confiança é à base de um relacionamento saudável e positivo. Contudo, muitas pessoas, por diversos motivos, se sentem inseguras em relação aos seus pares, o que pode acabar gerando brigas e desentendimentos que afastam o casal. Se você está passando por isso, saiba que é possível aprender a lidar com a desconfiança no relacionamento e resolver todas as questões que estão te impedindo de viver em harmonia com quem ama.

Por que a desconfiança no relacionamento surge?

A desconfiança é resultado da insegurança, que pode ter sido causada por algum acontecimento, como um caso de infidelidade, por exemplo, ou mesmo por uma carência daquele que a sente. No entanto, mesmo que a causa inicial tenha sido uma atitude da outra pessoa, cada indivíduo é responsável pelos seus próprios sentimentos e pode agir para superar essa insegurança. Como costumamos dizer, a vida não é o que acontece conosco, mas o que fazemos com o que acontece conosco.

Esse tipo de preocupação é mais do que natural entre duas pessoas que se amam, mas há um nível considerado saudável para esse sentimento. Um casal que se relaciona de forma segura e sem desconfiança não é assim apenas porque os dois agem com lealdade, mas sim porque, em primeiro lugar, cada um se sente seguro dentro de si.

A confiança em relação ao outro é uma consequência daquilo que já se sentia, independente de terceiros. Perceba que a questão da desconfiança está mais ligada à forma como você se sente do que ao comportamento do seu par.

Você é verdadeiramente feliz em seus relacionamentos?
Faça nosso teste e descubra como anda sua Felicidade!

7 dicas para vencer a desconfiança e tornar-se uma pessoa mais segura

É perfeitamente possível se livrar do fantasma da desconfiança e viver de forma harmônica com a pessoa que ama. Lembre-se de que o amor é um sentimento leve e você tem todo o direito de desfrutar dele em plenitude. Então, abra o seu coração e coloque em prática as dicas a seguir:

1. Alinhe suas expectativas

PSC Renascimento

Boa parte das frustrações que surgem em nossas vidas é decorrente das expectativas que cultivamos. A perfeição não existe, portanto, exigi-la da pessoa amada seria incoerente. Amar é entender que todo indivíduo tem qualidades e defeitos, mas, com um sentimento verdadeiro, é possível ser feliz mesmo assim.

O primeiro passo para acabar com a desconfiança num relacionamento é definir o grau de seriedade desse relacionamento. A decepção pode surgir quando um pensa que está num relacionamento sério, enquanto o outro acredita estar apenas “curtindo” ou conhecendo melhor. Quando o tipo de relacionamento é definido, os dois envolvidos assumem uma responsabilidade um com o outro, evitando que conflitos surjam.

2. Conheça os seus sentimentos

A segurança é conquistada quando uma pessoa é capaz de administrar seus sentimentos e, para controlá-los, é necessário conhecê-los. Pare para refletir sobre você e o que te leva a sentir insegurança em relação ao seu par. Racionalize o medo que sente, a fim de encontrar respostas que sejam verdadeiramente justificáveis. Será que suas desconfianças têm algum indício que faça sentido, ou são frutos de uma mente ansiosa?

Muitas vezes, o medo de perder quem se ama é fruto de traumas do passado e, nesse caso, é necessário ressignificá-lo, transformando-o em aprendizado. Evite permitir que suas dores se transformem em crenças que te bloqueiam e te impedem de ser feliz. Em vez disso, faça delas aprendizados para tornar-se uma pessoa melhor, para você e para quem ama.

3. Invista no diálogo

Além de se conhecer, é necessário conhecer o outro e isso só é possível por meio do diálogo. Sempre que algo te incomodar, converse e incentive o seu par a fazer o mesmo. Desabafar o que está sentindo com um amigo confidente pode ser interessante para organizar melhor as ideias e os sentimentos. Entretanto, apenas falando diretamente com a pessoa envolvida é que será possível chegar a uma solução.

Muitos problemas surgem num relacionamento por uma simples falta de diálogo. Mas pense: se você não puder dizer o que pensa à pessoa com quem planeja o futuro, essa relação faz algum sentido?

Muitos casais perdem momentos preciosos de suas vidas por sofrerem calados em relação às suas insatisfações. É claro que você sempre deve manifestar-se com calma, serenidade, empatia e uma escolha inteligente de palavras para não magoar seu companheiro. Não saia fazendo acusações. Em vez disso, prefira usar frases em primeira pessoa, como: “Fiquei magoado quando X aconteceu”, ou “Eu não me sinto bem quando você faz Y”.

