Como já dito antes a globalização, a alta competitividade do mercado, a busca por novas tecnologias, o acelerado crescimento da sociedade e o ritmo de trabalho das organizações, geraram certo descuido no que diz respeito a registrar e manter as ações, acontecimentos e resultados anteriores do negócio. Esses dados são importantes para eventuais consultas, estudos e planejamento de ações e revisão de estratégias, evitando que os gestores repitam os mesmos erros.

É neste contexto que o conceito de memória organizacional se enquadra: ela corresponde ao armazenamento e compartilhamento das informações de uma organização, reunindo todos os processos já realizados e que podem ser úteis em futuras operações. Esses arquivos são alimentados pelos colaboradores e gestores da empresa, e vão desde bancos de dados até opiniões e experiências com aspectos técnicos e sociais.

O propósito desse arquivamento é disponibilizar um serviço inteligente, capaz de gerar conhecimento e facilitar o trabalho dentro das organizações. Sua principal função é aumentar a competitividade na empresa, visto que o encargo da memória organizacional é o de aperfeiçoar as atividades que ocorrem na companhia, de modo que elas possam ser executadas da melhor forma possível e com menos gasto de tempo.

Todo esse processo pode ser feito por meio de relatórios, e-mails, transações, conferências, entre outros métodos. A gestão do conhecimento significa a capacidade do gestor ou colaborador na resolução de determinado problema.

Trata-se da compreensão dos processos que ocorrem na empresa, além da competência de os indivíduos trabalharem no cumprimento de metas e objetivos estabelecidos. Quando executada de forma correta, a memória organizacional evita perda de conhecimento caso algum colaborador deixe a empresa, explora experiências de atividades realizadas anteriormente, evita a repetição de erros, melhora a comunicação da informação na organização, integra os processos de diferentes setores e gera posicionamento no mercado.

Sendo assim, é notória a necessidade das empresas em aplicar o conceito de memória organizacional em suas rotinas, visto que este método permite administrar o conhecimento presente na empresa para que ele possa melhorar os processos e ampliar as vantagens competitivas do negócio.

Entender sobre a sua empresa, aplicar as ferramentas corretas, estabelecer objetivos coerentes, alcançar resultados satisfatórios e gerar lucro é uma tarefa árdua que exige conhecimento sobre diferentes metodologias, aplicações, conceitos e técnicas que podem alavancar a sua organização.

 

Copyright: 1026276544 – https://www.shutterstock.com/pt/g/VelesStudio