Atitudes valem mais do que mil palavras. Bem, a verdade é que não podemos estabelecer qual é mais importante, afinal de contas, ambas estão entre as 5 linguagens do amor, defendidas pelo autor, pastor e filósofo estadunidense Gary Chapman.

Contudo, não há como negar que algumas pessoas preferem demonstrações mais práticas para expressar os sentimentos do que as declarações verbais. Dessa forma, entendemos que lavar a louça para uma amiga que acabou de ter um filho e está se recuperando do parto, por exemplo, é uma linguagem de amor. Neste artigo, vamos entender melhor como esse processo funciona!

As 5 linguagens do amor

As 5 linguagens do amor é o título do best-seller de Chapman. Na obra, ele afirma que cada pessoa se utiliza de diferentes maneiras para comunicar as suas emoções em direção às pessoas a quem ama. Essas linguagens são: palavras de afirmação, atos de serviço, tempo de qualidade, toque físico e troca de presentes.

De acordo com o autor, toda pessoa carrega dentro de si essas 5 linguagens do amor. Entretanto, assim como nós temos diferentes preferências e personalidades, também damos preferência a uma ou outra linguagem do amor, utilizando-a com mais frequência do que as outras.

No caso dos gestos de serviços, estamos falando de demonstrações mais práticas, ou seja, de atitudes que revelam os nossos sentimentos, mais do que as palavras. As pessoas que recorrem a essa linguagem do amor são mais solícitas e prestativas, preferindo “colocar a mão na massa” para mostrar o quanto amam alguém. Lavar a louça, conceder uma carona, cuidar das crianças, cozinhar algo gostoso, indicar alguém para uma vaga de emprego e até emprestar dinheiro podem ser ações dessa linguagem.

Como podemos expressar o amor por meio dos atos de serviço?

Confira, na sequência, alguns meios pelos quais podemos expressar os nossos sentimentos em relação à pessoa amada com atitudes práticas!

1. Anote os pedidos que o cônjuge lhe fez nos últimos dias

PSC Renascimento

“Nossa, amor, eu queria tanto conhecer aquela cidade!”. “Amor, você já consertou aquela gaveta que estava emperrada?”. Frases como essas revelam pequenas atitudes que o cônjuge espera de você. Ficar atento a essas solicitações e efetivamente realizá-las revela não apenas que você presta atenção no que a pessoa diz, mas que também que se dedica a satisfazer as vontades dela.

Por isso, caso não seja possível fazer o favor solicitado imediatamente, anote os pedidos e realize-os aos poucos. Assim, a pessoa amada perceberá o quanto você a valoriza e se esforça para realizar os seus pedidos. São ações práticas que revelam amor e carinho!

2. Comunique também o que você gostaria que a pessoa fizesse

Da mesma maneira, você também pode ter algumas solicitações de atitudes que gostaria que a pessoa amada tivesse. É um erro grande querer que o cônjuge adivinhe as suas vontades. Por isso, saiba que você tem o direito (e também o dever!) de ser claro nas suas solicitações em relação ao parceiro.

Dessa forma, explique o que você gostaria que a pessoa fizesse. Por exemplo: “será que você poderia, por gentileza, me fazer uma massagem? Tive um dia estressante no trabalho!”. Nem sempre esperar a iniciativa do outro é uma boa ideia. O melhor mesmo é que um seja claro com o outro, sem criar expectativas. Assim, ambos trocam entre si os favores desejados e, simultaneamente, expressam o quanto se amam!

3. Invista em pequenos favores do cotidiano

Muitas vezes, são pequenas atitudes do cotidiano que revelam os nossos mais profundos sentimentos sobre a pessoa amada. Falar em atos de serviço não precisa ser pagar uma passagem aérea para Paris. Pode ser simplesmente lavar a louça em um dia em que o parceiro estiver muito cansado. Além disso, confira outros pequenos atos do dia a dia que podem revelar amor:

  • Dar carona;
  • Cozinhar o prato favorito da pessoa;
  • Cuidar das crianças enquanto a pessoa tem um momento de relaxamento;
  • Comprar um utensílio doméstico que fará facilitará o dia a dia;
  • Ensinar algo à pessoa amada: tocar um instrumento musical, ensinar um idioma ou simplesmente compartilhar algum conhecimento da sua área profissional.

4. Prepare surpresas maiores em datas especiais

As ações acima são rotineiras. Contudo, algumas datas especiais podem permitir que você seja mais elaborado e criativo nos seus atos de serviço. Estamos falando dos aniversários do cônjuge, do aniversário de namoro, do dia dos namorados, entre outras situações especiais.

Nesses momentos, você pode presentear a pessoa amada, dar um passeio, levá-la a um lugar especial para os dois ou simplesmente levá-la a um programa que ela gostaria muito de fazer. Se o seu namorado, por exemplo, ama um show de rock, mas você não curte, acompanhá-lo nesse programa ou ao menos dar-lhe de presente um ingresso é uma demonstração prática de quanto você o ama!

5. Agradeça pelos atos de serviço recebidos

O segredo dos atos de serviço enquanto linguagem do amor é a reciprocidade. Dessa forma, não devemos permitir que apenas nós façamos a vontade do outro, enquanto ele nada faz para retribuir. Da mesma maneira, também não podemos nos descuidar, vendo que a pessoa amada faz tudo por nós, mas nós estamos em falta com ela.

Por isso, agradeça pelos atos de serviço recebidos e procure retribuí-los. Por exemplo: se você teve um dia estressante, e o cônjuge cozinhou o seu prato preferido no jantar para animá-lo, que tal retribuir esse favor no dia seguinte?

Os atos de serviço, portanto, são demonstrações práticas que revelam sentimentos nobres que nutrimos pela pessoa amada. São pequenos favores do cotidiano, mas também ações mais elaboradas em datas especiais. Faça um bom uso dessa linguagem do amor para valorizar o seu parceiro!

E você, querida pessoa, quais atos de serviço tem feito ou recebido, enquanto linguagem do amor? Contribua deixando o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!