4. Cuide de sua autoestima

Em uma escala de 0 a 10, o quanto você se ama? Pare por alguns minutos para refletir sobre isso. Cuidar da sua autoestima é um passo importante para colocar um fim na insegurança que sente. Indivíduos inseguros costumam colocar sobre si inúmeros defeitos e acreditam que a culpa de o relacionamento não ir bem é toda deles. Contudo, lembre-se sempre de que uma relação é formada por duas pessoas que têm responsabilidades iguais dentro de um namoro ou casamento.

Em relação à sua autoestima, procure ser mais gentil consigo mesmo e olhar para as suas qualidades. Você é uma pessoa incrível e, como qualquer outra, pode evoluir e se tornar cada vez melhor, mas isso só será possível se buscar o autoconhecimento e identificar seus pontos positivos e aqueles que pode aperfeiçoar.

Além disso, da mesma maneira que você admira muitas qualidades na pessoa amada, ela também admira as suas, afinal de contas, você foi a pessoa escolhida por ela para viver um relacionamento. Não se esqueça disso.

5. Confie em seu par

Como dissemos no início deste artigo, a confiança é um dos pilares de um relacionamento saudável. Nesse sentido, se você decidiu compartilhar a vida com outra pessoa, é muito importante que confie nela e em seus sentimentos e intenções. Lembre-se de que são dois adultos que decidiram, por livre e espontânea vontade, estarem juntos, então, confie nisso.

Existem situações em que uma das partes costuma agir em desacordo com o que o casal combinou e não honrar com a confiança que lhe foi depositada. Se esse for o seu caso, será necessário refletir se vale mesmo a pena manter o relacionamento. Aqui, valem as mesmas dicas anteriores, de investir no diálogo e se conhecer. Assim, você poderá se certificar de que tem condições de perdoar e prosseguir, ou de que é melhor colocar um ponto final e recomeçar de outra forma.

Você não está preso a ninguém. Seu futuro está sempre em suas mãos, e a pessoa que você mais deve amar é sempre você mesmo. Por mais doloroso que seja terminar um relacionamento, é melhor sofrer por um momento do que a vida inteira ao lado de uma pessoa em quem você não confia.

6. Mantenha a Individualidade

Muitos casais, quando iniciam a relação, mudam completamente suas vidas, deixando para trás velhos hábitos. É bem verdade que um relacionamento promove uma mudança na vida de um indivíduo, contudo, não é necessário abrir mão de coisas que você considera importantes e prazerosas. Praticar um esporte, encontrar os amigos, ter momentos com a família, tudo isso pode e deve ser mantido, para o bem das duas partes envolvidas.

Manter a individualidade não é sinal de falta de amor. Ao contrário, isso mostra que um quer que o outro continue fazendo o que gosta. Evite colocar a responsabilidade sobre a sua felicidade em apenas uma relação. Por mais que a considere como a mais importante, existem diversas outras que também são fundamentais, com seus amigos, familiares e colegas de trabalho. Essa mudança na sua visão irá trazer mais segurança e deixará o relacionamento mais leve.

Fazer concessões faz parte de um relacionamento, mas as duas partes envolvidas precisam fazê-las. Não é saudável que apenas um tenha que se sacrificar. Em equilíbrio, os dois conseguem continuar a fazer aquilo de que gostam, sem que ninguém saia magoado.

7. Procure ajuda expecializada

Quando a desconfiança e a insegurança são persistentes, elas prejudicam não apenas o relacionamento, mas também a saúde mental do indivíduo que as sente. O coaching, ou mesmo os processos terapêuticos mais tradicionais, oferecem técnicas e métodos que permitem que o indivíduo compreenda melhor aquilo que sente – o autoconhecimento. Além disso, essas ferramentas ajudam a pessoa a racionalizar e a administrar melhor seus sentimentos, avaliando se são proporcionais à realidade ou não.

A construção de suposições frequentemente é um hábito nas mentes mais ansiosas e inseguras. O problema é que muitas dessas suposições não têm um embasamento lógico. Se esse for o caso, sessões de terapia e de coaching ajudam o indivíduo a administrar sua ansiedade e a trabalhar sua autoestima e sua autoconfiança. E lembre-se: procurar ajuda especializada nunca é sinal de fraqueza, mas de força e saúde de alguém que deseja resolver seus problemas e ser mais feliz.

Que as dicas acima façam sentido para você e que te ajudem a conduzir o seu relacionamento com mais equilíbrio. Procure sempre se conhecer para entender a origem de seus sentimentos, mantenha o diálogo e o respeito. A confiança é uma consequência desses fatores e é indispensável para que um casal desfrute do que sente com plenitude.

Confira algumas dicas para criar melhores relacionamentos!

 

Copyright: 753267790 – https://www.shutterstock.com/pt/g/terovesalainen