De acordo com a biologia, a sinergia é o efeito que ocorre quando dois ou mais órgãos se unem para realizar uma função no corpo de um ser vivo. Metaforicamente, esse termo passou a ser utilizado para se referir à cooperação, coesão e união existentes entre os membros de um grupo.

Assim como os órgãos de um ser vivo, os membros de um grupo têm funções importantes e diferentes, mas que se complementam para alcançar um objetivo. Se não há comunicação entre os componentes desse sistema, não há sinergia, e o objetivo não é alcançado.

Por isso, a palavra “sinergia” aparece figurativamente nas empresas para designar esse espírito de união e cooperação dentro das equipes. Se a sua empresa sente falta de sinergia, é melhor conferir as 8 dicas que separamos na sequência. Siga em frente e boa leitura!

1. Ouça os colaboradores

A primeira coisa a se fazer para resolver um problema é apurar as suas causas. Por isso, se você identifica uma falta de sinergia dentro da sua equipe, faça uma pesquisa com os membros dela para identificar por que isso ocorre. Ouça o que todos têm a falar sobre o clima organizacional, seja em depoimentos falados, seja em pesquisas por escrito.

Esse problema tem uma causa específica ou é um sentimento generalizado? Ele afeta mais algumas pessoas do que outras? Por quê? Dê abertura para que os funcionários expressem o que sentem, sem medo de punição. Compreender o ponto de vista deles é o primeiro passo para resolver a questão.

2. Incentive o trabalho em equipe

É importante que o gestor explique aos colaboradores a importância do trabalho em equipe. Cada pessoa ali tem diferentes conhecimentos e habilidades, o que a torna única e essencial ao trabalho. Os resultados de uma equipe são sempre consequência do somatório de saberes que se complementam, a partir do que cada colaborador conhece.

PSC Renascimento

Reforçando essa ideia, estimule o trabalho em equipe por meio de atividades que possam ser realizadas em duplas ou trios. Isso permitirá que os colaboradores percebam na prática como as parcerias podem facilitar o trabalho. Além disso, procure definir metas para todo o grupo, e não apenas individuais.

3. Promova dinâmicas e momentos de integração

Aqui no blog, você consegue encontrar diversos exemplos de dinâmicas que estimulam o trabalho em equipe. Utilize-as em alguns momentos para reforçar a importância dessa postura.

Além disso, realize atividades que gerem integração e conexão entre os membros da equipe. Confraternizações, cafés da manhã na empresa, participações em eventos fora da empresa, gincanas e passeios podem fortalecer a comunicação e a amizade entre os funcionários da empresa.

4. Invista na resolução de conflitos

Se você perceber que há algum conflito entre determinados colaboradores, chame-os para uma conversa franca, a fim de solucionar a questão. Nesse caso, o líder deve manter a serenidade e a imparcialidade, dando oportunidade para que cada um explique o seu ponto de vista.

Dessa forma, o líder poderá compreender a situação e dar a ela uma resolução definitiva. Algumas empresas contam com psicólogos nos seus departamentos de RH, o que também pode ser de grande ajuda para intermediar esses processos. O importante é sempre manter a calma e jamais permitir que os envolvidos se exaltem e faltem com respeito.

5. Acabe com as fofocas

As fofocas e conversas de corredores são extremamente nocivas ao ambiente de trabalho. Isso é especialmente negativo quando os colaboradores começam a falar da vida pessoal uns dos outros, criando um clima desagradável. Nesse sentido, é importante deixar claro que assuntos pessoais não devem fazer parte das pautas da empresa.

Dessa forma, crie um estatuto interno que defina que não é bacana fofocar, ou seja, fazer comentários sobre a vida alheia — sobretudo se esses comentários incluírem mentiras, boatos, julgamentos etc. Reforce a comunicação interna oficial da empresa e divulgue-a como o único canal oficial de informações corporativas.

6. Estimule a comunicação clara

Por falar em comunicação, é importante que os líderes divulguem-na como um poderoso meio de prevenir e solucionar problemas. Assim, diante de qualquer situação problemática, por menor que seja, estimule os envolvidos a resolvê-la por meio do diálogo.

Hoje em dia, podemos nos comunicar de diversas maneiras: conversas presenciais, mensagens de texto, e-mails, telefonemas, e por aí vai. Portanto, fortaleça nos membros da sua equipe a postura de sempre manter a comunicação aberta e acessível para planejar ações, discutir ideias e resolver contratempos que eventualmente apareçam.

7. Construa um ambiente organizacional positivo

Fica muito difícil falar em sinergia em uma ambiente organizacional negativo. Por isso, aja no sentido de criar um clima harmônico entre todos. Para isso, como líder, cabe a você dar o exemplo, definindo e seguindo as regras do jogo. Aborde temas como assiduidade, pontualidade, transparência na comunicação, disciplina, respeito e responsabilidade.

Além disso, invista em melhorias na qualidade de vida dos colaboradores. Ofereça salários e benefícios justos, delegue as funções com equilíbrio, respeite as limitações de cada um, seja um líder acessível a todos e promova momentos de lazer e convivência entre os colaboradores — como confraternizações ou uma simples sessão de ginástica laboral.

8. Seja paciente

Ao adotar as medidas acima, não pense que haverá uma explosão de sinergia na equipe da noite para o dia. Na verdade, a sinergia é resultado da confiança em si mesmo e no outro, o que leva algum tempo para ocorrer. Portanto, seja paciente e entenda que os resultados não serão imediatos.

Além do mais, tenha em mente que a sinergia não vai surgir como algo imposto. Como líder, o que você pode fazer é dar base para que ela cresça, por meio das dicas acima, mas isso não significa impor o que deve ser feito. Por fim, lembre-se de que a realidade de cada empresa é única e que, portanto, é preciso adaptar as orientações acima ao seu contexto.

E você, querida pessoa, como avalia a sinergia (ou a falta dela) no seu ambiente de trabalho? O que poderia ser melhor? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!