Você já ouviu falar em outsourcing? E em terceirização? Será que esses termos são sinônimos? Quando falamos em outsourcing comercial, estamos falando na terceirização que algumas empresas realizam, especificamente falando do departamento de vendas.

Esse processo parte do princípio de que, ao delegar tarefas mais burocráticas a equipes externas, a empresa consegue focar no seu core business. Mas como isso ocorre no departamento comercial? Quais são as vantagens e os riscos desse processo? Outsourcing e terceirização são de fato a mesma coisa? Confira essas e outras respostas no artigo a seguir!

Outsourcing comercial: o que é?

O outsourcing comercial é a terceirização parcial ou total do departamento comercial (de vendas) de uma empresa a outra organização. Essa equipe pode contar com uma mão de obra mais especializada em vendas, trabalhando com todos os produtos da empresa ou apenas com linhas e públicos específicos. Trata-se de um processo estratégico, que precisa ser muito bem planejado, pesquisando as empresas que oferecem os serviços em questão e verificando o custo-benefício de cada opção.

Esse processo ocorre quando a empresa contratante não tem estrutura ou profissionais qualificados para dedicarem-se ao departamento de vendas. Assim, o outsourcing é uma solução para esse problema, sem que a empresa precise investir em tecnologia, infraestrutura e contratação de pessoal para as equipes de vendas. Adquirir os serviços de equipes especializadas terceirizadas pode elevar a produtividade e os resultados, além de economizar custos.

O outsourcing e a terceirização são a mesma coisa?

Sim, podemos entender o outsourcing como um sinônimo de terceirização, mas os contextos em que essas palavras são utilizadas são diferentes. Quando ouvimos uma empresa falar em “terceirização”, há uma postura de despreocupação, como se aquelas atividades fossem pouco importantes e pudessem ser “empurradas” para outras empresas. É comum ouvir falar, por exemplo, em terceirizar a limpeza, o transporte ou a segurança das empresas.

Já quando se fala em outsourcing, estamos falando de uma estratégia corporativa cuidadosamente planejada, em que a empresa contratante realmente deseja contratar uma equipe externa altamente qualificada para cuidar daquelas atividades. Nesse caso, não se trata de “empurrar” a tarefa, mas de realmente agir de modo estratégico, compreendendo que aquelas atividades são impactantes aos resultados gerais da organização.

Para que serve esse processo?

O outsourcing comercial é particularmente vantajoso, uma vez que delega o trabalho de prospecção e vendas a equipes altamente especializadas nessas funções. Ele é muito útil no caso das organizações que não têm recursos ou tempo para:

  • Recrutar e selecionar profissionais de vendas;
  • Treinar e capacitar essas equipes;
  • Desenvolver um processo comercial estratégico;
  • Construir uma estratégia de vendas persuasiva e eficaz;
  • Mensurar os resultados obtidos, por meio de indicadores de desempenho específicos para essa atividade;
  • Estabelecer metas e objetivos comerciais com precisão.
PSC

Gerir um departamento comercial demanda dinheiro, infraestrutura e muitos conhecimentos técnicos. Por isso, muitas empresas, sobretudo as de pequeno e médio porte, têm recorrido ao processo de outsourcing para delegar essa responsabilidade a empresas especializadas, com experiência e tecnologia para as atividades de vendas. Isso pode até mesmo ampliar o alcance geográfico das organizações, podendo atuar em outras regiões do país, caso deseje.

Quais são os benefícios do outsourcing comercial?

1. Elevação nos níveis de produtividade

Contar com equipes especializadas em uma tarefa faz com que as atividades sejam executadas com mais qualidade e mais rapidez, o que eleva a produtividade da organização. Os prazos são respeitados, as tecnologias avançadas permitem um atendimento de qualidade, e a própria entrega dos produtos é beneficiada.

Enquanto isso, a equipe interna pode se dedicar ao que realmente depende só da empresa: as ideias do seu core business, ou seja, do desenvolvimento dos seus produtos e serviços, em um processo de aprimoramento contínuo. Em longo prazo, um desempenho realmente expressivo pode ser alcançado, com resultados extraordinários!

2. Aumento na rentabilidade

Em consequência do item anterior, não é difícil concluir que uma empresa que atende melhor os seus clientes fatalmente vai faturar mais, não é mesmo? Uma equipe terceirizada especializada consegue atender mais pessoas e entregar os produtos/prestar os serviços com mais agilidade e segurança.

Isso favorece a satisfação dos clientes, fidelizando os antigos e captando novos consumidores. Tudo isso sem falar que o processo gera economia com infraestrutura, contratação e treinamento de equipes de vendas etc. Assim, a rentabilidade da empresa é consideravelmente beneficiada.

3. Facilidade para expandir o mercado

Conforme citamos acima, o processo de outsourcing comercial permite que equipes especializadas se dediquem às vendas dos produtos e serviços das empresas.  Ao mesmo tempo em que a organização contratante economiza os seus recursos, ela aumenta o seu poder de alcance geográfico, podendo expandir a sua atuação para outras praças.

Além disso, a equipe de trabalho interno pode até mesmo desenvolver novas linhas de produtos, pensando em alcançar outros nichos e perfis de consumidores. Dessa forma, a empresa se flexibiliza e consegue adequar as suas soluções às necessidades do mercado, propagando uma imagem cada vez mais forte junto ao seu público-alvo.

Quais são os riscos desse processo?

De fato, o outsourcing comercial é um processo repleto de vantagens. Todavia, alguns riscos sempre existem, como em toda e qualquer estratégia corporativa. Portanto, é fundamental que a empresa contratante faça um trabalho minucioso de pesquisa e avaliação das empresas que oferecem equipes comerciais.

É preciso verificar se essas equipes são qualificadas, se contam com as tecnologias mais avançadas para um departamento comercial e se são capazes de atender às demandas da empresa contratante. Lembre-se de que os atendentes do departamento comercial são o cartão de visitas da sua empresa, o que demanda uma análise muito profunda para que uma equipe realmente preparada seja contratada. Caso contrário, você pode ter prejuízo, ao invés de lucro.

Concluindo, o outsourcing comercial é uma terceirização estratégica do departamento de vendas, que pode ser total ou parcial. Esse processo é muito vantajoso, mas depende da habilidade da empresa contratante de selecionar uma equipe de vendedores realmente qualificada para executar as atividades do setor.

E você, querida pessoa, o que pensa sobre o processo de outsourcing comercial? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!