Facebook, Twitter, Instagram, YouTube. É difícil encontrar alguém que não tenha conta em ao menos uma das redes sociais mais utilizadas no Brasil e no mundo. O propósito inicial delas é favorecer um contato digital com as pessoas, sejam elas amigos, familiares, colegas de trabalho etc.

No entanto, com o passar do tempo, os empreendedores perceberam que esses sites também podem ser úteis para promover os seus negócios. Ali está uma comunidade de pessoas que podem ser segmentadas por diversas características, o que é um cenário perfeito para identificar potenciais clientes e fazer das redes um grande canal de comunicação.

No entanto, a comunicação empresarial nas redes sociais deve ser feita com alguns cuidados, de modo que não seja invasiva, repetitiva ou desinteressante. Se você deseja aprender a ser bem-sucedido nesse meio, confira as 10 dicas que separamos no artigo a seguir.

1. Conheça o seu público

Quem segue a sua página? Mais homens ou mais mulheres? Qual faixa etária predomina? Que interesse essas pessoas têm nas suas soluções? Como é o estilo de vida dessas pessoas? Onde elas moram? Em que dias e horários mais acessam as redes sociais? Algumas dessas respostas podem ser obtidas nas próprias bases estatísticas das redes, mas há outras que você deverá descobrir por conta própria.

Quanto mais você conhecer o seu público, mais será capaz de produzir conteúdos que sejam relevantes a atraentes às pessoas. Por isso, investigue e obtenha o máximo possível de informações de quem o segue. Isso lhe dará um norte para estabelecer essa comunicação.

2. Defina o tom da sua comunicação

Se você acessar as redes sociais da Harley-Davidson e da Natura, por exemplo, com certeza identificará diferenças gritantes. O estilo de imagens, a identidade visual, as escolhas textuais, os assuntos trabalhados, tudo difere consideravelmente. A questão é que essas instituições conhecem bem o público ao qual se destinam, e são grupos diferentes.

PSC Renascimento

Por isso, é importante definir o tom da sua comunicação — verbal e não verbal — antes de efetivamente criar os seus posts. Leve em consideração a identidade da sua marca e o perfil do seu público antes de fazer essas escolhas tão importantes.

3. Conheça as ferramentas de cada rede social

Você conhece todos os recursos que o Instagram oferece às empresas? Conhece as ferramentas do Facebook para as contas corporativas? E as do YouTube? Não é à toa que gerenciar redes sociais empresariais tornou-se uma profissão frequente nos departamentos de marketing.

Cada uma delas é um universo à parte, que permite que você produza e publique o seu conteúdo de diferentes formas. Portanto, dedique um tempo a conhecer bem as características de cada rede, de modo que você as possa utilizar da melhor maneira possível. Além disso, levando em consideração o comportamento do seu público, defina quais delas devem ser priorizadas em sua estratégia mercadológica.

4. Diversifique os formatos de conteúdo

Em uma rede social, você pode publicar fotos, textos, notícias, frases, vídeos, memes, animações, infográficos, lives, eventos, tutoriais, enfim, uma infinidade de formatos distintos, conforme as especificidades de cada rede.

É importante que você varie os formatos em que você vai disponibilizar o seu conteúdo, pois isso oferece mais dinamismo à sua atividade. Lembre-se sempre de que as pessoas são ávidas por novidades, o que não é diferente na internet. Por isso, essa variedade de formatos para as suas publicações é vista com bons olhos.

5. Seja relevante

Como citamos no início do artigo, a comunicação empresarial nas redes sociais é diferente do que ocorre em outros meios de comunicação. Na televisão, por exemplo, se você comprou um espaço publicitário, pode perfeitamente utilizá-lo para promover a sua marca e os seus produtos.

Nas redes sociais, a dinâmica é um pouco diferente. As pessoas em geral não entram nesses sites para ver posts comerciais. Elas entram para se informar e se divertir. Por isso, os conteúdos corporativos nessas redes precisam ser relevantes, ou seja, é preciso criar posts que sejam informativos e que gerem entretenimento ao público. Depois, indiretamente, é possível incluir mensagens mais diretamente relacionadas às vendas, mas isso é um processo muito mais sutil do que ocorre na publicidade tradicional.

