A chamada avaliação institucional é, sem dúvida nenhuma, uma das ferramentas mais eficazes para a gestão eficaz de uma organização. Esse modelo de avaliação é indicado principalmente para as empresas que realizam algum tipo de avaliação de desempenho entre os seus colaboradores. No entanto, a avaliação institucional não é individual, mas do desempenho da organização como um todo.

Muito se fala sobre esse termo e o seu papel em uma gestão corporativa. Mas você realmente sabe o que é uma avaliação institucional? Como ela é usada pelas empresas? Quais são os seus benefícios e finalidades? Pois bem, é o que vamos descobrir a seguir. Continue a leitura e confira!

Avaliação institucional: o que é?

Como o próprio nome sugere, a avaliação institucional nada mais é do que um instrumento de gestão que consiste em uma avaliação realizada no meio corporativo, com o intuito de apreciar, avaliar, mensurar, analisar e equiparar informações, dados e indicadores da empresa. O seu objetivo é a melhoria contínua dos serviços e atividades prestadas por esse negócio no mercado.

Trata-se de uma maneira precisa e eficaz de identificar falhas, problemas, oportunidades e dificuldades que têm impedido uma empresa de crescer e atingir os seus objetivos. É um dos instrumentos mais essenciais dentro de uma gestão corporativa. Isso ocorre porque, por meio da avaliação institucional, é possível realizar mudanças e tomar decisões eficazes, com base em dados reais e concretos, que visam à melhoria da organização como um todo.

Comumente realizada em instituições de ensino, as avaliações institucionais não se restringem somente ao campo da educação, como também podem e devem ser aplicadas também no ambiente corporativo.

Nesse caso, para realizá-la, é importante avaliar diversos aspectos organizacionais, como: a estrutura, as suas divisões, o clima organizacional, os seus colaboradores, a sua equipe, os materiais de trabalho, os seus recursos, os seus objetivos, as suas prioridades, os seus clientes, entre outros inúmeros pontos fundamentais para o bom funcionamento de qualquer organização.

Como fazer uma avaliação institucional?

PSC Renascimento

Confira alguns exemplos de tópicos que podem e normalmente são abordados em avaliações institucionais e de desempenho dentro das empresas:

  • A estrutura que a empresa oferece é adequada para os serviços oferecidos?
  • A localização da empresa é apropriada para os fins a que almeja?
  • A empresa possui a quantidade de colaboradores adequada para realizar os seus serviços de forma satisfatória?
  • A empresa possui líderes e gestores capacitados para cada função e departamentos?
  • Os colaboradores realmente possuem habilidades e competências necessárias para o exercício de cada cargo ou função?
  • A empresa fornece os materiais necessários para o cumprimento das suas atividades?

Esses questionamentos podem e devem ser respondidos por diferentes públicos. Os próprios gestores da empresa podem avaliar as métricas utilizadas para verificar os resultados que cada departamento tem obtido. Além disso, os colaboradores da organização podem avaliá-la (de preferência anonimamente) para que os gestores sejam capazes de promover melhorias.

As pesquisas de mercado junto do público em geral também se fazem úteis para saber como a marca tem sido vista e como os clientes avaliam a sua experiência junto da empresa, identificando os pontos em que é possível melhorar. Por fim, também é possível contratar uma consultoria externa ou um coach corporativo para realizar essa avaliação 360º e propor mudanças benéficas.

Quais são os benefícios desse processo?

Desde que seja conduzido de forma criteriosa e com uma periodicidade definida, é possível obter muitos benefícios do processo de avaliação institucional. Confira os principais na sequência.

1. Tomar decisões baseadas em dados

No ambiente corporativo, não deve haver espaços para achismos. Mesmo as tentativas e experiências precisam ser baseadas em informações que as justifiquem. Por exemplo: uma escola deve reformar a biblioteca da escola, sendo que os laboratórios são apontados como os pontos críticos das avaliações obtidas? Perceba como as informações levantadas podem ser úteis.

É preciso fazer da avaliação institucional um documento fidedigno, que aponte os aspectos da organização que já estão bons, bem como aqueles que precisam de melhorias. É isso o que faz com que os dados gerem atitudes mais precisas.

2. Promover melhorias contínuas

Conforme citamos, é importante que as avaliações institucionais sejam executadas em intervalos de tempo definidos, e não apenas uma ou outra vez. Essa regularidade na execução das avaliações permite que a empresa acompanhe a sua própria evolução.

Por meio delas, a organização identifica os seus principais gaps, ou seja, tudo aquilo que pode estar provocando falhas ou que pode melhorar: contratações, divisões, processos, comunicação interna, gestão financeira, e por aí vai. A avaliação institucional, portanto, ajuda cada empresa a não apenas identificar os problemas que precisam ser resolvidos, como também a prevenir que se repitam.

3. Reforçar aspectos positivos

Por fim, as avaliações institucionais também permitem que a empresa seja reconhecida pelos seus aspectos que já são bem-vistos. Por exemplo: uma organização pode ser avaliada positivamente pelos seus colaboradores em relação à infraestrutura que disponibiliza para a execução dos trabalhos.

Nesse caso, a empresa pode divulgar essa informação para melhorar ainda mais a sua reputação enquanto empregadora. Esse reforço de aspectos positivos pode ser feito junto ao público interno e também junto ao público externo. Dessa forma, a organização melhora a sua reputação e ganha reconhecimento e prestígio no mercado, muitas vezes elevando a sua competitividade frente à concorrência.

Como você pode notar, a avaliação institucional é um processo que deve ser realizado em todos os departamentos de tempos em tempos. Ela permite que a organização reconheça os seus pontos positivos e identifique o que precisa de melhorias, garantindo melhores resultados e, consequentemente, um melhor desempenho no mercado.

E você, ser de luz, já realizou ou participou de alguma avaliação institucional em uma empresa ou instituição de ensino? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!