A maior dificuldade do ser humano nunca foi compreender a natureza, manipular uma ferramenta ou dominar um animal. Nada nunca foi tão complexo quanto lidar com outro ser humano. Cada pessoa é um universo particular, movido por pensamentos, sentimentos, sonhos, dores, objetivos, crenças, conhecimentos, habilidades etc. Dessa forma, é natural que as pessoas, em algumas ocasiões, entrem em conflito entre si.

As pessoas difíceis costumam ser aquelas que enxergam o mundo sob a sua própria ótica e não admitem que as outras pessoas possam enxergar as coisas de outra maneira. Querem impor a sua opinião e lutar exclusivamente pelas suas metas, sem entender que os outros também estão lutando pelo alcance dos seus objetivos.

Você conhece alguém assim? Provavelmente, alguma pessoa com esses traços já passou pelo seu caminho. Neste artigo, selecionamos 10 passos para lidar com pessoas difíceis. Continue a leitura e confira!

1. Mantenha o equilíbrio

Lidar com pessoas difíceis pode ser desafiador do ponto de vista emocional. A raiva, a insegurança e a impaciência podem surgir diante de pessoas intransigentes, egoístas ou que impõem empecilhos a cada sugestão. Nesses momentos, respire fundo, medite e não exploda emocionalmente. Descarregue as suas emoções em algo mais saudável, como uma atividade física. Desequilibrar-se mentalmente só agravará as situações e tornará o relacionamento ainda mais difícil. Não queira “dar o troco”.

2. Responda com outra pergunta

Quando você perceber que alguém quer provocá-lo com perguntas repletas de intenções ocultas, responda com outra pergunta. Essa estratégia é bastante inteligente e faz com que essa pessoa mal-intencionada tenha que encontrar dentro de si mesma as respostas que ela quer que você dê.  Quando “devolvemos” o desafio para a pessoa, fazemos com que ela mesma reflita sobre as suas próprias crenças e atitudes. O próprio Jesus Cristo se utilizava dessa eficaz estratégia para promover reflexões.

3. Defina as prioridades da sua vida

Existem pessoas difíceis com as quais realmente precisamos conviver, como é o caso dos familiares. No entanto, existem pessoas que não são tão essenciais. Alguns “amigos” e colegas de trabalho não agregam valor aos nossos dias. Será que vale a pena conviver com eles? Será que você é obrigado a tolerar a presença dessas pessoas difíceis no seu dia? Analise as diferentes áreas da sua vida e defina as suas prioridades. Isso o ajudará a identificar as situações pelas quais realmente precisa passar.

4. Escolha as suas “batalhas”

PSC Renascimento

Existe um ditado em inglês que diz “choose your battles”, ou “escolha as suas batalhas”. Isso significa que nós não precisamos entrar em todos os conflitos que surgem no nosso caminho. Existem discussões importantes, em que realmente precisamos defender o nosso ponto de vista. Todavia, há casos que podem ser simplesmente deixados para lá. Desenvolva esse discernimento, de modo que você não se desequilibre emocionalmente por questões não essenciais.

5. Tenha empatia

A 5ª dica deste artigo pode ser uma das mais difíceis: ter empatia. Se você considera alguém uma “pessoa difícil”, você já se perguntou por que essa pessoa é assim? Qual é a história dela? O que a levou a agir dessa forma? É complicado, mas colocar-se no lugar do outro pode nos levar a compreendê-lo um pouco melhor. Isso não significa que todas as atitudes serão justificadas ou que você dará razão à pessoa. No entanto, esse pode ser um ponto de partida importante para o entendimento entre vocês.

6. Conte histórias

Jesus Cristo também era muito conhecido por contar parábolas. Trata-se de histórias que ilustram determinados ensinamentos, facilitando a sua compreensão. Jesus não simplesmente dizia “faça o bem sem olhar a quem”. Ele contava uma história em que esse princípio era colocado em prática, evidenciando a sua importância e facilitando o entendimento. Ao lidar com pessoas difíceis, procure ser didático e citar exemplos que reforcem o que você diz. Essa também é uma estratégia de comunicação eficaz.

7. Não “absorva” a energia dos outros

As pessoas consideradas difíceis geralmente apresentam uma “energia” negativa, ou seja, uma série de pensamentos, emoções e falas que geram negatividade: reclamação, raiva, inveja, tristeza, desânimo, egoísmo, entre outros. Ao ser exposto a essa negatividade, não permita que ela invada o seu ser. Entenda que as emoções alheias só vão afetar as suas se você assim permitir. Portanto, não permita que uma pessoa, uma frase ou um gesto “acabem” com o seu dia. Fortaleça a si mesmo!

8. Lembre-se de que cada pessoa entra na sua vida por um motivo

Os mais espiritualizados costumam afirmar que Deus coloca cada pessoa na nossa vida com um propósito. “Mas então, por que Ele colocaria uma pessoa tão difícil de lidar na minha vida?”, você pode estar se questionando. Bem, a verdade é que lidar com essas pessoas exercita a sua inteligência, o seu equilíbrio emocional, a sua clareza de comunicação, a sua empatia, a sua paciência e a sua resiliência. Acredite: se alguém difícil apareceu na sua vida, foi para desenvolver essas características e gerar desenvolvimento pessoal!

9. Administre as suas expectativas sobre as pessoas

Existem pessoas que são, de fato, “difíceis”. Mas será que as suas expectativas em relação a elas também não estão altas demais? Elas são difíceis, ou você está querendo que o outro se comporte exatamente como você costuma agir? São questionamentos importantes para que você não crie expectativas excessivas sobre os outros. Quando alguém não corresponde às nossas expectativas, ficamos angustiados e frustrados. Dessa forma, tome cuidado com o que você espera do outro.

10. Não seja você uma pessoa difícil

Por fim, lembre-se de que você também pode ser uma pessoa difícil de lidar em algumas ocasiões. Aliás, alguns psicólogos apontam que aquilo que mais nos incomoda nos outros é também o que mais nos incomoda em nós mesmos. Sendo assim, olhe para si antes de rotular uma pessoa como “difícil”. Procure melhorar-se continuamente e dê aos outros o exemplo das características que você deseja ver neles: flexibilidade, responsabilidade, altruísmo, empatia, gentileza, e por aí vai.

Como você pode notar, lidar com pessoas difíceis é bastante complexo, mas a verdade é que esse desafio está presente na vida de qualquer pessoa. Em família, no círculo de amigos, na vizinhança, no trabalho, entre outros contextos, é comum que esses conflitos surjam. Portanto, coloque as dicas acima em prática e seja um edificador de relacionamentos mais saudáveis e mais construtivos!

E você, ser de luz, como lida com as pessoas difíceis? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!