Você quer mudar de vida? Como? Por quê? Em um ou em outro aspecto, toda pessoa quer algum tipo de mudança. Faz parte da experiência humana ter certa insatisfação e querer algo melhor. É isso o que nos move e nos leva a tomar determinadas atitudes. Se você trabalha, estuda, faz atividade física etc., certamente é para obter algum tipo de melhoria com tudo isso, não é mesmo?

Mas será que há meios de potencializar, ou mesmo de acelerar, essa mudança? Se você quer mudar de vida, é importante seguir algumas recomendações. Acompanhe-nos na leitura a seguir e confira 8 orientações nesse sentido. Siga em frente e tenha uma excelente leitura!

É importante manifestar a gratidão diariamente, mesmo pelas coisas mais óbvias e simples. Em algum momento do passado, o que você tem hoje era o que você pedia a Deus. Não se esqueça desses momentos e procure dar valor a tudo aquilo que você já conquistou.

Deus, ou o universo, qualquer que seja a sua crença, sempre vai conceder a você apenas aquilo que você já provou ser merecedor, o que inclui a gratidão. Como pedir a Deus um segundo carro se você é incapaz de agradecer e valorizar o primeiro? Não queime etapas. Comece pela gratidão.

  • Seja você a mudança que espera nos outros

Quando falamos em mudar de vida, é comum que algumas pessoas queiram que os outros mudem, mas não elas. Desejam apenas que as outras pessoas sejam melhores, que o governo seja mais consciente, que o dia seja ensolarado, enfim, focam apenas no que é externo. Esquecem-se de que a mudança começa dentro de si.

Assim, se você deseja uma vida de mais leveza, por exemplo, comece sendo mais leve. Se você quer uma vida de mais justiça, comece sendo mais justo. Seja você o catalisador das mudanças que deseja ver no mundo. O poder do exemplo é um dos maiores que existem. Pode acreditar!

  • Modere a sua rigidez

Quando pensamos em mudar de vida, pode acontecer de planejarmos uma vida perfeita, repleta de inovações em todas as áreas: casa nova, namorado novo, carro novo, emprego novo, corpo novo, hábitos novos, e por aí vai. No entanto, nem sempre as coisas acontecem do jeito que nós planejamos, de modo que devemos exercitar a nossa adaptabilidade.

PSC Renascimento

Por isso, não seja rígido. Faça planos, mas tenha jogo de cintura quando for preciso recalcular a rota. Além disso, não queira mudar a sua vida completamente, de um dia para o outro. As mudanças sólidas e eficazes, que de fato se sustentam, levam tempo para serem efetuadas.

  • Encontre meios de melhorar a sua performance

Para mudar de vida, e mudar para melhor, você precisa melhorar a sua performance. Em outras palavras, é preciso ter um desempenho superior na área em que deseja ver essa mudança: no trabalho, nos estudos, nos relacionamentos, nas finanças, na criação dos filhos, entre outros.

Como você pode ser alguém melhor nessas áreas? Estudando? Adquirindo novos conhecimentos? Aprimorando o que você já sabe? Desenvolvendo novas estratégias? Sendo mais responsável e disciplinado? Verifique o que falta para que você alcance a excelência. É por isso que o autoconhecimento é tão necessário.

  • Defina objetivos e prioridades

Se você deseja mudar de vida, defina objetivos claros e específicos. Explique como e por que você deseja uma nova vida. É um novo emprego? Uma vida mais saudável? Uma nova casa? O que você quer mudar? Tenha clareza do porquê de estar fazendo isso e de como essa meta será alcançada.

Além disso, defina o seu objetivo como prioridade. Você não pode casar, ter filhos, mudar de residência, mudar de área profissional, descobrir um novo hobby e ser campeão de triathlon em um mesmo ano. Defina o que é mais importante no momento e entenda que as outras questões ficarão em segundo plano. Priorize!

  • Organize o seu tempo

Por falar em prioridades, essas mudanças que desejamos na vida têm tudo a ver com a forma como nos relacionamos com o nosso tempo. O alcance do seu objetivo de uma nova vida depende, portanto, de organizar a sua rotina e de aproveitar o tempo disponível da melhor maneira possível.

Se você deseja ser uma mãe melhor, por exemplo, desligue um pouco a televisão e converse com os seus filhos. Verifique a forma como você tem aproveitado o seu tempo: em atividades que contribuem com a nova vida que você deseja ou que reforçam a velha vida, da qual você deseja se separar?

  • Não negligencie a sua vida espiritual

Quando falamos em mudança de vida, pensamos quase sempre no que acontece aqui na Terra, incluindo as coisas materiais. Mas será que a sua mudança também não depende de alterações no seu interior? Novos valores? Novos princípios éticos e morais? Mais fé? Menos apego à matéria e mais dedicação à vida espiritual?

Independentemente de qual for a sua fé, exercite-a diariamente. Lembre-se de que não estamos sozinhos no universo. Tenha em mente que as recompensas do Céu são consequências das atitudes que temos por aqui. Portanto, dê o melhor de si, dentro dos seus valores e princípios.

  • Entenda que as adversidades fazem parte e são úteis

Por fim, tenha em mente que assumir uma nova vida não é uma tarefa fácil. Do planejamento à execução, tudo é trabalhoso, e pode até aparecer aquela vontade de desistir. Nessas horas, porém, lembre-se das suas forças pessoais e da fé que citamos acima.

Os momentos difíceis existem justamente para que possamos exercitar as nossas qualidades: fé, inteligência, criatividade, cooperação, humildade, entre outros. Por isso, entenda que as adversidades fazem parte do caminho e são úteis para que nos tornemos mais fortes e sábios — desde que saibamos extrair aprendizados de cada situação.

Em conclusão, mudar de vida não é uma tarefa simples, mas é possível para aqueles que têm convicção, organização e motivação. Por isso, antes de prontificar-se a mudar qualquer área da sua vida, verifique se você tem esses 3 itens. Se tiver, siga em frente e mãos à obra. O sucesso será apenas questão de tempo!

E você, ser de luz, quer mudar de vida? Como? Por quê? Contribua deixando o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!