pessoas da empresa. Aliás, na hora de escolher alguém para promover, por exemplo, certamente os líderes da organização vão se lembrar da sua atitude comunicativa, solidária e proativa, sendo sempre atencioso com todos e dedicado às atividades da empresa.

As 7 dicas acima são essenciais para que você seja mais proativo no trabalho. Coloque-as em prática e alcance resultados extraordinários na sua carreira!

E você, querida pessoa, se considera um profissional proativo? Em quais aspectos você já tem essa atitude? Em quais você ainda precisa melhorar? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!