O processo de constelação familiar foi desenvolvido pelo alemão Bert Hellinger e tem se popularizado no Brasil e no mundo como uma terapia para a resolução de problemas complexos. Também conhecido como constelação sistêmica, o processo tem o objetivo de promover a superação de conflitos e traumas.

Ao longo da realização da constelação familiar, o facilitador, ou seja, o indivíduo que conduz o processo, sugere que os envolvidos façam algumas afirmações que têm o poder de desencadear diálogos para conciliar e resolver os emaranhamentos em que os indivíduos se encontram.

Neste artigo, você vai compreender melhor a ideia por trás das constelações familiares e conhecer quais são as frases mais proferidas ao longo desse processo. Siga em frente e boa leitura!

Sobre a constelação familiar

A constelação familiar é um método que se baseia na terapia familiar tradicional para resolver conflitos entre os seus membros. Esse processo parte do princípio de que boa parte dos problemas que as pessoas de uma família enfrentam pode ser influenciada por traumas e eventos negativos sofridos pelos seus antepassados, mesmo que os afetados do presente não tenham conhecimento do que aconteceu ou mesmo conhecido os envolvidos neles no passado.

Quando esses traumas não são resolvidos adequadamente dentro da família, eles são inconscientemente transmitidos às gerações sucessoras, criando os chamados “emaranhados sistêmicos”. Em geral, os emaranhados estão relacionados a mortes, traições, abusos, doenças, guerras, desastres naturais, eventos violentos, suicídios, entre outros.

O objetivo da constelação familiar é promover a superação desses eventos, resolvendo os emaranhamentos. Para isso, o processo de constelação é conduzido em grupo, contendo o paciente, o facilitador e outros participantes, conhecidos como representantes.

PSC Renascimento

Os representantes recebem esse nome porque representam os parentes vivos ou mortos do paciente. Hellinger defende que os representantes, ao longo da dinâmica, começam a ter pensamentos, sentimentos e sensações físicas muito semelhantes aos vivenciados pelos indivíduos que estão representando, mesmo sem jamais tê-los conhecido.

A utilização de frases nesse processo

Na constelação familiar, o facilitador sugere a utilização de determinadas frases, também conhecidas como “ordens de ajuda”, que auxiliam o indivíduo a trazer à tona o problema que precisa ser solucionado. Elas ajudam a pessoa a reconhecer os emaranhamentos em que se encontra e a conversar com os membros da constelação em busca de soluções.

Na sequência, você vai conhecer algumas das frases mais utilizadas na constelação familiar, bem como os seus respectivos significados e importância nesse processo. Confira!

“Por favor”

A expressão “por favor” indica uma postura de humildade, em que o indivíduo compreende que ele não é superior ao sistema familiar do qual faz parte. É entendendo isso que o paciente conseguirá efetivamente desatar os nós traumáticos que tem vivenciado, adquirindo uma postura conciliadora diante dos demais membros da sua constelação.

A liberdade que cada pessoa tem não deve invadir a liberdade do outro, de modo que a frase “por favor” nos ensina a assumir a responsabilidade sobre os nossos atos e também a compreender que há muitos aspectos que não estão sob o nosso controle direto.

“Eu amo o seu pai/ a sua mãe em você”

Essa frase é muito utilizada por pais divorciados ao se dirigirem aos seus filhos. Por mais que o relacionamento amoroso tenha chegado ao fim, os laços de paternidade e maternidade mantêm-se leais, colocando o filho em uma situação muito delicada.

A frase acima permite que pais e mães libertem os seus filhos de toda e qualquer culpa diante do fim do casamento. Assim, essa frase permite que o filho seja liberado da necessidade de “substituir” o pai ou a mãe que fora excluído da família. Esse processo permite que os pais assumam a sua responsabilidade diante do filho, e que o filho esteja livre para ser quem é, traçando a sua própria história.

“Eu sigo você”

Essa expressão reflete uma das características básicas da constelação familiar, que é a ideia de que aquilo que houve em gerações anteriores influencia os destinos das gerações posteriores. Os laços de lealdade e de amor são reforçados quando essa frase é proferida, ao mesmo tempo em que são identificados os momentos de sofrimento que criam padrões na constelação.

