Compartilhar saberes. Essa é uma das maiores dádivas da vida. É muito gratificante saber que o conhecimento que nós mesmos adquirimos e edificamos ao longo da nossa jornada podem ser úteis e também fazer a diferença na vida de outras pessoas.

São muitos os benefícios de dividir o que sabemos com quem estiver ao redor. Devemos deixar essa ideia de competição de lado para abraçar um espírito de colaboração, que facilita a vida de todos.

Neste artigo, vamos conhecer as vantagens de compartilhar saberes e descobrir quais são os principais meios para possibilitar esse compartilhamento. Ficou curioso? Então, continue a leitura e saiba mais!

Quais são os benefícios de compartilhar saberes?

Confira na sequência 5 bons motivos para não guardar apenas para si a sua sabedoria.

  • Preservação do conhecimento

Segundo a história da Grécia Antiga, Sócrates foi mestre de Platão, que, por sua vez, foi mestre de Aristóteles. Esses grandes filósofos influenciam até hoje muitas das ideias que embasam a vida contemporânea e exemplificam que ninguém faz nada sozinho. O que sabemos foi ensinado por alguém e transformado por nós mesmos. Portanto, compartilhar o que sabemos é uma forma de perpetuar a sabedoria por gerações, permitindo que cada uma delas dê a sua contribuição adicional.

  • Criação de redes de relacionamento

Quando ensinamos algo a alguém, também temos a aprender. O processo de ensino e aprendizagem é pautado na clareza de comunicação, na paciência, na humildade, enfim, no desenvolvimento de diversas virtudes que nos aproximam com o universo do outro. Por isso, compartilhar saberes nos torna mais tolerantes e mais amigos. O ensino permite que sejamos mais colaborativos uns com os outros, o que facilita o alcance do objetivo de todos. Isso nos aproxima, construindo comunidades mais fortes.

  • Fortalecimento do próprio aprendizado

Você já ouviu alguns professores falando que quando ensinam algo a alguém eles mesmos fixam melhor aquele aprendizado? A prática e a repetição das informações as tornam cada vez mais fortes na nossa mente. Além disso, a troca com os aprendizes sempre gera questionamentos e atualizações de antigos saberes, o que amplia os nossos horizontes de conhecimentos. Por isso, explicar algo a alguém pode aprofundar a sua compreensão sobre um assunto, desde que você se dedique.

  • Crescimento profissional

PSC

Em muitos locais de trabalho, compartilhar conhecimentos com outras pessoas, especialmente com quem está começando na profissão, pode ser algo muito bem-visto. Quem ensina demonstra conhecimento e experiência profissional, o que pode gerar reconhecimento e valorização de diferentes formas. Promoções, aumentos salariais e até a ocupação de posições de liderança podem ser obtidos quando dominamos a arte de ensinar, o que beneficia a organização como um todo.

  • Fomento da empatia

Como citamos acima, compartilhar uma informação, um fato, um conhecimento, uma ferramenta ou uma habilidade é uma tarefa complexa. O aprendiz naturalmente cometerá erros, especialmente no início desse processo. Ao lidar com essa fragilidade, inclusive emocional, aquele que ensina desenvolve a empatia e a paciência. A esse respeito, devemos nos lembrar de que nós não nascemos sabendo nada, de modo que todos precisamos ser tolerantes com aqueles que estiverem começando.

Como compartilhar os seus saberes?

Sim, ensinar algo a alguém pode ser muito gratificante e despertar uma sensação de ser útil e fazer a diferença. Sobre isso, saiba que há diferentes meios de contar o que você sabe. Conheça alguns deles.

  • Ensino formal

O primeiro e mais conhecido meio de ensinar o que você sabe é o ensino formal, ou seja, tornar-se professor. Você pode trabalhar na educação infantil e no ensino fundamental (anos iniciais), em que são compartilhadas noções mais gerais sobre o mundo. Também pode lecionar nos anos finais do ensino fundamental e no ensino médio, que contam com disciplinas específicas. Há, ainda, o ensino superior, que forma novos profissionais, além das escolas técnicas e de idiomas, por exemplo.

  • Mentorias e coaching

Outro meio de ensinar os seus dons e habilidades a alguém é sendo um mentor. Nesse caso, você não é um professor de sala de aula, mas sim uma pessoa experiente em algo ensinando alguém iniciante, o que se vê nas empresas e até na vida pessoal. O coaching, em particular, é um tipo específico de mentoria que obedece a determinados padrões e metodologias, sendo aplicado individualmente, em grupos e também em ambiente corporativo. São muitos os benefícios de ser um coach!

  • Publicação de conteúdo online e offline

Você também pode tornar os seus saberes mais acessíveis a outras pessoas criando conteúdos ricos e transformadores. Há diferentes meios e suportes para produzir conteúdo atualmente. Você pode escrever um livro, publicar artigos em um blog, gravar videoaulas, lançar um curso online, criar apresentações e infográficos, dar palestras, postar informações úteis nas redes sociais, e por aí vai. Esses meios podem ampliar o seu poder de alcance e deixar a sua sabedoria registrada e perpetuada.

  • Eventos e apresentações em empresas

É possível mostrar o que você sabe em eventos específicos sobre o assunto. Você pode participar de palestras, workshops, treinamentos corporativos, feiras, simpósios, fóruns, podcasts, e por aí vai. Muitas pessoas se tornam conhecidas e até mesmo referências em determinados temas justamente pela sua participação em eventos desse tipo. Além de atenderem às pessoas em geral, muitos desses palestrantes são convidados a lecionar em empresas.

  • Orientações informais

Por fim, sabe quando o seu pai ensinou você a dirigir? Quando o seu irmão ou um amigo ensinou você a andar de bicicleta? Ou quando você ensinou o seu filho que é preciso aprender a perder nos jogos com os amigos? Cada uma dessas situações é também uma vivência de compartilhamento de saberes. Ensinar é algo que todos nós fazemos em algum momento, mesmo que jamais tenhamos sido professores ou coaches. Lembre-se: se você sabe algo, você pode ensinar!

Dividir com o outro o que você sabe é um meio de ampliar o seu próprio crescimento pessoal e profissional, além de ajudar na construção e na ampliação do conhecimento coletivo da humanidade. É, ainda, uma forma de deixar o seu legado no mundo, por mais simples que possa parecer. Escolha um dos meios acima e faça a sua parte!

E você, ser de luz, como tem ensinado as suas competências? De que forma compartilha conhecimentos? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!