Profissional debruçada em muito trabalho, com raiva e mostrando seu desncontrole emocional

Anetlanda/Shutterstock A falta de controle emocional é um dos maiores inimigos dos profissionais em seu trabalho!

Hoje em dia muito se fala em inteligência emocional porque na outra ponta desta linha está o descontrole emocional, quando ao invés de controlar suas emoções, as pessoas são realmente controladas por elas. Entre estas, destaco o sentimento de raiva no trabalho, quando por vários motivos, o profissional perde suas estribeiras, fica enfurecido e com ódio de tudo e de todos.

Como reflexo desta falta de controle, muitos colaboradores acabam agindo de forma intempestiva, sendo agressivos na empresa e, muitas vezes, até mesmo agredindo verbal e fisicamente seus colegas de trabalho ou chefes. Isso é completamente inadmissível, pois além de levar a atitudes negativas como esta, sua raiva incontida causa sérios danos à carreira do profissional e pode ser uma grande barreira em sua vida de modo geral.

Quer ajuda para se livrar dos pensamentos tóxicos?
Clique aqui e acesse meu desafio
“Detox da Mente”!

Impactos do Descontrole Emocional no Trabalho

Lidar com tantos sentimentos rebeldes, dentro e fora da empresa, pode ser um grande desafio, uma vez que este descontrole emocional realmente causa um bagunça nas emoções das pessoas e, pode levá-las a ter comportamentos sabotadores, nocivos e a comprometer seu trabalho também.

Portanto, é essencial buscar desenvolver a chamada inteligência emocional (saber identificar as suas emoções, as do outro e ser assertivo ao lidar com todas elas) como arma para vencer estas dificuldades em identificar e controlar as próprias emoções. Para isso, é importante que o profissional tome consciência do quanto sua falta de controle impacta em suas relações de trabalho, em seu desempenho e produtividade e no crescimento na carreira.

Neste sentido, pedir feedbacks dos colegas e superiores ou mesmo de amigos mais próximos, é uma boa forma de entender como seu temperamento forte tem causado danos. Outro ponto chave é entender porque você sente tanta raiva no trabalho e identificar de fato as causas para que você constantemente perca a cabeça durante seu expediente.

Para isso reflita e responda as seguintes questões:

  • Porque está insatisfeito com a empresa e não tem coragem de sair? (sim ou não)
  • Porque acha que ninguém é tão comprometido como você, que carrega o mundo nas costas e que todos fazem tudo errado? (sim ou não)
  • Será que é porque a empresa não reconhece sua dedicação? (sim ou não)
  • Porque seu salário não corresponde à realidade do mercado? (sim ou não)
  • Porque você está infeliz em sua vida pessoal e culpa o excesso de trabalho e a falta de tempo por isso? (sim ou não)
  • Ou ainda porque as condições de trabalho em sua empresa são muito ruins e há muita pressão constantemente? (sim ou não).

Estas são perguntas que você deve se fazer para analisar as causas dos seus rompantes. Muitas vezes, o profissional não era agressivo, mas acaba se tornando quando se sente numa situação desconfortável ou está estressado demais por conta do seu excesso de demandas, cobranças e responsabilidades.

Você já perguntou a si mesmo se é verdadeiramente feliz?
Clique aqui e descubra qual é o grau da sua felicidade!

Dicas de Como Lidar com a Falta de Controle Emocional

Assumir o problema o quanto antes é fundamental para não deixar que este descontrole emocional acabe afetando seus resultados profissionais e até mesmo gerando uma demissão por justa causa. Como disse anteriormente, identificar as causas desta falta de controle também é essencial para saber lidar de forma assertiva com o problema.

Se sentir que fazendo algumas mudanças em sua rotina de trabalho e, em sua organização pessoal, você já pode melhorar seu humor, caminhe nesta direção. No seu dia a dia na empresa isso vai se refletir numa melhorar relação com os demais e numa maior inteligência para lidar com os acontecimentos.

Porém, se o seu sentimento de raiva no trabalho é constante e está num nível incontrolável, o melhor mesmo é procurar uma ajuda especializada, ou seja, de um profissional que possa te ajudar a compreender as origens destes sentimentos, seus fatores desencadeantes, para receber orientação sobre como administrar melhor suas emoções e sobre como vencer este problema.

Não tenha medo ou vergonha de buscar ajuda, pois ela é mesmo essencial para aprender a controlar melhor suas emoções e, especialmente, para não deixar que sentimentos nocivos acabem impactando em seu sucesso na carreira.