A dor da injustiça, conforme apresentado no livro “As sete dores da alma” de José Roberto Marques, é profundamente penetrante e transformadora. Carl Rogers, com sua visão humanista, poderia avaliar essa dor do ponto de vista de como ela afeta a autopercepção e a autenticidade do indivíduo.

A injustiça pode ocorrer em várias formas e contextos, desde a falsa acusação até o tratamento desigual e o desrespeito aos direitos. Marques nos lembra de que, segundo Lise Bourbeau, a percepção da injustiça começa na infância, quando a criança se depara com atitudes de frieza, severidade ou intolerância por parte dos pais.

Do ponto de vista de Rogers, essa experiência precoce de injustiça poderia criar uma dissonância no self da criança, dificultando a formação de uma imagem de si mesma positiva e coerente. Ele defendia a ideia de que todos nós precisamos de um ambiente seguro e aceitador para desenvolver o nosso potencial.

A injustiça social, como Marques destaca, também pode gerar uma dor profunda na alma. As desigualdades socioeconômicas criam condições de escassez, em que as oportunidades não são igualmente distribuídas. Rogers poderia argumentar que essas condições prejudicam o crescimento pessoal e a autorrealização do indivíduo.

Diante da injustiça, a reação mais comum é a indignação, um sentimento de revolta que demanda mudança. Rogers, entretanto, enfatiza a importância de se expressar esses sentimentos autenticamente, sem os reprimir, mas também sem se deixar consumir por eles.

A experiência da injustiça pode resultar no que Marques chama de “falso-self da rigidez”, um mecanismo de defesa para lidar com essa dor. No entanto, Rogers poderia ver essa situação como um desafio à integridade do self. Por meio do desenvolvimento de uma autoimagem autêntica, com base na empatia, consideração positiva incondicional e congruência, é possível superar a dor da injustiça e alcançar um estado de autoaceitação e realização plena.

Quer saber mais sobre a injustiça e a superação dessa e de outras feridas emocionais típicas da experiência humana? Então, leia na íntegra “As sete dores da alma”. Clique no link a seguir e adquira agora mesmo o seu exemplar!

PSC Renascimento

https://www.ibcshop.com.br/livros/coaching-e-desenvolvimento-pessoal/as-7-dores-da-alma