6. Tenha um calendário editorial

Para ajudar nessa produção de conteúdo relevante, o ideal é que as empresas criem um calendário editorial, isto é, que definam os temas a serem abordados nas redes sociais, subdivididos por mês, por semana e até mesmo por dia. Essa fase de planejamento orienta toda a produção de conteúdo e garante a constância da marca nos ambientes digitais.

Assim, defina os assuntos que podem ser abordados ao longo do mês ou da semana, como preferir se organizar, e crie os conteúdos referentes a esses temas. Lembre-se sempre de ser interessante, informativo e divertido. As dicas, as notícias, enfim, todos os tipos de conteúdo que já citamos, devem ser elaborados com carinho, sempre pensando na satisfação do público.

7. Estimule o engajamento e saiba interagir

Nas redes sociais, o engajamento é um conceito que se refere às várias possibilidades que o público tem de interagir em uma publicação. Curtidas, comentários, compartilhamentos e salvamentos são exemplos de engajamentos. Essas métricas são importantes para que a marca perceba a sua força e inicie um relacionamento mais estreito com os seus seguidores.

Por isso, as suas publicações devem sempre ser concluídas com uma frase de estímulo ao engajamento, conhecida como CTA (“Call-To-Action”, do inglês, “chamada para ação”). Além disso, interaja com os engajamentos que receber. Se a empresa responde aos comentários recebidos, por exemplo, isso será visto como um incentivo para que as pessoas continuem interagindo e reforçando esse relacionamento.

8. Acompanhe as tendências do momento

Uma forma de manter a sua marca em evidência e estimular essa interatividade é aproveitar as tendências do momento. Uma característica das redes sociais é que, de tempos em tempos, surgem músicas, memes, frases e assuntos que ficam em alta por algum período.

Quando as marcas sabem aproveitar essas tendências e incluí-las de forma natural na sua produção de conteúdo, elas obtêm uma grande visibilidade junto ao público, o que favorece o seu crescimento na web. As grandes redes de fast food; como McDonald’s, Giraffas e Burger King; são algumas das que mais utilizam memes, por exemplo, em sua comunicação.

9. Impulsione as melhores publicações

Além de interagir diretamente com o seu público, as empresas também devem se preocupar em alcançar novos seguidores e potenciais consumidores. Por isso, as redes sociais permitem que as empresas, mediante investimento financeiro, transformem uma publicação em um anúncio, tornando-o visível também a um público segmentado (conforme os interesses da organização), mas que não segue a página. Esse processo é conhecido como impulsionamento de publicação.

A dica para selecionar quais publicações impulsionar é identificar os posts que tiveram mais engajamentos, como curtidas e comentários positivos. Além disso, como a ideia é captar novos seguidores (que ainda não conhecem você), procure selecionar aqueles conteúdos que são bastante úteis às pessoas, mas que não são tão específicos ou complexos.

10. Monitore os resultados

Por fim, já que falamos em conhecer bem as ferramentas que cada rede oferece, não se esqueça de verificar também as análises estatísticas que elas disponibilizam. Essas plataformas geralmente exibem ao dono da conta dados estatísticos sobre o público de seguidores, sobre o desempenho da página e das publicações e sobre os anúncios veiculados (publicações impulsionadas).

É importante monitorar constantemente esses dados, de modo que o produtor de conteúdo identifique quais assuntos, formatos, dias e horários de publicação produzem os melhores resultados. Assim, esses aprendizados levam a um aperfeiçoamento constante, o que garante a excelência no trabalho.

As redes sociais podem ser as melhores amigas de qualquer empreendedor, desde que ele compreenda como funciona a dinâmica nesses ambientes. Seja para impactar o público, seja para conquistar novos parceiros de negócios, esses sites podem ser grandes ferramentas corporativas. Seguindo as dicas acima, certamente você obterá resultados extraordinários!

E você, como vai a sua relação com as redes sociais? Você as utiliza para impulsionar os seus negócios? Então, deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além disso, lembre-se de compartilhar este artigo com quem mais possa se interessar pelo tema, por meio das suas redes sociais!