A frase deve ser utilizada com o objetivo de identificar os sofrimentos que se repetem na constelação, mas que devem ser transformados ao longo do processo. Por isso, outra frase que também é muito utilizada nessa superação é: “Em sua honra, e pelo que custou a você, eu faço algo com a minha vida”.

“Você é o pai/ a mãe certo(a) para mim”

Assim como ocorre com a frase “eu sigo você”, a frase acima também revela que aquele indivíduo só existe porque se formou a partir daquele pai e daquela mãe. Se qualquer um dos dois fosse diferente, também o filho seria um indivíduo diferente. Sendo assim, mesmo que o amor existente entre pai e mãe tenha chegado ao fim, o amor que une os pais e os filhos deve permanecer.

Essa consciência é fundamental para que cada indivíduo compreenda que, mesmo que um determinado laço de união tenha se rompido, há outro ainda mais forte que o mantém na constelação, que é o encontro permanente entre pai e filho e entre mãe e filho.

“Sinto muito, eu fui arrogante”

É comum que as constelações familiares apresentem laços de amor tão intensos entre os familiares que os membros das gerações sucessoras assumem as dificuldades de membros das gerações anteriores, com o intuito de ajudar. O problema é que essa visão é fantasiosa e não resolve de fato o problema, mas apenas une esses dois indivíduos em um laço de sofrimento nada produtivo.

A evolução da constelação desfaz esse emaranhamento, de modo que uma nova postura seja desenvolvida entre essas duas pessoas. Nesse sentido, deve ser utilizada a frase “Agora deixo isso com você, com amor”, de modo que o laço de sofrimento que unia as diferentes gerações seja substituído por uma conexão mais saudável.

“Querida mãe/ querido pai, agora eu concordo”

Os laços que unem os filhos aos seus pais são dos mais intensos em constelações familiares. Por isso, é comum que os filhos queiram assumir responsabilidades em nome de aliviar os sofrimentos dos seus pais, mas não têm o que é preciso para lidar com essas questões. Isso, infelizmente, acaba por desencadear ainda mais sofrimento.

No processo da constelação, o filho enfim compreende que ele não pode abraçar tudo aquilo que envolve o universo dos seus pais, libertando-se para viver a sua própria vida. Na mesma linha, também pode ser utilizada a frase “Foi difícil para mim, mas agora aceito como foi”, em que as pessoas aceitam o que aconteceu (geralmente os momentos difíceis da vida) e aprendem a lidar com o fato e com os limites que ele impõe.

“Você também faz parte”

Os momentos de exclusão também são casos relevantes nas constelações familiares. Em uma pessoa que sofreu um aborto, por exemplo, é comum que o indivíduo relate uma sensação de falta em sua vida. Por isso, a frase “você também faz parte” permite que aquela pessoa que foi excluída por algum motivo seja reintegrada ao grupo familiar.

Ela vai ao encontro da lei do pertencimento de Hellinger, que revela que toda pessoa excluída de um sistema terá a sua falta sendo sentida pelos demais. A frase acima, contudo, faz renascer no indivíduo excluído a sensação de pertencimento que lhe havia sido negada.

O fim das generalizações

As frases acima podem ser aplicadas em qualquer constelação familiar, sobretudo nos momentos em que há um impasse ou algo que precisa ser solucionado. Elas podem ser aplicadas tanto nas práticas em grupo (com outras pessoas) como nas constelações feitas com bonecos que representam os familiares do paciente.

Essas frases possibilitam que a lealdade que faz parte dos sistemas familiares construa laços de ordem, pertencimento e equilíbrio, sem que as gerações sucessoras assumam sofrimentos de quem os antecedeu.

Em outras palavras, são palavras que resolvem os emaranhamentos que provocam os sofrimentos nas constelações do tipo. No entanto, o que norteia as constelações é o saber de que cada caso é um caso, sem qualquer generalização, mas que as frases podem promover uma identificação mais fácil com uma grande quantidade de pessoas.

Gostou deste conteúdo? Então, deixe o seu comentário no espaço a seguir. Por fim, que tal levar estas dicas a todos os seus amigos, colegas, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!