A produtividade é um conceito bastante estudado e que pode ser aplicado tanto às equipes e empresas quanto às pessoas, individualmente. Ser produtivo significa fazer mais em menos tempo, mas sem que isso comprometa a qualidade daquilo que se faz.

Dessa forma, toda pessoa deseja ser produtiva, tanto na vida pessoal (afazeres domésticos, compromissos particulares etc.) como na vida profissional (atendendo às demandas de trabalho). Como o tempo parece ter se tornado um recurso escasso na nossa era, a produtividade é a maneira encontrada para aproveitá-lo ao máximo possível. Mas como ser produtivo? Confira as 10 dicas que separamos a seguir!

1. Acorde cedo

Entenda que não adianta nada querer colocar todas as dicas deste artigo em prática se você acordar às 11h da manhã todo dia. Se o sol nasce às 6h, é por um motivo, não acha? Portanto, levante-se cedo e aproveite as primeiras horas do dia, que são mais calmas, para organizar a sua casa, checar a sua agenda, tomar um café com tranquilidade e dar início às atividades, antes mesmo que o horário comercial comece. É grande a motivação que surge quando já fizemos muita coisa e ainda é meio-dia!

2. Afaste-se das distrações

A produtividade depende da dedicação exclusiva a cada atividade. A ideia de ser multitarefa, ou seja, fazer muitas coisas ao mesmo tempo, é um mito que não se sustenta cientificamente. Por isso, compreenda que as distrações são atividades que roubam a sua atenção e fazem com que as tarefas levem mais tempo para serem realizadas. Assim, desative as notificações menos importantes do celular, bloqueie as redes sociais e evite que o rádio e a televisão estejam ligados enquanto você trabalha.

3. Planeje as suas tarefas

Os softwares de gerenciamento de projetos e a boa e velha agenda são amigos inseparáveis das pessoas produtivas. Essas ferramentas permitem que a pessoa registre as suas obrigações, sem se esquecer de nenhuma, e encontre o melhor dia e o melhor horário para executá-las. Assim, na véspera de cada dia, você deve checar os compromissos do dia seguinte e organizar os horários para a realização de cada um. Isso evite a correria, o estresse e também aqueles períodos ociosos.

4. Organize o seu ambiente de trabalho

Você precisa interromper as suas atividades a todo instante porque precisa procurar algum objeto de que necessita? Perde minutos valiosos tentando descobrir onde foi que você salvou aquele arquivo no computador? Então, saiba que a desorganização está prejudicando a sua produtividade. Tanto o ambiente físico como o ambiente digital precisam estar organizados, de modo que você encontre facilmente as coisas de que precisa. Bagunça, lixo e excesso de itens sobre a mesa não ajudam em nada!

5. Administre o seu tempo e faça pausas

Na organização das atividades do dia, verifique quanto tempo, aproximadamente, você precisará para realizar cada uma delas, sem ficar “atropelado”. A dica é deixar as atividades mais complexas para os momentos do dia em que você se sente mais cheio de energia. Além disso, a cada 1 hora (aproximadamente), faça pequenas pausas para alongar-se, tomar um café ou ter uma conversa amena com um colega. Elas são importantes para descansar o corpo e a mente e recuperar a energia.

6. Dedique-se a uma coisa de cada vez

PSC

Conforme citamos, fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo ou interromper uma tarefa para dedicar-se a outra são atitudes prejudiciais à atenção e à produtividade. Por isso, ao iniciar uma atividade, dedique-se a ela integralmente. Depois de concluí-la, ou durante as pausas, você pode checar outros assuntos. Além disso, se estiver em dificuldades, não hesite em pedir ajuda a quem sabe mais. Isso certamente economizará tempo. Defina as atividades que são prioridades e conclua-as primeiro!

7. Conheça os métodos de produtividade

Aqui no blog, temos alguns artigos que abordam métodos e técnicas de gestão do tempo e produtividade, como a técnica pomodoro, o Kanban e o GTD — Getting Things Done. Informe-se melhor sobre essas técnicas e verifique qual delas melhor se aplica à sua rotina. Elas são úteis tanto na administração do seu tempo individual como na gestão de equipes. Em reuniões, por exemplo, elas evitam a perda de tempo com assuntos de pouca importância e promovem um aproveitamento melhor.

8. Cuide da sua saúde física

Você dorme bem? Alimenta-se de maneira equilibrada? Pratica atividades físicas com frequência? Faz exames de check-up periódicos? Saiba que os cuidados básicos com a saúde física melhoram as condições gerais do corpo e a disposição para o dia a dia. Portanto, jamais negligencie o que há de mais sagrado na vida, que é a saúde. Trabalhar 14 horas por dia, dormir apenas 5h, comer alimentos industrializados e não ter tempo para exercitar-se é, certamente, a receita para o adoecimento. Evite!

9. Cuide da saúde mental

As recomendações citadas acima para a saúde física também se aplicam à saúde mental. O exercício físico, a alimentação equilibrada e o respeito aos limites da produtividade também são essenciais à saúde da mente. Quem não fica atento a essas questões pode sofrer com o estresse, o desequilíbrio emocional, os transtornos ansiosos e até mesmo os quadros depressivos. Estamos falando de doenças sérias, que demandam tratamento imediato. Portanto, previna-se e cuide também da mente!

10. Automatize processos

Por fim, lembre-se de que a tecnologia está aí para nos auxiliar. Portanto, questione-se: de que maneiras você pode automatizar algum processo? A emissão de notas fiscais, o acompanhamento das finanças da empresa e até mesmo a organização das tarefas de uma equipe podem ser feitos por meio de aplicativos e programas de computador, que organizam e salvam as informações com mais eficácia. Verifique quais tecnologias podem beneficiar a sua rotina!

Coloque as 10 dicas acima em prática e veja o seu dia a dia tornar-se muito mais produtivo. A produtividade, que nada mais é do que aproveitar melhor o tempo com as suas atividades importantes, gera melhores resultados em todas as áreas da sua vida. Aproveite!

E você, querida pessoa, como avalia a sua produtividade? Quais das dicas acima são mais úteis para você? Por quê? Contribua deixando o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!