Em que você pensa quando falamos que alguém é competente? Aliás, você se considera competente na sua vida pessoal? E na sua vida profissional? O que exatamente significa a palavra “competência”? Talvez você nunca tenha feito esses questionamentos, mas eles são importantes para que você progrida e alcance as suas metas.

Neste artigo, vamos compreender melhor o que significa o conceito de competência, como as competências podem ser mapeadas e como é possível desenvolvê-las ao longo da vida pessoal e da vida profissional. Ficou curioso? Então, continue a leitura a seguir e saiba mais sobre o assunto!

Competências: o que são e para que servem?

Se você consultar essa palavra no dicionário, verá que a competência pode ser definida como “a capacidade que um indivíduo ou organização tem de reunir as características necessárias para executar uma atividade com qualidade”. As competências são importantes, portanto, para que as pessoas realizem as suas tarefas com eficácia e alcancem os seus objetivos nas diferentes áreas das suas vidas.

Uma competência é resultado da sigla CHA: Conhecimento + Habilidade + Atitude:

  • Conhecimento: é o saber teórico dos conceitos, técnicas e procedimentos. Por exemplo: é todo o saber acumulado que um professor de matemática tem sobre os números;
  • Habilidade: é a aplicação prática do conhecimento. Por exemplo: é o professor de matemática que desenvolve técnicas de ensino quando compartilha os seus conhecimentos sobre números com alguém;
  • Atitude: é o comportamento do indivíduo, que melhora significativamente em decorrência dos seus conhecimentos e habilidades. Por exemplo: é o professor de matemática que, com anos de prática, percebe as técnicas que funcionam e as que não funcionam no dia a dia da sua profissão.

A esse respeito, podemos dividir as competências em 2 grupos:

  • Competências técnicas: são as competências específicas de cada atividade, que englobam conhecimentos determinados. Para um professor de matemática: álgebra, geometria, aritmética, estatística, metodologia de ensino, técnicas de correção etc.
  • Competências comportamentais: são as competências humanas, relacionadas ao comportamento do indivíduo na realização das suas atividades. Para um professor de matemática: disciplina, organização, pontualidade, motivação, paciência, criatividade etc.

O que é o mapeamento de competências e qual a sua importância?

Quando planejamos o nosso futuro profissional e objetivamos um crescimento na carreira, fazer um bom mapeamento de competências é fundamental para identificar quais são os nossos pontos fortes e os de melhoria — o que nos permite trabalhar esses aspectos importantes. Essa é uma etapa que não pode ser ignorada, pois é conhecendo os seus diferenciais e gaps que o profissional pode direcionar melhor os seus esforços ao alcance das metas e objetivos que deseja conquistar.

PSC Renascimento

Nesse caminho, é comum surgirem dúvidas sobre como fazer o seu mapeamento de competências e sobre quais são as melhores ferramentas para identificar: o seu conjunto de habilidades atuais, aquelas que precisam ser desenvolvidas e as deficiências técnicas e comportamentais que precisam ser resolvidas definitivamente.

Como fazer o mapeamento de competências?

Para ajudá-lo nesse sentido, selecionamos algumas dicas de como mapear os seus talentos e gaps e potencializar os seus dons e diferenciais. Para isso, aqui no IBC, contamos com uma poderosa ferramenta de mapeamento de competências profissionais. Confira!

Coaching Assessment: se você deseja conhecer profundamente quais são os seus pontos fortes e de melhoria em âmbito profissional, o seu nível de liderança, bem como a sua forma de pensar e agir em determinadas situações no trabalho, esse é o instrumento ideal para mapear as suas habilidades e ter uma dimensão mais exata de quem você é profissionalmente — e do que ainda pode ser!

Além disso, o coaching assessment identifica qual dos quatro perfis comportamentais é predominante em você (Analista, Comunicador, Executor ou Planejador) e como a mescla desses tipos forma a sua personalidade e impacta os seus resultados na carreira.

Consideramos essa uma das mais poderosas metodologias de mapeamento de competências, pois ela abrange os aspectos técnicos, emocionais e comportamentais. Isso traz um direcionamento mais preciso ao planejamento evolutivo do profissional, na sua individualidade.

Como podemos desenvolver competências?

Agora que você já compreende o conceito e a importância das competências para que sejamos pessoas e profissionais melhores, deve estar se perguntando: como podemos desenvolvê-las?

Bem, na verdade, a resposta depende do seu próprio mapeamento de competências, pois é ele quem revela os traços que já são seus pontos fortes, bem como aquilo que você ainda deve desenvolver. Depois de diagnosticar essas questões e investir no autoconhecimento, você pode desenvolver as competências que deseja e precisa das seguintes maneiras:

  • Definido os objetivos que você deseja alcançar;
  • Lendo e adquirindo conhecimentos sobre o tema;
  • Participando de cursos teóricos;
  • Participando de treinamentos práticos;
  • Participando de eventos e palestras da área;
  • Conversando com mentores ou pessoas mais experientes na competência em questão;
  • Verificando meios de colocar essa competência em prática no seu dia a dia, a fim de treiná-la e aperfeiçoá-la;
  • Verificando se há, no seu ambiente de trabalho, oportunidades para praticar os conhecimentos adquiridos;
  • Solicitando avaliações de desempenho e feedbacks;
  • Fazendo autoavaliações e aprendendo com os próprios erros;
  • Monitorando o seu próprio progresso.

Conclusão

Com todas essas informações em mãos, é hora de reunir esses dados do seu mapeamento e colocá-lo dentro de um plano de ações congruente com as metas e objetivos pleiteados. Na prática, significa que é hora de reconhecer os pontos não positivos e traçar estratégias para eliminá-los, de modo a evitar que se tornem empecilhos no seu caminho.

Do mesmo modo, é importante reforçar aquelas qualidades e competências que se destacam, fazê-las ganhar ainda mais expressão, bem como expandir as suas habilidades-chave. É importante também desenvolver aquelas demais que ainda estão em baixa e fortalecer a sua identidade e expertise profissional.

Portanto, se você quer fazer o seu mapeamento de competências e extrair o maior número de informações possível para planejar a sua carreira e conquistar resultados extraordinários, conheça o coaching assessment e tenha o apoio de que precisa para ir cada vez mais além.

E você, ser de luz, como tem desenvolvido as suas competências? Deixe o seu comentário no espaço a seguir. Além do mais, que tal levar estas informações a todos os seus amigos, colegas de trabalho, familiares e a quem mais possa se beneficiar delas? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais!