O bom humor é a demonstração de um estado emocional positivo, manifestado por meio do riso, do sorriso e também de palavras e gestos positivos. É, ainda, ter uma visão otimista da vida, mesmo em meio a adversidades, o que permite ao indivíduo vê-la de maneira mais leve.

O objetivo do indivíduo, com isso, é amenizar a tristeza, encontrar respostas e soluções para os problemas, sustentar essa leveza e também desenvolver a habilidade de fazer o outro sorrir. Neste artigo, vamos entender melhor a importância do bom humor e como podemos desenvolvê-lo com mais frequência no dia a dia. Continue a leitura e saiba mais!

Benefícios do bom humor

O bom humor frequente está associado a uma série de benefícios, que vão desde uma visão mais prática da vida para encontrar soluções aos problemas que surgem até melhorias reais na saúde física e mental. Confira as principais vantagens.

  • O bom humor reduz o risco de doenças cardiovasculares, uma vez que aumenta o fluxo de sangue e de relaxamento dos vasos sanguíneos;
  • O riso fortalece o nosso sistema imunológico, ou seja, ter bom humor contribui para a prevenção de resfriados, gripes e outras doenças infecciosas;
  • A pessoa bem humorada encontra respostas criativas. Quando o lado direito do cérebro é estimulado, ele consequentemente desperta a intuição, o sentimento, a percepção e a sensação, favorecendo o encontro de soluções aos problemas;
  • sorriso tem a capacidade de contagiar pessoas e combater o estresse e o mau humor de um grupo;
  • Pessoas mais otimistas e alegres tendem a ter uma vida mais longa do que as que são mal-humoradas;
  • A alegria também aumenta a capacidade de resistir à dor, pois o riso libera endorfina, uma substância que gera bem-estar.

O indivíduo com essa força é capaz de ver o lado mais leve e positivo da vida. Gosta de se envolver em atividades divertidas, tem o sorriso como uma das suas marcas e gosta de proporcioná-lo a todas as pessoas à sua volta. Quando coisas ruins acontecem, ele prefere enxergar um lado positivo a ficar se lamentando e, com esse otimismo, consegue enxergar soluções criativas para os problemas.

Questionamentos sobre o seu humor

Ao compreender a importância e os benefícios do bom humor, é sempre bom exercitar o autoconhecimento e refletir sobre o seu humor nos últimos tempos. Você tem tido emoções mais positivas ou mais negativas? Há justificativas para esse comportamento. Reflita!

  • O que faz o seu bom humor/riso aflorar?
  • Que situações tiram a sua animação?
  • Com você reage ao mau humor de outras pessoas?
  • Como o bom humor colabora para a melhoria do seu dia?
  • O que o seu humor traz de positivo para a sua vida e para a vida das pessoas à sua volta?

A subutilização dessa virtude

O indivíduo que se reconhece como uma pessoa bem hu­morada gosta de levar alegria e sorrisos às pessoas. Porém, em ambientes muito formais, nos quais os indivíduos devem demonstrar seriedade e formalidade a todo o tempo, essa alegria pode dar lugar à introspecção e fazer com que essa força pessoal fique reprimida.

PSC Renascimento

Outro elemento que pode subutilizar o bom hu­mor do indivíduo é a convivência com pessoas com perfis negati­vos, que estão sempre insatisfeitos e que não veem nenhuma graça na vida. Nesse caso, a pessoa bem-humorada pode ser “contaminada” pelo pessimismo alheio e enfraquecer essa característica.

Dicas para aproveitar a virtude do bom humor

Diante de tudo o que já foi exposto, a pergunta que não quer calar é: como podemos ser mais bem-humorados? Confira algumas dicas!

  • Liste as atividades que o deixam animado e tente praticá-las diariamente, como hobbies (cantar, dançar, ler, desenhar, brincar com o animal de estimação, cuidar das plantas etc.);
  • Tente buscar um lado positivo em qualquer situação de adversidade e foque nele. Uma dificuldade no trabalho, por exemplo, pode ser uma oportunidade de mostrar a sua resiliência, a sua criatividade e o seu profissionalismo;
  • Permita-se sorrir, brincar e divertir-se mais. Não leve tudo tão a sério;
  • Observe como o bom humor é revigorante e tente levar alegria às pessoas à sua volta;
  • Aumente o convívio com as pessoas que fazem com que você se sinta bem. Ao mesmo tempo, limite o convívio com pessoas e assuntos que geram negatividade;
  • Alimente o seu otimismo e os sentimentos positivos de forma contínua, pois isso aumenta a sua longevidade e vitalidade;
  • Procure praticar atividades físicas com frequência e se expor à luz solar diariamente — há comprovação de que esses dois fatores beneficiam o humor das pessoas.

Bom humor x positividade tóxica

É importante manter o bom humor, mas isso jamais deve ser confundido com nutrir uma positividade tóxica. Isso consiste em obrigar-se a mostrar felicidade a todo tempo, o que é impossível. Nos momentos difíceis, é importante que você acolha os seus sentimentos e viva a tristeza durante aquele período. Não se obrigue a estar sempre bem, pois isso não faz parte da natureza humana. Aliás, disfarçar emoções só gera repressão e problemas na área da saúde mental.

Todavia, fique atento: se a sua tristeza, irritabilidade ou pessimismo forem emoções predominantes na sua rotina, aparecendo com muita frequência e de forma muito intensa, talvez seja o caso de pedir ajuda profissional: de coaches, psicólogos, terapeutas e até mesmo de médicos, caso a sua qualidade de vida esteja muito comprometida. Você não precisa estar sempre bem, mas também não deve estar sempre mal, OK? Procure ajuda!

Como podemos perceber, o bom humor é uma dádiva na nossa vida, pois ajuda na nossa saúde, nos nossos relacionamentos interpessoais e na visão que temos do mundo e dos acontecimentos. Deixe, então, o seu humor positivo aflorar, alimente as emoções positivas e deixe o melhor sorriso e o otimismo transbordarem de você. Isso, com certeza, o fará mais feliz e também trará conforto e alegria às pessoas ao seu redor!

E você, ser de luz, como avalia o seu humor pela maior parte do dia? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!